Arteta comemora 38 anos em recuperação contra o Coronavírus

Técnico do Arsenal afirma estar se recuperando bem
Arteta comemora 38 anos em recuperação contra o Coronavírus

O dia 26 de março é especial para muitas pessoas, mas para Mikel Arteta técnico do Arsenal, é mais ainda, pois é seu aniversário. A data poderia ser ainda melhor, se não fosse o Coronavírus (Covid-19), que infectou o ex-meia. Completando 38 anos, o comandante do time londrino diz estar melhorando, e agradece o apoio de todos que estão ao seu lado nesse momento.

“Obrigado por suas palavras e seu apoio. Já me sinto melhor. Enfrentamos um desafio enorme e sem precedentes. A saúde de todos é a única coisa que importa no momento”.

Ainda jovem, Arteta ainda poderia muito bem estar calçando chuteiras e desfilando seu bom futebol. O ex-jogador deixou os gramados em 2016, para ser auxiliar de Pep Guardiola no Machester City. Entretanto, as lesões atrapalharam e muito o seus últimos anos, chegando a jogar apenas 15 jogos na temporada 2011/2012.

“Treinar sempre foi algo pelo qual me interessei e nos últimos anos trabalhei duro fora de campo também, para desenvolver minhas habilidades e ser capaz de assumir uma posição quando eu parasse de jogar”, disse na época de sua aposentadoria.

Números de Arteta

Diante de sua carreira, Arteta passou por grandes times, começando pelo Barcelona em 2001. Após esse período chegou a jogar no PSG (2002), Glasgow Rangers (2002 a 2004), Real Sociedad (2005), Everton (2005 a 2011) e Arsenal (2011 a 2016). Mas foram nos dois últimos clubes que sua carreira deslanchou, já que no primeiro deles foram 209 jogos, 35 gols marcados e 33 assistências. Enquanto isso, nos Gunners, foram mais 150 partidas e 16 tentos convertidos.

Todos esses números renderam a Arteta sete títulos de renome em sua carreira. Lista-se aqui: duas Copas da Inglaterra e duas Supercopas, pelo Arsenal. Além disso, um título de liga escocesa, uma Taça da Liga e uma Copa da Escócia, pelos Rangers.

O trabalho continua

Mesmo de quarentena, o comandante do Arsenal começa a pensar na próxima temporada. Segundo o Daily Mail, o espanhol espera vender na menos do que cinco jogadores na próxima janela de transferências. Sokratis, Mustafi, Kolasinac, Mkhitaryan e Elneny, são os nomes compõem a lista de dispensas do treinador. Dessa forma, Arteta espera reformular o time que não faz uma boa temporada.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 856 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

BetWarrior


Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

Artigos Relacionados

Topo