Atlético-MG x Guangzhou Evergrande – O dia em que os chineses enfrentaram Ronaldinho

Equipes bateram de frente no Mundial de Clubes de 2013

Dia 21/12/2013: data na qual Atlético-MG e Guangzhou Evergrande se enfrentaram na decisão do 3º lugar do Mundial de Clubes da FIFA. A equipe brasileira havia conquistado sua primeira Copa Libertadores da América com um dos melhores times de sua história, contando até com Ronaldinho Gaúcho no elenco. Já os chineses haviam vencido a Liga dos Campeões da Ásia também de forma inédita, com o argentino Darío Conca como uma das estrelas, marcando o início de seu sucesso recente. Vamos escalar a Muralha e relembrar o duelo entre Ronaldinho e os chineses em Marrocos.

Brasil x China no Mundial

Queda iminente

O campeão do continente asiático conseguiu passar das quartas de final ao bater Al-Ahly, do Egito, por 2 x 0. Os gols foram marcados por Conca e pelo brasileiro Elkeson. Posteriormente, nas semifinais, contra o favorito ao título, Bayern de Munique, não deu para os chineses. Derrotado por 3 x 0, o Guangzhou Evergrande perdeu a grande oportunidade de disputar a final, mas ainda tinha a chance de lutar pela 3ª colocação.

Já classificado para a fase semifinal, o campeão da América teve pela frente o anfitrião Raja Casablanca, time marroquino que representava o país sede. Amplo favorito, o Galo Mineiro foi surpreendido pela equipe rival, que havia derrotado Auckland City, da Austrália, e Monterrey, do México, antes de encarar os brasileiros. O gol de falta de Ronaldinho não foi o suficiente para impedir a derrota por 3 x 1 e o fim do sonho da conquista mundial.

Mohsine Moutaouali gol penalti, Atlético-MG x Raja Casablanca (Foto: AFP)

Victor sendo vencido pelo capitão do Raja em cobrança de pênalti Foto:AFP

Disputa do 3º lugar – Atlético-MG 3 x 2 Guanzghou Evergrande

De um lado Cuca, que fazia sua despedida da equipe de Minas Gerais, da qual já estava marcado na história. Do outro Marcello Lippi, campeão do mundo em 2006 e que ainda daria mais alegrias nacionais ao time chinês. Bastava, então, o jogo que valeria de consolo e que estava prestes a começar em Marrakesh. Ronaldinho, , Diego Tardelli e o todos os titulares confirmados. Conca, Elkeson e Muriqui, outro brasuca no elenco do Evergrande, também estavam garantidos.

Ronaldinho cumprimentando jogadores do Evergrande Foto: Sina Sports

1º tempo

Logo no primeiro minuto de bola rolando, os brasileiros abriram o placar. Marcos Rocha cruzou na medida para Tardelli tocar de primeira e, assim, colocar o Galo na frente. Porém, não demorou muito para os Tigres igualarem o marcador. Em um erro da zaga atleticana, Elkeson roubou a bola e saiu na cara do gol, mas acertou o travessão. No rebote, Gao Lin jogou para o meio da área, Muriqui apareceu livre e tocou para as redes. Depois de algumas chances para cada lado, os chineses chegaram a virada depois de mais um erro da defesa.

Aos 14′, Lucas Cândido cometeu pênalti, e Conca tratou de deslocar Victor e converter a cobrança. Posteriormente, a equipe da China teve grandes oportunidades para ampliar o marcador. Conca e Muriqui obrigaram Victor a fazer boas defesas para não deixar o Atlético em situação complicada. Nos minutos finais da etapa inicial, em uma falta próxima para os brasileiros, Ronaldinho Gaúcho, que estava abaixo na disputa do Mundial, cobrou a infração com perfeição aos 45′ e deixou tudo igual.

Conca deslocando Victor na cobrança de pênalti Foto: Sina Sports

2º tempo

Na volta do intervalo , quase saiu a virada dos mineiros. Em batida de escanteio, Réver subiu bem e cabeceou na trave de Shuai Li. Depois só deu Guangzhou Evergrande. Muriqui obrigou Victor a trabalhar, e Elkeson, no lance seguinte, cabeceou uma bola na trave. Ainda mais, o decorrer da etapa complementar foi bastante equilibrado, com chance de ambos saírem com a vitória. Victor, como foi a tônica do jogo, salvava o Galo, que levava algum perigo a meta chinesa principalmente em finalizações de longe.

Aos 42′, Ronaldinho reagiu a receber uma falta, se estranhou com Zhao Xuri e acabou levando o cartão vermelho. Contudo, mesmo com um a menos, em um belo contra-ataque, Tardelli lançou Luan, que havia entrado durante o jogo, e o atacante saiu na cara do gol para apenas deslocar de Shuai Li para virar o placar. Dessa forma, o Atlético conseguiu o triunfo, assim como a 3ª colocação no Mundial de Clubes, mesmo que tendo decepcionado toda a massa atleticana que esperava uma decisão contra o Bayern.

Pierre e Luan comemorando o gol da vitória atleticana Foto: Sina Sports

Gols

Foto destaque: Reprodução/Sina Sports

Avatar

Sobre Leonardo Abrahão

Leonardo Abrahão já escreveu 367 posts nesse site..

Meu nome é Leonardo, tenho 19 anos, paulista e estudante de jornalismo. Futebol no sangue desde pequeno e para sempre. Sonho em trabalhar com esse esporte por toda a vida e acompanhar de perto as grandes competições.

BetWarrior

Avatar
Leonardo Abrahão
Meu nome é Leonardo, tenho 19 anos, paulista e estudante de jornalismo. Futebol no sangue desde pequeno e para sempre. Sonho em trabalhar com esse esporte por toda a vida e acompanhar de perto as grandes competições.

Artigos Relacionados

Topo