Héctor Silva: o uruguaio ídolo do Peñarol, com passagens por Palmeiras e Portuguesa

- 'Lito' foi relevado pelo Danubio, mas se destacou na equipe carbonera até atuar no futebol brasileiro

Héctor Silva, com a camisa do Peñarol na década de 60.

Héctor Silva, apelidado de 'Lito', nasceu em 1 de fevereiro de 1940, em Montevideo. Ele que começou a carreira em divisões inferiores no Uruguai, se tornou titular aos 16 anos quando foi contratado pelo Danubio. Entretanto, foi no Peñarol onde ele teve o seu maior destaque como jogador, conquistando Libertadores

O título Intercontinental do Peñarol sobre o Benfica

- 59 anos se passaram do título dos aurinegros

Peñarol X Benfica 1961

A segunda edição da Copa Intercontinental ocorreu em 1961. O primeiro deles, portanto, foi no ano anterior, derrota do Peñarol sobre o Real Madrid - revés frustrante para os uruguaios. No entanto, ao conquistarem o título da Copa Libertadores da América, sobre o Palmeiras, os aurinegros foram coroados campeões Intercontinentais

Ricardo Brandón: o artilheiro uruguaio no México

- O atacante celeste fez história ao atuar 12 anos no país Azteca

Ricardo Brandón

Desclausurando o Uruguaio é uma coluna semanal com o intuito de explorar histórias, curiosidades e tudo o que envolve o futebol bicampeão mundial. De certo, a história de hoje é inesperada. Trata-se da carreira do atacante Ricardo Brandón. Caito, como era apelidado, fez praticamente toda a sua carreira no México

Alberto Spencer: o maior artilheiro da Libertadores que nunca foi homenageado pelo Peñarol

- O atacante conquistou três Libertadores, duas Copas Intercontinentais e oito títulos uruguaio com a camisa do clube

Abelto Spencer do Peñarol e Pelé Juntos

O filho do lendário Alberto Spencer, do Peñarol, Walter Spencer criticou recentemente contra a diretoria dos carboneros. Na recente entrevista ao programa 100% desporto, pela rádio 'Esporte 890', o primogênito do artilheiro histórico disse que o clube uruguaio não deu até hoje o tratamento que Alberto deveria receber. Além disso,

Jorge García: o uruguaio que ficou perto de jogar no Chelsea e terminou com a carreira ao assassinar o próprio pai

- O jogador foi destaque na base do Danubio e da Seleção Uruguai, mas os problemas extra-campo foram determinantes no final de carreira

Jorge García, a promessa uruguaia que não vence o extra-campo

De um bairro precário no Uruguai para o Chelsea. Este parecia ser o destino de Jorge García, ainda em 2004, quando o clube inglês se interessou pelo jovem de 17 anos na época, que tinha boas atuações na base do Danubio e da Seleção Uruguaia. Entretanto, todo o seu talento

O dia em que o Peñarol foi campeão em solo argentino

- Em dezembro de 1916 os uruguaios venceram o Rosário Central pela Copa da Competição Internacional

Peñarol campeão em solo argentino contra o Rosário Central

A Copa da Competição de 1916 da Associação Argentina acompanhou um clube de outro país conquistar a Final Internacional do torneio. Isso porque o Peñarol, do Uruguai, derrotou o Rosário Central - que havia vencido o 'Jockey Club' contra o Independiente - na grande final em 24 de dezembro daquele ano. Entretanto,

Plaza Colonia: o Leicester Uruguaio que conquistou o Clausura em 2016, com ‘ajuda’ de Diego Lugano

- O Picapiedras surpreendeu a todos ao sair da lanterna na 2ª divisão uruguaia e superar o Peñarol um ano e meio depois, conquistando o título épico

Plaza Colonia campeão Clausura 2016

Diego Lugano foi revelado pelo Nacional, do Uruguai, mas antes de ir para o São Paulo, jogou com a camisa do Plaza Colonia, por empréstimo em 2002. Ao todo foram 46 partidas e quatro gols marcados pelo Patas Blancas. E 14 anos depois, de certa forma, ajudou a pequena equipe

Peñarol x Santos – a noite das garrafadas

- A história de um dos jogos mais marcantes entre Peñarol e Santos

Santos

Desclausurando o Uruguaio é uma coluna semanal com o intuito de explorar histórias, curiosidades e tudo o que envolve o futebol bicampeão mundial. Decerto, o tema dessa semana será um grande jogo que entrou para a história do futebol sul americano. Falaremos do confronto entre o Peñarol de Spencer e Pedro

Maracanazo: a comemoração dos jogadores uruguaios no dia em que o Brasil ‘chorou’

- Diz a lenda que que os uruguaios foram as ruas consolar os brasileiros desolados

Seleção do Uruguai de 1950 no Maracanazo

Em uma tarde de domingo, às 16 horas e 50 minutos, mais precisamente no dia 16 de julho de 1950, os uruguaios conquistaram o mundo. O Maracanã estava completamente lotado, incluindo convidados, profissionais que estavam a serviço e todos os torcedores, havia quase 200 mil pessoas no estádio. O Brasil

Enzo Francescoli: o craque uruguaio que fez história no River Plate e foi ídolo de Zidane

- Zizou batizou seu primogênito como Enzo, em homenagem ao uruguaio

Enzo Francescoli e Zidane juntos

Em 12 de novembro de 1961, em Montevidéu, nasceu Enzo Francescoli Uriarte, ídolo do futebol uruguaio, sem ao menos ter jogado por Peñarol e Nacional. Ele que, com todo seu estilo clássico e elegância passou a ser chamado de 'El Príncipe'. Dessa forma, Francescoli foi considerado craque em um período