Clássico em Rio Claro movimenta o Grupo 8 da Copinha

Vitoriosos da primeira rodada se enfrentam em um duelo que pode garantir um deles na segunda fase
Grupo 20 da Copinha pode ser decidido no detalhe

Velo Clube e Rio Claro vão estremecer o Benitão, pela segunda rodada da Copa São Paulo de Futebol Jr. Os times se enfrentam nessa rodada, de olho em uma classificação antecipada para a próxima fase do torneio. Já no outro jogo, Marília-MA e Náutico, buscam a todo custo a vitória para ainda sonhar com vaguinha.

Copa São Paulo de Futebol Júnior 2019 – Grupo 8 – 2° Rodada

AE Velo Clube x Rio Claro FC – 16h45

O grande clássico do dia está em Rio Claro, onde o Velo Clube recebe no seu estádio, que sedia o grupo 8, a equipe do Rio Claro, pela segunda rodada da Copinha. Os dois times tiveram uma certa dificuldade para bater seus rivais na última quinta-feira (3). Para manter o ritmo, o Velão conta com Vínicius, autor de dois gols na vitória sobre o Marília-MA. Não só ele, mas a torcida, acima de tudo, conta com o seu faro de gol para bater o rival. Do lado azul do duelo, a vitória sobre o Náutico trouxe uma moral aos jogadores e comissão técnica. Gabriel e João Vitor foram para as redes e pretendem melhorar a marca logo mais.

https://www.facebook.com/veloclube/photos/a.302533006457796/2274837695893974/?type=3&theater

Marília FC – MA x Náutico – 19h

Mais tarde, os derrotados entram em campo pela vida na competição. O Marília, novato no torneio ainda se mostrou melhor, pois ainda conseguiu beliscar um golzinho, com Wemerson, chegando a estar ganhando até a virada de lado. O artilheiro do time no jogo anterior, continua sendo o cara da equipe para os gols. No Náutico, a situação se mostrou mais complicada do que se imaginava, o ataque não produziu e a defesa não foi atenta o bastante para não ser vazada. Por isso, o que parecia muito importante no início, se tornou indispensável agora. Uma derrota e adeus a competição.

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 594 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo