Com direito a goleada, Colón avança na Sula

Com dois a menos, os venezuelanos não suportaram a pressão e levaram quatro gols
Com direito a goleada, Colón avança na Sula

Localizado em Santa Fé, Argentina, o místico Estádio Brigadier López, ou Cementerio de Elefantes, recebeu Colón x Zulia. Conforme estipulado, a partida foi válida pelas quartas de final da Copa Sul-Americana. Em virtude da vantagem obtida no duelo de ida, um empate com gol (s) classificaria o Zulia. Contudo, Pulga Rodríguez e companhia, estavam inspirados. Aplicaram 4 x 0, garantindo o Colón na semifinal. De acordo com o chaveamento, a equipe argentina encara Atlético Mineiro ou La Equidad-COL.

1º TEMPO

Desde março no comando do Colón, Pablo Lavallén estava com a corda no pescoço. Caso fracassasse diante do Zulia, poderia ser demitido. Portanto optou por estratégias ofensivas e partiu para o ataque. Logo aos 3′, Christian Bernardi chutou  a queima roupa. Leo Morales, arquero venezuelano, fez grande defesa, evitando o gol precoce. Do mesmo modo, Los Negriazules responderam, só que aos 31′. Brayan Moya assistiu e Albert Zambrano mandou um cañónazo, que tirou tinta da trave. Mas terminou como começou, 0 x 0, Zulia momentaneamente classificado.

2º TEMPO

Não deu nem tempo de respirar. Aos 47′, após cruzamento, Pulga Rodriguez, el capitán, dominou de peito e chutou. Tentativa bloqueada. Wilson Morelo, no rebote, bateu com firmeza, sem chance para Leo Morales. Sem dúvida o gol animou os argentinos, que partiram para cima do Zulia. Por outro lado, Los Negriazules apenas se defendiam, chegando pouco a meta adversária. Em uma das poucas chegadas, foi oferecido ao Colón um contra-ataque. Orquestrado por Federico Lertora, o mesmo passou para Pulga. Friamente, el capitán deixou dois marcadores no chão e bateu rasteiro no canto esquerdo do goleiro. Golazo! Classificando a equipe mandante. Entretanto o Zulia não se acanhou, e foi ao ataque. Afinal, estavam a um tento de forçar as penalidades.

Aos 71′, Gabriel Benítez foi expulso e complicou a vida Negriazul. Surpreedentemente, a postura venezuelana mudou e os atletas apelaram. Após duas entradas desleais, Jerry Léon e Luis Paz também foram pra rua. Curiosamente, o VAR entrou em ação e anulou a tarjeta roja para Paz. Trocando vermelho por amarelo. Desse modo, a porteira se abriu, Tomás Chancalay aproveitou rebote de Leo Morales e ampliou a vantagem argentina, aos 81′. Posteriormente, aos 90′, Federico Lertora sacramentou a classificação às semis, com um sonoro 4 x 0.

E AGORA?

A próxima missão do Colón na Copa Sul-Americana, será contra Atlético Mineiro ou La Equidad-COL. Em contraste, o Zulia deverá focar-se apenas em competições domésticas. Los Negriazules voltam à ação no domingo (18), contra o Trujillanos.

MELHORES MOMENTOS

 

Luciano Massi

Sobre Luciano Massi

Luciano Massi já escreveu 115 posts nesse site..

Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...


 

365 Scores

 

Luciano Massi
Luciano Massi
Me chamo Luciano Massi, tenho 20 anos, sou paulistano. Estou no 6º semestre do curso de Jornalismo na Universidade Anhembi Morumbi. Desde criança fanático pelo futebol dentro e fora das quatro linhas, histórias que vão além do esporte. Produzo o Derbicast, podcast voltado ao futebol alternativo, dando enfâse aos esquecidos. Entretanto, nunca me dei bem com a bola...

Artigos Relacionados

Topo