Cerro Largo e Progreso 100%, e empate de 8 gols marcam domingo do Uruguaio

Campeões da 2ª divisão de 2018 amassam o Defensor Sporting fora de casa, sensação do ano passado bombardeou, mas fez só um e Fénix e Liverpool empataram em jogaço

A 2ª rodada do Apertura Uruguaio 2019 começou no sábado com quatro jogos: Boston River e o Danubiovenceram por 1 x 0 fora de casa, enquanto o River Plate e o Peñarol golearam seus rivais em casa. Já no domingo, mais três jogos deram continuidade a rodada que se encerra na terça-feira: Fénix Liverpool empataram em jogo de oito gols e o Progreso venceu por 1 x 0 logo após ficar com um homem a mais. Mas a grande surpresa da rodada foi a vitória do Cerro Largo sobre o Defensor Sporting por 3 x 0 fora de casa.

Apertura Uruguaio – 2ª rodada

Fénix 4 x 4 Liverpool

O confronto havia começado há pouco quando Leonardo Fernández recebeu passe na entrada da área, vindo da direita, e chutou no canto esquerdo do goleiro, abrindo o marcador para o Fénix aos sete minutos. Os Albivioletas permaneceram em cima, na pressão, e aos 13’ saiu o segundo gol. Léo Fernández mandou uma bola enfiada na área para Maximiliano Cantera, que cruzou no meio para Mathías Acuña ampliar. Armando Méndez perdeu uma chance clara, na pequena área, sozinho, mandando para fora quando mirava o ângulo.

Mas Méndez se redimiu ao roubar a bola do terceiro gol. O lateral direito deixou com Fernández, que conduziu até o ataque e serviu Acuña na esquerda. O atacante tocou para Maxi Pérez marcar com tranquilidade aos 23’. Ainda era cedo para dizer que o resultado estava definido, ainda mais quando Sebastián Cáceres diminuiu para o Liverpool ao cabecear sozinho na pequena área após cobrança de escanteio aos 26’. E o jogo ficou totalmente aberto aos 33’. Lucas Ocampo driblou Juan Álvez pela direita e chutou cruzado. A bola bateu na trave esquerda e voltou na entrada da pequena área, onde estava Ignacio Ramírez para diminuir e colocar os visitantes de volta ao jogo.

https://twitter.com/CAFenix_/status/1099792272248524800?s=19

Após a volta do intervalo o duelo ficou equilibrado, mais pegado e até alguns amarelos foram distribuídos para acalmar o ímpeto das equipes. Os treinadores mexeram em seus times e as mudanças deram mais dinâmica ao jogo. Os Negriazules perderam um gol em cima da linha, quando Ocampo chutou e Roberto Fernandez se jogou para tirar a bola, evitando o tento. Em seguida, os jogadores locais reclamaram duas vezes de pênaltis, ambos não marcados pelo juiz. Leonardo Fernández cobrou uma falta rasteira que tocou na trave esquerda. Aos 79’, porém, o Liverpool teve outra chance em um escanteio. A bola foi desviada pela multidão e sobrou para Franco Romero que empatou a partida.

Quando o jogo já se encaminhava para um empate, Mathías Acuña fez o quarto gol do Fénix e parecia estar garantindo a vitória. O meio-campista Cantera cruzou na área, mas ela desviou nas costas de Abascal e sobrou para Álvez, que tocou para o meio e a bola bateu na zaga e sobrou para o camisa 29 marcar o segundo dele, aos 87’. Um minuto depois, o goleiro Jorge Bava foi expulso e, com já três substituições feitas, o zagueiro Steve Makuka foi para o gol. Contudo, ainda com muita garra, aos 94’, em outra cobrança de escanteio, Cáceres cabeceou e Ignacio Ramírez desviou para o fundo das redes, selando o empate de uma grande partida.

Progreso 1 x 0 Juventud

Em um confronto onde o time da casa foi bastante superior, criou mais chances, mas foram os detalhes que definiram a partida. O jogo estava pegado, um amarelo para cada lado e pressão dos mandantes. Um chute na trave por Alles, depois mais uma no poste, desta vez de cabeça, por Anthony Sosa, em seguida Alles, novamente de cabeça, mas para a defesa de Britos. O Juventud conseguiu um ataque. Com a dificuldade de penetrar a zaga, García arriscou de longe, mas o goleiro Pérez foi firme e agarrou com tranquilidade. Até que, aos 33′, no ataque, Joaquin Zeballos foi expulso por uma chegada atrasada no lateral esquerdo Loffreda e prejudicou ainda mais os visitantes. Sete minutos depois e saiu o gol da vitória. Rodrigo Veiga foi da esquerda para o meio, driblou dois marcador e tocou na saída do goleiro.

Alles perdeu outra chance para o time da casa ainda no 1º tempo. José Alberti chutou cruzado da ponta direita, sem ângulo, e quase empatou o jogo, já que Pérez estava adiantando. O Juventud teve mais chances na etapa final, cerca de três, mas todas sem perigo, com os Gaúchos del Pantanoso administrando a vantagem até o fim.

Defensor Sporting 0 x 3 Cerro Largo

A equipe de Danielo Núñez literalmente passou o carro nos Violetas. Os donos da casa esboçaram um começo, mas foi apenas uma miragem. A partir dos 10 minutos, foi um festival azul e branco, cheio de futebol e gols. O atacante Sebastian Sosa marcou o primeiro e o segundo, um aos 17′ e outro aos 28′. Cinco minutos mais e pênalti. Adolfo Lima converteu o terceiro. Os visitantes poderiam ter feito mais, .as desperdiçaram. No complemento, o Cerro Largo poupou pernas. Os Arachánes estavam satisfeitos com o placar e o Defensor, que poupou jogadores para o duelo de volta com o Atlético Mineiro, também poupou pernas e não demonstrou um bom futebol. Enquanto isso os visitantes ainda não foram penetrados nesta temporada e figuram entre os líderes e 100%, até então.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1170 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.

BetWarrior


Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo