Arsenal de Sarandí vence e assume a liderança no Argentino

- Na mesma rodada, o Patronato bateu o Huracán
Arsenal de Sarandí vence e assume a ponta

O Arsenal de Sarandí assumiu a liderança isolada da Superliga Argentina. Isso porque a equipe atingiu sua terceira vitória em três partidas na competição nacional. No último domingo (18), atuando fora de seus domínios, mais precisamente no estádio Norberto “Tito” Tomaghello, o conjunto comandado pelo técnico Sergio Rondina bateu o Defensa y Justicia pelo placar de 3 x 0. Diferentemente do Halcón, o Patronato executou com perfeição o dever de casa. Dessa maneira, somou seu segundo triunfo, visto que despachou o Huracán por de 2 x 1, no estádio Presbítero Bartolomé Grella.

SUPERLIGA ARGENTINA – 3ª RODADA

DEFENSA Y JUSTICIA 0 X 3 ARSENAL DE SARANDÍ

Na etapa inicial, somente duas bolas do Arse balançaram as redes. Isso porque apenas o atacante Lautaro Parisi e o meia-direita Gastón Álvarez Suárez superaram o goleiro Ezequiel Unsain. O arqueiro defendeu um arremate de trás do meio-campo, bem como uma bomba do lateral-direito Fernando Torrent. Além disso, contou com a sorte. Após ser fintado por Nicolás Giménez, o meia carimbou a trave direita com o arco aberto.

Nunca houve equivalência entre as equipes. Logo, na etapa complementar, o Arsenal de Sarandí continuou exibindo um futebol vistoso. Dessa maneira, a equipe comandada pelo técnico Sergio Rondina administrava a partida desde os pés do volante Lucas Piovi e dos meias Álvarez Suárez e Giménez. Quando voltaram a acelerar o jogo marcaram novamente. Desse modo, Álvarez conduziu da esquerda para o centro e descolou ótimo passe para Joel Soñora. O meia-direita, então, dominou e dentro da área fuzilou o goleiro definindo o placar final, 0 x 3.

Na disputa 4ª rodada da Superliga, o Defensa y Justicia viaja até La Plata para encarrar o Gimnasia y Esgrima no sábado (24), às 13h15 (horário de Brasília). Por sua vez, o Arsenal de Sarandí abrirá a rodada. Isso porque recebe o San Lorenzo na sexta-feira (23), às 21h (horário de Brasília).

 

PATRONATO 2 X 1 HURACÁN

O Patronato se adaptou mais rapidamente aos fortes ventos que assolavam a cidade de Paraná e, por conseguinte, o estádio Presbítero Bartolomé Grella. No meio dessa confusão, se colocou à frente no placar. Desse modo, já no segundo minuto da primeira etapa, a equipe mandante foi parar no fundo do gol. Assim, após cobrança de escanteio pela esquerda, o lateral uruguaio Mathías Abero encontrou o centroavante Gabriel Ávalos, que se antecipou a marcação no primeiro pau e fez, 1 x 0.

A partir de então, a tônica da partida foi a mesma durante grande parte do tempo. Com a vantagem, os donos da casa assustavam nos contra-ataques. Assim, a equipe comandada pelo técnico Mario Sciacqua poderia ter liquidado a de Juan Pablo Vojvoda. Todavia, o centroavante Hugo Silveira desperdiçou três mano a mano. No primeiro, passou pelo goleiro paraguaio Antony Silva, mas chutou por cima. No segundo e no terceiro, parou no arqueiro. Entretanto, o uruguaio acabou anotando o seu. Após belo cruzamento de Gabriel Compagnucci, o camisa 10 testou firme e fez o segundo. Nos minutos finais, o Huracán, ajudado pelo vento, esteve perto do empate. Descontou com Noberto Briasco, que entrou na vaga de Fernando Garro. E Andrés Chávez, de falta, esteve perto se colocar a igualdade no marcador. Porém, o goleiro Matías Ibáñez defendeu sem dar rebotes. Assim, o 2 x 1 foi o placar final

Na disputa 4ª rodada da Superliga, o Patronato viaja até Rosário para encarrar o Rosário Central no sábado (24), às 17h45 (horário de Brasília). Por sua vez, o Huracán fechará a rodada. Isso porque recebe o Argentino Juniors na segunda-feira (26), às 21h10 (horário de Brasília).

Foto destaque: Divulgação/Arsenal de Sarandí

Pedro Ferri

Sobre Pedro Ferri

Pedro Rodrigues Nigro Ferri já escreveu 354 posts nesse site..

Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

365 Scores

BetWarrior


Pedro Ferri
Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados

Topo