Boca Juniors goleia LDU Quito e abre vantagem na Libertadores

- A altitude não foi obstáculo para os argentinos atropelarem o clube equatoriano
Boca Juniors goleia LDU Quito e abre vantagem na Libertadores

Fora de casa, o Boca Juniors passou por cima da altitude do Equador e derrubou a LDU Quito por 3 x 0. A partida realizada na noite da última quarta-feira (21) no Estádio Rodrigo Paz Delgado em Quito, Equador, foi o primeiro confronto na partida de ida da Copa Libertadores da América 2019. Como resultado, a equipe Azul y Oro está cada vez mais próxima das semifinais do torneio. Porém, os equatorianos na volta, terão que tentar reverter o placar ou levar para os pênaltis em La Bombonera. Assim, poderão acreditar na classificação.

1° TEMPO

O cenário era favorável aos equatorianos, assim tiveram a maior posse de bola. Andrés Chicaiza até chutou de longe na primeira oportunidade, mas ficou com o argentino Esteban Andrada. Porém, aos 11 minutos, o Boca já abriu em 1 x 0: Alexis Mac Allister lançou para Ramón Ábila que na cara do gol driblou o goleiro e chutou para o fundo das redes. Ainda na primeira etapa, o clube argentino teve que fazer uma importante substituição. Mauro Zárate sentiu a perna e Emanuel Reynoso entrou no lugar do meia.

Após uma roubada de bola, Ábila quase marcou o segundo para os Xeneizes aos 27′, mas a bola passou raspando na lateral do gol. Pressionada, a LDU trocou o atacante Rodrigo Aguirre, que já tinha recebido um cartão amarelo, por Cristian Borja para dar mais movimentação no ataque. Entretanto, os equatorianos foram infelizes nos acréscimos. Aos 48′, o volante Jefferson Orejuela foi expulso por pegar duro no pé direito de Reynoso. A equipe equatoriana com um jogador a menos, terminou o tempo perdendo.

2° TEMPO

Na volta, os argentinos vieram com tudo. Em dois minutos de jogo, Reynoso cobrou uma falta e soltou a bomba de canhota. O goleiro da LDU, Adrián Gabbarini, só acompanhou a bola entrar no canto esquerdo, sem reação. Assim, o Boca aumentava a vantagem em 2 x 0. A situação da equipe equatoriana se complicou, e tiveram o segundo cartão vermelho com Kevin Minda que estava no banco por reclamação.

Apesar dos desfalques, os equatorianos reagiram na metade do jogo. Mas, o goleiro argentino Andrada foi preciso nas defesas e afastava ainda mais as chances de gols adversárias. A equipe Azul y Oro ainda teve um gol anulado aos 25 minutos. Mas, conquistaram o terceiro já aos 35 minutos com um presente do clube de Quito. O argentino Ábila recebeu o lançamento e chutou em direção ao goleiro Gabbarini.  Mas, o rebote bateu em Luis Caicedo Medina e o jogador equatoriano em velocidade jogou para o gol sem intenção. Deste modo, fechou o placar em 3 x 0 para a alegria dos visitantes e, com o agregado de 3-0, os argentino garantiram boa vantagem para jogar em casa.

E AGORA?

Os dois clubes voltam a campo na grande decisão na partida de volta que garante o avanço para as semifinais da Libertadores. Na ocasião, o jogo será na próxima quarta-feira (28) às 19h15 (horário de Brasília) na casa dos Xeneizes em La Bombonera em Buenos Aires, Argentina. Mas, antes o LDU encontra o Tecnico Universitario no sábado (24) às 19h15 (horário de Brasília) pelo Campeonato Equatoriano. Já o  Boca Juniors, será o visitante contra o Banfield no domingo (25) às 20h (horário de Brasília) pelo Argentino.

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Divulgação/Boca Juniors

Amanda Cruz

Sobre Amanda Cruz

Amanda Cruz já escreveu 147 posts nesse site..

Sou Amanda Cruz, formada em História e estudante de jornalismo. Paulistana, filha de pernambucanos e atualmente moro em Lorena/SP. Despertei minha paixão pelo futebol na Copa de 2006 e desde lá o amor só cresceu. Curiosa sobre o esporte e amante de História, gosto de estar sempre por dentro do assunto: acompanho boa parte de notícias e jogos, principalmente das ligas internacionais. O futebol é um esporte emocionante e como uma boa (futura) jornalista, escrever sobre ele é demais!

365 Scores

BetWarrior


Amanda Cruz
Amanda Cruz
Sou Amanda Cruz, formada em História e estudante de jornalismo. Paulistana, filha de pernambucanos e atualmente moro em Lorena/SP. Despertei minha paixão pelo futebol na Copa de 2006 e desde lá o amor só cresceu. Curiosa sobre o esporte e amante de História, gosto de estar sempre por dentro do assunto: acompanho boa parte de notícias e jogos, principalmente das ligas internacionais. O futebol é um esporte emocionante e como uma boa (futura) jornalista, escrever sobre ele é demais!

Artigos Relacionados

Topo