Binacional bate Universitario e chega a liderança no Apertura Peruano

Todos os quatro jogos do dia tiveram um vencedor

Neste sábado (30), em quatro jogos disputados pela 7ª rodada do Apertura Peruano, nenhum empate. O Carlos Manucci venceu o Unión Comercio por 2 x 0, no Estádio IPD  de Nueva Cajamarca. O Binacional chegou a liderança ao bater o Universitario por 4 x 2, no Estádio Guillermo Briceño Rosamedina. O Real Garcilaso venceu o Sport Huancayo pelo placar mínimo, no Estádio Huancayo. O fechamento do dia foi com a vitória do Melgar por 3 x 1 diante do San Martín.

APERTURA PERUANO – 7ª RODADA

Unión Comercio 0 x 2 Carlos Manucci

O Unión Comercio até se impôs na partida, passando grande parte da primeira etapa no campo de ataque, porém, com no mínimo três grandes defesas, o goleiro Manuel Heredia foi essencial. Até que a famosa frase “quem não faz toma” entrou em ação. Em uma saída errada da defesa anfitriã, o meia Osnar Noronha recebeu sozinho na área e  rolou para o atacante Villamarín, que só teve o trabalho de tocar para o fundo das redes.

Com poucas chances, a etapa final teve sua primeira e única grande oportunidade de gol no pênalti que ampliou o placar a favor dos visitantes. Aos 79′, Osnar Noronha cruzou e a bola bateu no braço do zagueiro Juan Morales. Na cobrança, o meia Niger Argomedo deslocou o goleiro Hugo Chávez, batendo no canto direito do arqueiro.

Escuela Municipal Binacional 4 x 2 Universitario

A goleada do líder Binacional começou cedo. Logo aos 10′, o meia Andy Paredes invadiu a área pela esquerda, chegou na linha de fundo, tocou para trás e o zagueiro uruguaio Guillermo Rodríguez tocou para o próprio gol. Aos 15′, um golaço do meia Edson Aubert. O camisa sete roubou a bola e chutou de cobertura quase do meio de campo. O terceiro gol aconteceu aos 29′, após o atacante Aldair Rodríguez driblar a marcação pela direita, seguir em direção ao gol e chutar com categoria na saída do goleiro José Carvallo.

Uma confusão aos 37′ ainda fez com que o zagueiro Jeickson Reyes, do Binacional, e o meia panamenho Alberto Medina, do Universitario, descessem mais cedo para os seus respectivos vestiários por cartão vermelho. Os visitantes ainda tiveram tempo de diminuir o placar na primeira etapa. Aos 42′, o lateral-esquerdo Jersson Vásquez recebeu na entrada da área, ganhou a dividida e bateu firme no canto do goleiro Michael Sotillo.

https://twitter.com/Liga1Movistar/status/1112101789334155264

Logo aos 59′, um golaço de Aldair Rodríguez, deixando sua marca pela segunda vez na partida. O atacante bateu forte da entrada da área, de esquerda, no ângulo de José Carvallo. O atacante argentino Germán Denis ainda teve tempo de diminuir, convertendo penalidade máxima, aos 70′.

Sport Huancayo 0 x 1 Real Garcilaso

Os visitantes começaram em cima e essa pressão foi importante para o gol. Aos 15′, o meia uruguaio Cristian España roubou a bola da defesa e bateu na saída do goleiro Eder Hermoza. A tentativa de reação do Sport Huancayo parou nas defesas do goleiro argentino Daniel Ferreyra.

Em posse de bola e chances de gol, a segunda etapa foi inteira dos anfitriões, mas nada de pressão. Mais uma vez o Rojo Matador parou nas defesas de Daniel Ferreyra – ou finalizava fora da meta.

Melgar 3 x 1 San Martín

O Melgar esboçou uma pressão, mas foram os visitantes que saíram na frente no placar. Aos 14′, o meia Yamir Oliva cobrou falta próxima à linha lateral do lado esquerdo de seu ataque e acertou o ângulo do goleiro Carlos Cáceda, que esperava um cruzamento. O que antes era apenas um esboço, após o gol se tornou algo mais certo. Os anfitriões não saíam do seu campo de ataque, mas não concluíam suas oportunidades em gol.

Aos 49′, o início da reaçaõ. O meia Joel Sánchez foi até a linha de fundo e tocou para trás, deixando o atacante argentino Bernardo Cuesta com o trabalho de apenas tocar para o gol. A noite era do Melgar, principalmente do Bernardo Cuesta. O camisa 9 recebeu livre o passe do meia Alexis Arias e bateu consciente no canto. O terceiro gol do centroavante veio com mais uma assistência, e dessa vez do meia Hideyoshi Arakaki, mas mais uma vez com o simples trabalho de só empurrar para o gol.

Edson Guimarães

Sobre Edson Guimarães

Edson Guimarães já escreveu 110 posts nesse site..

Meu nome é Edson Guimarães, tenho 22 anos e inicio em 2019 o último ano de Jornalismo. Minha paixão pelo futebol vem desde 2002, juntamente do amor pelo meu clube do coração, vulgo Santos Futebol Clube. A junção de duas paixões (futebol e escrita) começou de fato em 2015, ano que dei pontapé inicial à minha graduação. Meus espelhos da comunicação social esportiva são Mauro Cézar Pereira (ESPN) e André Hernan (Sportv).


 

365 Scores

 

Edson Guimarães
Edson Guimarães
Meu nome é Edson Guimarães, tenho 22 anos e inicio em 2019 o último ano de Jornalismo. Minha paixão pelo futebol vem desde 2002, juntamente do amor pelo meu clube do coração, vulgo Santos Futebol Clube. A junção de duas paixões (futebol e escrita) começou de fato em 2015, ano que dei pontapé inicial à minha graduação. Meus espelhos da comunicação social esportiva são Mauro Cézar Pereira (ESPN) e André Hernan (Sportv).

Artigos Relacionados

Topo