CBF e o descaso com o futebol feminino

Equipes paulistas foram afetadas diretamente pela CBF
cbf

A Copa do Mundo de Futebol Feminino terminou há pouco tempo, e já se pode ver que o descaso da CBF continua. Apesar do espetáculo de audiência, a categoria continua em segundo plano, e não tem o planejamento necessário para que cresça no cenário. Dois casos que podem ser citados aconteceram com times paulistas.

O PRIMEIRO DESCASO DA CBF

A treinadora do Santos, Emily Lima, postou na última madrugada (15 e 16), vídeos denunciando “erros de logísticas”.  Segundo o material, as jogadoras dormiram no saguão do hotel. Nas gravações é possível ver as atletas dormindo em poltronas simples e outras sentadas em um único sofá. Conforme a comandante do time, o descaso é comum com o futebol feminino. O caso chegou a ser comentado por Casagrande que acha uma irresponsabilidade sem tamanho da organização. Contudo, a CBF lançou um comunicado oficial lamentando o ocorrido.

“A delegação do Santos desembarcou em Manaus às 23h10 desta segunda-feira (15) para o jogo contra o Iranduba pelo Brasileiro Feminino A-1, marcado para 20h desta quarta (17), na Arena da Amazônia. Assim que chegou ao hotel designado (0h05 de terça), foi informada que o check-in só poderia ser feito no início da manhã. Um agente de viagens local, parceiro da CBF, resolveu o problema e conseguiu outro hotel, para onde a equipe seguiu 50 minutos depois (0h55). A confederação lamenta o episódio e está cuidando para que não seja repetido.

A CBF esclarece ainda que os 25 integrantes da delegação do Santos, que, seguindo o regulamento, têm as passagens pagas pela entidade, viajaram no mesmo voo para Manaus. O Santos emitiu passagens extras, pagas pelo clube, para pessoas que embarcaram em outro avião. A organização do campeonato busca sempre as melhores condições para a viagem das equipes. Eventuais conexões e esperas em aeroportos devem-se às possibilidades da malha aérea do país”.

https://www.instagram.com/p/Bz9vfkjhdwv/

O SEGUNDO DESCASO

O São Paulo enfrenta o Taubaté, pela segunda partida nas quartas de final pelo Brasileirão A2. A partida estava marcada para o domingo (21), entretanto, mudou para o dia 20, por conta do clássico entre Flamengo e Corinthians. A disputa estava agendada há um tempo e já sofreu alterações antes. Primeiro seria realizada em Cotia e passou a ser no Pacaembu, agora a data foi mudada. E não teve nota da CBF, apenas alteraram a tabela e colocaram bem pequeno no canto sobre duas alterações. Mostrando novamente que o futebol feminino sempre será colocado em segundo plano pela instituição.

https://www.instagram.com/p/Bz_4Ta8nKnA/

SERIA A INSTITUIÇÃO MACHISTA?

Ainda que os telespectadores tenham admirado a Copa e passaram a frequentar mais os jogos, a instituição não parece estar empenhada. A CBF continua demonstrando o descaso que tem para com a categoria. O que aconteceu com a delegação santista é inadmissível, assim como alterar a data de um jogo importante em cima da hora. Por conta do patrocínio e de todas as coisas preferiram manter o dia para o masculino. Assim, mostrando que não têm realmente interesse em fazer o futebol feminino prosperar.

A CBF mostra com essas atitudes que não quer ver essas meninas brilhando. Portanto, demonstra que por mais que diga que irá investir, seu foco continua sendo no masculino. É incabível que uma instituição não se prepare para amparar todas suas categorias. Deste modo, a organização afirma o seu machismo.

Caroline Aleixo

Sobre Caroline Aleixo

Caroline Aleixo já escreveu 23 posts nesse site..

Caroline Aleixo, mais conhecida como, Carol, é estudante de Jornalismo pela FIAM FAAM. Sonhava em ser cantora, escritora e professora. Cursou letras por dois anos e meio, porém, por imprevistos decidiu se aventurar em jornalismo, se apaixonando perdidamente pelo curso.Fã de Harry Potter, paulista, fã de séries de heróis, séries e filmes clichês são os melhores. Adora futebol e um dia pretende acompanhar de perto o desenvolvimento do futebol feminino pelo Brasil.


 

365 Scores

 

Caroline Aleixo
Caroline Aleixo
Caroline Aleixo, mais conhecida como, Carol, é estudante de Jornalismo pela FIAM FAAM. Sonhava em ser cantora, escritora e professora. Cursou letras por dois anos e meio, porém, por imprevistos decidiu se aventurar em jornalismo, se apaixonando perdidamente pelo curso.Fã de Harry Potter, paulista, fã de séries de heróis, séries e filmes clichês são os melhores. Adora futebol e um dia pretende acompanhar de perto o desenvolvimento do futebol feminino pelo Brasil.

Artigos Relacionados

Topo