Chuva de granizo adia vitória do Nacional no Clausura Uruguaio

Além do 0 x 0 entre Atenas e Danubio, vitória magra dos tricolores foi adiada aos 58 minutos de jogo e partida foi suspensa

Dois jogos abriram a 10ª rodada do Clausura Uruguaio neste sábado (22). Os dois duelos aconteceram às 16h (horário de Brasília). No Estádio Atenas, o Atenas San Carlos recebeu o Dabubio e não saíram do zero. Paralelamente, o Nacional visitou o Liverpool Montevideo, no Estádio Belvedere, e vencia até os 58′ de jogo, quando o árbitro teve de interromper a partida por conta da chuva de granizo. Veja detalhes do Campeonato Uruguaio.

CLAUSURA URUGUAIO – 10ª RODADA

Atenas San Carlos 0 x 0 Danubio

Em San Carlos, o empate sem gols não ajuda nenhuma das equipes. Os Carolinos negros, embora tenham adicionado um ponto, ainda estão em zona de rebaixamento. Os donos da casa estão contando com uma tremenda falta de sorte, tanto que perderam o último jogo já perto do fim. O Danubio nos últimos quatro jogos não marcou nenhum gol e a posição confortável na tabela anual está ameaçada e pode comprometer sua ida a Libertadores. Um ponto com gosto amargo para o Atenas, que pecou pela falta de eficácia. Começou melhor no primeiro tempo, igualou a visita nos minutos iniciais do segundo tempo e, no ataque final, esteve perto do gol, mas falhou com Federico Castellanos e Lucas Rodriguez consecutivamente e o zero acabou reinando em San Carlos.

Liverpool 0 x 1 Nacional (jogo suspenso)

No duelo que poderia dar a liderança da tabela anual de volta ao Nacional, a chuva de granizo interrompeu o confronto e teve de ser adiado. Os tricolores venciam o Liverpool por 1 x 0, em Belvedere, quando, aos 58′ de jogo, o árbitro Gustavo Tejera, em conversa com os jogadores e treinadores, decidiu pela suspensão do jogo. O cenário impactou, como mostrado nas imagens, num campo completamente branco.

O duelo ainda estava no início da segunda etapa e o gol de Alfonso Espino no primeiro tempo dava a vitória ao Decano. Os negriazules arriscaram empatar e o Nacional optou pelo contra-ataque. No entanto, a tempestade aumentou e o árbitro teve de intervir:

“Os dois concordaram em suspender e assim decidimos. Para resumir, tive que esperar os jogadores se aquecerem novamente, mas o tempo não melhorou e ficamos sem luz. Foi impossível continuar. A partida foi suspensa aos 58 minutos”.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1099 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


Que tal assistir a final da Libertadores no Chile? Cadastre-se e concorra:

Rexona


Forza Football

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo