Boavista 2000/01: a coroa do Pantera

- Os Axadrezados desbancaram os favoritos e conquistaram a elite do Campeonato Português
Um novo século pede um campeão inédito: Boavista 2000/01

Olá, fãs do Brasil! O Gajo Conta essa semana sobre algo que eu gosto muito. Desse modo, vamos falar sobre “tabu quebrado”. A Primeira Liga, como é conhecida a competição da 1ª divisão do futebol português, contém apenas cinco campeões em toda a sua história. Entretanto, dois clubes conquistaram uma única vez. Belenenses e Boavista. Porém, se a conquista dos Azuis do Restelo, na temporada 1945/46, já foi surpreendente, imagina a dos Axadrezados, após mais de 50 anos de títulos divididos entre os “Três Grandes“, Benfica, Porto e o meu querido Sporting? Sendo assim, é hora de conhecermos mais sobre os Panteras de 2000/01.

OS PRIMÓRDIOS

Fundado em 01 de agosto de 1903, o Boavista Futebol Clube é uma instituição futebolística da cidade de Porto. Dessa forma, situada a mais de 7.000 quilômetros de distância da minha Ilha da Madeira. Com o crescimento do futebol em Portugal, assim como em toda a Europa, o Campeonato Português começou a ser disputado em 1935, após a conclusão dos campeonatos regionais. Entretanto, apenas oito equipes participaram, e o Boavista não estava entre eles. Em suma, o Porto conquistou o título da, até então, Primeira Liga Experimental. Inclusive, logo de cara tivemos os Três Grandes no topo da classificação, com Sporting em 2º e Benfica em 3º.

O sistema adotado pela competição era de que iriam oito times divididos entre os quatro torneios regionais mais disputados. Desse modo, na 2ª edição já tivemos a presença do Boavista – além dos Dragões, o outro representante de Porto em 1935 havia sido o Acadêmico do Porto. Porém, em sua estreia, os Axadrezados terminaram a competição na 6ª colocação. E tivemos Benfica, Porto e Sporting entre os três primeiros, com as Águias sangrando-se campeãs.

Equipe do Boavista em 1923 (Divulgação/Wikipédia)

LEIA MAIS

Memória Lusitana: Vitor Baía, o Campeão dos Campeões

Batalha de Nuremberg: o jogo à lá Libertadores na Copa do Mundo de 2006

Dérbi do Minho: A rivalidade milenar

As primeiras glórias para o adepto do Boavista ocorreram na década de 1970, onde o elenco conquistou quatro títulos, sendo três Taças de Portugal (1974/75, 1975/76 e 1978/79) e uma Supertaça Cândido de Oliveira (1979). Ou seja, os dois torneios continham finais. Sendo assim, pela Taça, as Panteras venceram o Benfica, Vitória de Guimarães e Sporting. Já pela primeira edição da Supertaça, bateram o Porto, campeão da Primeira Liga de 1979. Ou seja, os Axadrezados desbancaram os Três Grandes e um dos seus maiores rivais.

Vale ressaltar que, até a conquista do Boavista diante dos Dragões, os maiores times de Portugal já somavam 44 títulos da Primeira Liga, sendo sete a favor do Porto, 14 para os Leões e 23 das Águias.

PANTERA COM COROA DE LEÃO

O Belenenses conquistou o Campeonato Português em 1946. Naquela altura o maior campeão era o Benfica (seis), seguido de Porto (três) e Sporting (dois). Entretanto, os Três Grandes comandaram por mais 55 anos.

A Primeira Liga de 1999/00 foi conquistada pelo Sporting, onde o Boavista foi o 4º colocado. Porém, na temporada anterior, onde o Porto sagrou-se campeão, os Panteras desbancaram as Águias e os Leões, e conquistaram o vice-campeonato. Ou seja, a equipe já brigava na parte de cima para levar o torneio mais importante de Portugal.

Apesar disso, a década de 1990 foi de sorrisos para os torcedores do Boavista desde a temporada 1991/92, com mais um título da Taça de Portugal e outro da Supertaça, batendo o Porto nas duas finais. Inclusive, voltou a vencer os Dragões pela Supertaça de 1997. Contudo, após derrotar o Benfica pela Taça.

