Botafogo tropeça, e Botafogo-SP avança para a segunda fase da Copinha

- O Pantera se classificou na Copa São Paulo sem ter levado um gol sequer
Botafogo-SP vence por 2 x 0 e elimina o Botafogo da Copa São Paulo

Neste sábado (11) o Botafogo-SP enfrentou o Botafogo do Rio de Janeiro no Estádio Antônio Viana da Silva, em Assis, às 11h (horário de Brasília) pela 2ª fase da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Com gols de Wesley e Edgar, o time paulista eliminou a equipe carioca por 2 x 0 e avançou para a terceira fase.

COPA SÃO PAULO 2020 – 2ª FASE

1º tempo

O técnico Marcos Soares optou por trazer o mesmo Botafogo do primeiro jogo contra o Visão Celeste e logo o Alvinegro pressionou. A equipe carioca chegou pelo lado direito com cruzamento de Renato, mas a zaga da equipe adversária afastou. O início do jogo teve muitas ligações diretas de ambas as equipes. O Glorioso começou marcando forte no campo de ataque, mas o Pantera não permitiu que o time carioca saísse jogando. Entretanto, após contra-ataque, o Botafogo-SP armou jogada com Wesley, que tocou para Rondinely, que recebeu na área e foi derrubado pelo zagueiro Souza. Wesley cobrou no canto direito do goleiro da Seleção Sub-20, Andrew, e abriu o marcador. Por conseguinte, o Botafogo respondeu com muito perigo. Aos 16’ Maxuel recebeu na entrada da área e finalizou em cima do goleiro do Pantera.

Wesley, autor do gol, saiu de campo sentindo fortes dores na coxa direita e foi substituído por Dudu aos 18’. O jogo deu uma esfriada, mas com o Glorioso detendo a maior posse de bola e tentando se infiltrar na defesa do time mandante. Mesmo jogando mais ofensivo, o Botafogo não assustava. Até que aos 35’ Enio recebeu dentro da área e, ao tentar o cruzamento, foi interceptado com um toque de mão do zagueiro João Victor. Maxuel foi para a cobrança da penalidade, mas isolou, mandando a bola por cima do gol. O Alvinegro carioca ainda tentou buscar o gol de empate aos 39’, mas a bomba de Wendel foi defendida por Gustavo.

2º tempo

Precisando do empate e, posteriormente, da virada, o Botafogo entrou na segunda etapa do jogo com três alterações. Saíram Maxuel, Diego, Romildo e Renato, e entraram Marquinhos, Elivelton, Juninho e Thiaguinho. O jogo persistiu intenso, com o Botafogo-SP marcando a saída de bola do Alvinegro e intensificando as duas linhas de defesa. Assim, o time paulista passou a permanecer a maior parte do tempo recuado em seu campo. Aos 9’ Dentinho tabelou com Rondinely que finalizou rasteiro para as mãos de Andrew. Em resposta, Wendel arriscou chute de longa de distância que obrigou o goleiro Gustavo a defender em dois tempos. O primeiro cartão amarelo da partida foi quando Matheus fez falta dura em Maciel, volante carioca.

Com o Botafogo atacando e montando jogadas a partir dos erros do adversário, Fernando Braghin fez substituição dupla aos 20’. Entraram Edgar e Alexandre nos lugares de Rondinely e Dentinho. O Fogão continuou insistindo até que aos 21’ o gol de empate quase saiu. Maciel recebeu pela ponta esquerda e lançou Marquinhos na área, o camisa 19 atacou a bola de carrinho, mas ela saiu por pouco. Por outro lado, o goleiro Andrew operou milagre aos 37’, após Gabriel arriscar de fora da área e, no rebote, Edgar emendar um chute bloqueado pelo camisa 1. Em seguida, Edgar foi derrubado por Elivelton na área. Aos 39’, Edgar cobrou com categoria e marcou o segundo gol. Por fim, após ter levado seu segundo amarelo no jogo por colocar a mão na bola, Souza foi expulso e deixou o Botafogo com um a menos nos minutos finais.

E AGORA?

Com o resultado, Botafogo-SP se classificou para a segunda fase do mata-mata e aguarda seu adversário que sairá do jogo entre Novorizontino e Atlético-GO, segundo colocado do grupo 3. O jogo que ocorrerá às 16h (horário de Brasília). Em contrapartida, o Botafogo, que jamais conseguiu levantar a taça da competição, está fora da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

Foto destaque: Reprodução/Instagram Botafogo-SP

Iara Alencar

Sobre Iara Alencar

Iara Alencar já escreveu 51 posts nesse site..

Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Alagoas, apaixonada por esportes e com pretensão de alavancar na carreira de assessoria de comunicação ou imprensa, precisamente no âmbito esportivo (futebol de preferência). O objetivo é aperfeiçoar a construção dos textos, a fim de sair da zona de conforto dos gêneros que estou habituada a escrever (reportagens e artigos opinativos), além de abranger meus conhecimentos pessoais e profissionais. Tenho 23 anos, sou bastante comunicativa, perfeccionista em suas limitações e persistente em tudo o que faço.

365 Scores

BetWarrior


Iara Alencar
Iara Alencar
Estudante de Jornalismo na Universidade Federal de Alagoas, apaixonada por esportes e com pretensão de alavancar na carreira de assessoria de comunicação ou imprensa, precisamente no âmbito esportivo (futebol de preferência). O objetivo é aperfeiçoar a construção dos textos, a fim de sair da zona de conforto dos gêneros que estou habituada a escrever (reportagens e artigos opinativos), além de abranger meus conhecimentos pessoais e profissionais. Tenho 23 anos, sou bastante comunicativa, perfeccionista em suas limitações e persistente em tudo o que faço.

Artigos Relacionados

Topo