“Bomba Biológica”: o efeito das oitavas de final da UEFA Champions League sobre o Coronavírus

- Partidas das da competição são apontadas como fatores de propagação do COVID-19 na Europa
UEFA Champions League Coronavírus

O COVID-19 é uma doença que já traz caos e transtorno aos quatro cantos do planeta. Entretanto, a Europa sofre de uma maneira alarmante com essa propagação. Ao todo, o Velho Continente já registra 30 mil mortes em função do vírus. Itália, Espanha, França e Reino Unido são os países mais afetados. Com isso, autoridades e pessoas do futebol criticaram duramente a realização das partidas da UEFA Champions League mesmo com o surto do Coronavírus. Dessa forma, os jogos entre Atalanta x Valencia e Liverpool e Atletico de Madrid são os mais criticados.

ATALANTA X VALENCIA

Primeiramente, no jogo de ida das oitavas de final, Atalanta x Valencia se enfrentaram em Milão. Na ocasião, o clube italiano não poderia realizar o jogo na sua cidade em Bérgamo. Com isso, o confronto teve que ser realizado na capital da Lombardia, local mais afetado pelo COVID-19 no país. Sendo assim, cerca de 65 mil torcedores fizeram o trajeto pelas duas cidades para assistir a partida da UEFA Champions League mesmo com o Coronavírus.

Hoje, Bérgamo é uma das cidades mais afetadas pela doença. O prefeito do município, Giorgio Gori, afirmou nas suas redes sociais o impacto da partida na propagação do COVID-19. Além do impacto nos torcedores, jogadores do próprio Valencia também testaram positivo para o Coronavírus.

“O jogo foi uma bomba biológica. Naquela época, não sabíamos o que estava acontecendo. O primeiro paciente na Itália surgiu em 23 de fevereiro. Se o vírus já estava em circulação, os 40 mil torcedores que foram ao San Siro foram infectados. Ninguém sabia que o vírus estava circulando entre nós”, afirmou Gori.

LIVERPOOL x ATLETICO DE MADRID

Além do confronto entre italianos e espanhóis, outro duelo pela Champions League vem sendo apontado como um fator para a propagação do Coronavírus. Sendo assim, o jogo disputado entre Liverpool x Atletico de Madrid, pela volta das oitavas de final da competição, foi realizado em meio ao surto do COVID-19 na Europa. Mesmo assim, a partida foi autorizada a ser realizada com portões abertos. Dessa forma, 55 mil torcedores, sendo 3 mil vindos de Madrid, acompanharam a vitória Colchonera por 2 x 3.

Desde então, o número de casos da doença tem se alastrado tanto por Liverpool, quanto por Madrid. Os técnicos Jurgen Klopp dos Reds, e Carlo Ancelotti, do Everton, clubes da cidade inglesa, criticaram duramente a realização do confronto na terra dos Beatles.

“Fazem duas semanas, mas parece que faz muito tempo que nós jogamos contra o Atlético. Eu lembro que nós já sabíamos sobre a situação com o coronavírus no mundo mas ainda estávamos “no nosso túnel”, ainda não tinha realmente entrado na nossa cabeça. Na segunda de manhã (dois dias antes do jogo contra o Atlético), eu acordei e soube da situação (do coronavírus) em Madri, que eles iriam fechar escolas e universidades a partir de quarta-feira, então foi realmente estranho se preparar para aquela partida, para ser honesto. Eu normalmente não me incomodo com as coisas ao redor, eu consigo levantar barreiras quando estou preparando um jogo, mas naquele momento foi realmente difícil “- disse Klopp em entrevista ao site oficial do Liverpool.

“Klopp me disse que ter disputado aquele Liverpool x Atlético naquelas condições foi um ato criminoso. Eu penso que ele tem razão”, afirmou Ancelotti

Foto destaque: Reprodução/Miguel Medina/AFP

Caíque Ribeiro

Sobre Caíque Ribeiro

Caíque Ribeiro já escreveu 464 posts nesse site..

Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 19 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

365 Scores

BetWarrior


Caíque Ribeiro
Caíque Ribeiro
Olá, eu sou Caíque Ribeiro, tenho 19 anos e a paixão por esportes corre em minhas veias, sobretudo, o futebol. Um amante do futebol tanto brasileiro, quanto europeu e ainda sim, do alternativo. Tendo como maior jogador que vi jogar, Ronaldinho Gaúcho e grandes memórias futebolísticas. Estou cursando jornalismo pela Universidade Anhembi Morumbi. Quando criança,sonhava em ser jogador de futebol,mas a vida me planejou outros rumos. Desde então, decidi juntar duas paixões: a paixão por escrever e a paixão pela pelota, e seguir nessa jornada,sempre disposto a trazer a informação de forma correta e apurada ao público. Além de futebol, escrevo e sou comentarista sobre basquete na Rádio Poliesportiva. Instagram: @caiqueribero, Twitter: @CRSousa5

Artigos Relacionados

Topo