Jogadores do Boavista comemoram título da Taça de Portugal 1991/92 (Divulgação/Mundo Desportivo)

Desse modo, para continuar forte na busca pelo inédito título da Primeira Liga, o técnico Jaime Pacheco contou com as chegadas do goleiro senegalês Khadim Faye (reserva de Ricardo), dos defensores Rui Óscar, Nuno Frechaut e o brasileiro Marçal, dos meias Gouveia, Pedro Santos, Petit e o brazuca Gouveia, além dos atacantes estrangeiros, sendo o guineense Almani Moreira e os colegas de profissão do Brasil, Duda e Demétrius. Sendo assim, 29,6% do elenco era formado por brasileiros.

Com o Sporting sendo o atual campeão, os Panteras iniciaram a Primeira Liga 2000/01 com o intuito de tomar posse da coroa do Leão. E conseguiram. A campanha começou perfeita, com duas vitórias nas duas primeiras rodadas. Entretanto, o Boavista tropeçou na 3ª rodada e só voltou à  liderança na 17ª jornada, mas não a largou mais, fazendo um segundo turno quase perfeito, com 12 vitórias e apenas duas derrotas, além de três empates. Só para ilustrar, em 34 rodadas, os Axadrezados conquistaram 23 vitórias, oito empates e três derrotas.

A confirmação de uma temporada histórica aconteceu após uma vitória diante do já rebaixado Desportivo Aves, por 3 x 0. Em contrapartida, com o título confirmado, o Boavista visitou o vice-líder Porto e teve sua faixa de campeão carimbada. Sendo assim, goleada dos Dragões por 4 x 0, com hat-trick do meu companheiro de seleção Deco.

O Boavista não teve um jogador entre os artilheiros. Porém, o trio de ataque formado por Duda (10 tentos), Elpídio Silva (11) e Martelinho (4) foram essenciais para a conquista. Entretanto, o artilheiro do time ainda tinha a sombra do companheiro Whelliton, autor de 7 gols. Por outro lado, outra grande arma dos Panteras era o sistema defensivo. Principalmente com o jovem goleiro Ricardo. Assim também, o Estádio do Bessa era um dos principais pontos positivos dos Axadrezados, pois foram 16 vitórias como anfitriões.

Definitivamente, o Campeonato Português é dominado pelos Três Grandes. Todavia, uma equipe de futebol, seja em Portugal ou qualquer outro lugar do mundo, precisa inspirar-se em Belenenses e Boavistas, por exemplo. Pois, dessa forma, histórias como essas continuarão sendo contadas. Inclusive, o próprio Boavista, após o título de 2000/01, chegou à 3ª divisão lusitana em 2008/09 (chegou a Liga 2 por tentar fazer com que a arbitragem os favorecessem). Entretanto, voltou para a elite temporadas mais tarde. Em síntese, dentro desse esporte que o Papai Cris é o Greatest of all time tudo pode acontecer.

Imagem destacada: Divulgação/Boavista FC

Edson Guimarães

Sobre Edson Guimarães

Edson Guimarães já escreveu 251 posts nesse site..

Meu nome é Edson Guimarães, tenho 24 anos e sou estudante de Jornalismo. Minha paixão pelo futebol vem desde 2002, juntamente do amor pelo meu clube do coração, vulgo Santos Futebol Clube. Meus espelhos da comunicação social esportiva são Rafael Oliveira (DAZN) e André Hernan (Sportv).

365 Scores

BetWarrior


Edson Guimarães
Edson Guimarães
Meu nome é Edson Guimarães, tenho 24 anos e sou estudante de Jornalismo. Minha paixão pelo futebol vem desde 2002, juntamente do amor pelo meu clube do coração, vulgo Santos Futebol Clube. Meus espelhos da comunicação social esportiva são Rafael Oliveira (DAZN) e André Hernan (Sportv).

Artigos Relacionados

Topo