Brasil vence Peru e fatura Copa América pela 9ª vez

- Confronto foi marcado por expulsões e uso do VAR

Diante se sua torcida em seu país, o Brasil levantou pela 9ª vez a taça de Campeão da Copa América. Assim, na tarde deste domingo (7), a seleção canarinho enfrentou o Peru. Como resultado terminou com a vitória por 3 x 1, com direito a expulsão de Gabriel Jesus e também penalidades marcadas sendo vistas pelo VAR. Por fim, a seleção faturou a competição mais uma vez como sendo o país, já que venceu todas as vezes que sediou a competição.

1º TEMPO

Maracanã lotado e clima de festa nas arquibancadas, foi dessa forma que o jogo começou. Entretanto, em campo a seleção peruana iniciou melhor, buscando o gol logo nos primeiros lances. Assim, já no primeiro minuto em falta da intermediária, Cueva arriscou de longe, assustando o goleiro Alisson, que apenas observou a bola passar rente a trave direita. Dois minutos depois foi a vez de Tapia, o camisa 13 arriscou de longe, entretanto pegou torto na bola, resultando em suia saída pelo lado esquerdo, após isso. Contudo, o Brasil começou a dominar as ações do jogo, acoando a seleção peruana em seu campo de defesa.

Não demorou muito e o Brasil inaugurou o marcador. Aos 14 minutos,  Gabriel Jesus recebeu pelo lado direito, o camisa 9 chamou a marcação para dançar, e cruzou para a área. A bola viajou e encontrou Éverton livre na segunda trave, o ponta esquerda acertou de primeira, sem chances para Gallese. Em seguida,  a Seleção Brasileira permanecia atacando, e buscando aumentar sua vantagem. Deste modo, Coutinho quase ampliou aos 21′. Alex Sandro cruzou para o camisa 20 no meio da área, o brasileiro deu um leve toque de perna direita, porém a bola passou rente da trave direita.

Após isso, a seleção peruana começou a dominar as ações do jogo, com maior posse de bola o time buscou sempre o empate. Com isso ocorreu um crescimento no volume de jogo do adversário. Dessa maneira, aos 40 minutos, Cueva tabelou com Flores. Entretanto, Thiago Silva tentou o corte em carrinho, a bola bateu no braço do zagueiro e o árbitro marcou a infração.

Após chegar as penalidade no VAR, Paolo Guerrero bateu no canto esquerdo, tirando Alisson da foto empatando o jogo. Entretanto, não demorou muito e o Brasil marcou o segundo. Assim, Firmino  roubou a bola que ficou livre para Arthur. O volante avançou e encontrou Gabriel Jesus livre no meio, o atacante dominou, invadiu a área e bateu na saída de Gallese para colocar a seleção brasileira novamente a frente do placar.

2º TEMPO

Na etapa final de jogo, o Brasil teve a chance de aumentar o marcador logo nos primeiros minutos. Assim, aos cinco, Philippe Coutinho recebeu na entrada da área pelo lado direito, o jogador dominou e tentou o chute colocado. Porém, a bola passou rente a trave direita saindo pela linha de fundo. Logo depois, Alex Sandro recebeu e de primeira levantou na área. Firmino antecipou-se a marcação de cabeça e levou perigo para Gallese. Todavia, foi ai que as coisas começaram a mudar um pouco. O Peru começou a impor ritmo de jogo no confronto e passou a dominar as ações, mantendo o os brasileiros na defesa.

Ainda mais que aos 24 minutos o atacante Gabriel Jesus levou o segundo cartão amarelo. Assim, resultando na expulsão do jogador de campo. O camisa 9 subiu para dividir a bola com Zambrano no alto, o peruano alegou cotovelada do brasileiro. Foi ai que o árbitro expulsou o brasileiro que saiu de campo irritado e chorando no vestiário. Apesar da expulsão, Tite manteve a equipe no ataque, tirou Roberto Firmino e colocou Richarlison. Além de colocar Éder Militão no lugar de Coutinho.

Com um jogador a mais em campo, o Peru começou a buscar mais o jogo, tentando o segundo gol. Com o intuito de levar o confronto para os pênaltis a pressão aumentava, porém o canarinho conseguia se safar. Enfim saiu o gol, Everton roubou a bola, avançou, invadiu a área e foi derrubado por Zambrano. Rapidamente a arbitragem marcou penalidade, sendo confirmada pelo VAR.  Richarlison  bateu firme, rasteiro, no canto direito, fechando o placar e dando ao Brasil o 9º título da competição.

BRASIL E CAMPEÕES

Com a vitória de hoje o Brasil chega pela 9ª vez ao título, com o Uruguai com 15 títulos em primeiro. Seguido de perto pela Argentina com 14. Os campeões dominaram a premiação da competição, Everton levou o prêmio de artilheiro e melhor jogador da final. Alisson ganhou como melhor goleiro, além de Daniel Alves, eleito o melhor jogador da competição. Finalizando com o prêmio de Fair Play para a seleção. Com a conquista, a seleção garantiu vaga na última edição da Copa das Confederações, que será realizada em 2021 no Qatar.

MELHORES MOMENTOS

Raphael Almeida

Sobre Raphael Almeida

Raphael Almeida já escreveu 397 posts nesse site..

Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

365 Scores

BetWarrior


Raphael Almeida
Raphael Almeida
Raphael Almeida, jornalista 30 anos, apaixonado por futebol, tenho como sonho ser repórter de campo, desde pequeno frequento a várzea de futebol, vendo meu pai jogar. Ali vi que minha vontade era de falar sobre esse esporte, frequentador das arquibancadas do maior palco de futebol paulista. Sou torcedor, mas acima de tudo sou esportista!

Artigos Relacionados

Topo