Chicharito Hernández é desejado por turcos e americanos

Galatasaray e Austin FC estão de olho no mexicano

O mexicano Javier “Chicharito” Hernández pode estar saindo da terra da rainha. Os rumores de que uma negociação com o futebol turco e com os Estados Unidos estão cada vez mais presentes no noticiário, fato que deixa cada vez sólida uma transferência do atleta.

Segundo o site Torcedores.com, em matéria do jornalista Arthur Fernandes, o Austin FC, clube que entrará na MLS em 2021, teria o interesse em contar com o jogador para sua estreia na liga. A nota reproduz um trecho de entrevista do CEO da franquia, Anthony Precourt, falando da empolgação dele em ter Chicharito em seu elenco.

“Ter o Chicharito seria muito especial. Eu ficaria tão animado quanto qualquer outra pessoa. Esse é o tipo de jogador que vamos mirar e daremos o nosso melhor tiro. Nós certamente estaremos ativos em tentar recrutá-lo nos próximos anos. Acho que seria um mercado muito atraente para ele morar aqui, pois teria uma grande qualidade de vida, estaria perto de casa e dos amigos”.

Mas, o sonho de contar com o atacante pode ser atrapalhado pela permanência no futebol europeu. O site do jornal Marca no México, coloca Chicharito também sendo pretendido pelo Galatasaray, clube bicampeão do Campeonato Turco nas temporadas 2017/18 e 2018/19. A informação vinda da Turquia, é de que o vice-presidente do clube, Abdurrahim Albayrak, tem negociações avançadas com Javier, e chegaria para ser um dos grandes pilares da equipe comandada por Fatih Terim.

Vale Lembrar que Chicharito, de 31 anos, tem contrato por mais duas temporadas com o West Ham, da Premier League, clube que defende desde 2017/2018. Por lá, o atacante fez 53 jogos e marcou 15 gols. Antes disso, o mexicano vestiu a camisa de clubes gigantes do futebol mundial, como Real Madrid e Manchester United, nesse último, teve mais notoriedade, passando seis temporadas, marcando 37 vezes em 103 jogos pelos Diabos Vermelhos do lendário Alex Ferguson.

https://twitter.com/RedUnitedBrasil/status/1103804724493586432

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 773 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.


 

365 Scores

 

Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo