Botafogo vai à justiça para anular duelo contra o Palmeiras

Time oficializou pedido de anulação contra a arbitragem na noite desta segunda-feira (27)
Botafogo pede anulação de jogo contra o Palmeiras

O Botafogo oficializou nesta segunda-feira (27) o pedido de anulação da partida contra o Palmeiras. O jogo aconteceu no último sábado (25), pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time protocolou a representação no STJD. Ainda, o pedido foi encaminhado para a análise de Paulo César Salomão Filho, presidente do STJD. Ainda, na terça-feira, a equipe também apresentará a reclamação na Comissão Brasileira de Futebol, a CBF. A equipe reclama da atuação irregular da arbitragem.

Na última rodada do Brasileirão, o Porco acabou vencendo por 1 x 0. Dessa forma, na ocasião, o gol foi marcado por Gustavo Gómez, de pênalti. No jogo, Gatito soltou a bola após uma finalização de Dudu. Sendo assim, Gabriel acabou pisando no tornozelo de Deyverson. Dessa forma, com o jogador do Verdão no chão, o juiz mostrou o cartão amarelo para o palmeirense por simulação. Contudo, foi alertado pelo VAR, conferiu as imagens e marcou a penalidade máxima.

No entanto, a reclamação do Alvinegro é que após o amarelo em Deyverson, a bola chegou a rolar. Sendo assim, o jogo chegou ser a reiniciado. Com o juiz acompanhando, o goleiro botafoguense chegou a mandar a bola para Gabriel. Ainda, o jogador chegou a devolver ao paraguaio antes que o árbitro Paulo Roberto apitasse e paralisasse a partida para receber a ajuda do VAR.

O QUE DIZ O PROTOCOLO DO VAR?

Logo, a atitude do árbitro iria contra as regras do VAR. De acordo com a regra 5 da FIFA e o protocolo 8.12 do VAR, onde afirma que a decisão do árbitro não poderia ser alterada após o reinício da partida. Além disso, o protocolo do VAR afirma que uma partida só pode ser invalidada em apenas quatro ocasiões. Dessa maneira, uma delas é ”em caso de revisão de uma situação/decisão não passível de revisão”. Assim, seria o caso da partida entre os dois times, onde o árbitro teria analisado o lance quando já não era mais permitido.

O QUE DIZ O BOTAFOGO?

O presidente do Fogo, Mufarrej quer o árbitro Paulo Roberto Alves Jr. longe das partidas do clube. “Estamos pedindo que o juiz não apite mais partidas do Botafogo, que ele vá se reciclar, é um absurdo. Não adiantou muito a reciclagem do ano passado, isso também é problema da CBF”, afirmou o presidente do Botafogo.

Lauren Berger

Sobre Lauren Berger

Lauren Berger já escreveu 352 posts nesse site..

Gaúcha e estudante de jornalismo. Desde pequena, sou apaixonada por Inter, e assim como a maioria dos brasileiros, apaixonada por futebol. Amo escrever, ainda mais quando se trata da minha paixão!

Forza Football

 

Rivalo Apostas Esportivas
Lauren Berger
Lauren Berger
Gaúcha e estudante de jornalismo. Desde pequena, sou apaixonada por Inter, e assim como a maioria dos brasileiros, apaixonada por futebol. Amo escrever, ainda mais quando se trata da minha paixão!

Artigos Relacionados

Topo