Atlético faz dever de casa e vence primeira partida contra o Bayern de Munique

O Vicente Calderón estava lotado para assistir o primeiro jogo da semifinal da Liga dos Campeões entre Atlético de Madrid e Bayern de Munique. De um lado, os colchoneros, comandado por Diego Simeone, tentando chegar à terceira final da competição europeia; do outro, os bávaros, liderados por Pepe Guardiola, buscam a tríplice coroa.

Em campo, dois times com estilos diferentes. Os donos da casa, na segunda colocação do campeonato espanhol, um ponto atrás do Barcelona, são conhecidos por um estilo de jogo de muita marcação, aplicação tática e um contra-ataque como arma fundamental para balançar as redes. Para além disso, o Atlético de Madrid chegou à semifinal da Liga dos Campeões como o time dono da defesa menos vazada da competição, tendo sofrido apenas cinco gols em onze jogos. Os visitantes, líderes da Bundesliga, com reais chances de conquistar o título alemão neste final de semana, mesclam o tik-taka, a polivalência de seus jogadores e  um futebol ofensivo para superar os adversários. Ademais, o Bayern é dono do melhor ataque da Liga, com 28 gols marcados em 11 partidas.

O primeiro capítulo desta batalha de 180 minutos favoreceu o Atlético de Madrid, mas por placar mínimo.

No primeiro tempo, os colchoneros desempenharam um bom futebol: ao manter as quatro linhas defensivas, o Atlético fechou os espaços do Bayern de Munique, anulou as jogadas ofensivas do time de Guardiola e ainda desceu para o vestiário vencendo por 1 a 0 , após um lindo gol de Saúl Ñíguez, aos dez minutos.

O segundo tempo foi marcado pela blitz do Bayern de Munique: logo no primeiro minuto, Coman cabeceou para o gol, mas sem perigo. Aos oito, Alaba recebeu na intermediária, avançou e soltou uma bomba de esquerda. Oblak, totalmente vencido no lance, apenas acompanhou a bola, que explodiu no travessão. Três minutos depois, Douglas Costa cobrou escanteio preciso na cabeça de Javi Martínez, que cabeceou para o chão. O goleiro Oblak, em lance de reflexo, encaixou a bola em cima da linha. Aos 28, Vidal avançou pela ponta direita e perto da grande área, acertou um lindo chute de três dedos em direção ao ângulo direito de Oblak. O goleiro do Atlético, entretanto, voou e espalmou a bola, mantendo o Atlético em vantagem.

E quando o Atlético parecia dominado, quase matou o confronto em um contra-ataque puxado por Griezmann, que roubou a bola de Ribéry, avançou sozinho e passou para Fernando Torres. O atacante espanhol deu lindo corte em Alaba e ficou cara a cara com Neuer. O camisa nove bateu de três dedos e tirou do goleiro alemão. A bola, entretanto, bateu na trave.

Os times adotaram uma postura mais cautelosa e o jogo esfriou. O Bayern continuou com a maioria da posse da bola, mas os principais astros da equipe alemã pouco fizeram. O atacante polonês Lewandowski, por exemplo, foi anulado pelo zagueiro Giménez.

A primeira partida da semifinal terminou e Simeone levou a melhor contra Guardiola. Na próxima semana, na Allianz Arena, o Bayern de Munique certamente pressionará o Atlético de Madrid desde o primeiro minuto. No primeiro capítulo deste embate, a melhor defesa triunfou diante do melhor ataque, mas ainda restam 90 minutos e apenas um irá disputar a final no San Siro, dia 28 de maio. 

André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 313 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

BetWarrior

André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

Artigos Relacionados

Topo