Gestos antissemitas marcam rodada da segunda divisão argentina

- Arnaldo González, jogador do Nueva Chicago, foi expulso, encarou o árbitro e, quando deixava o campo rumo ao vestuário, gesticulou contra os torcedores do Atlanta
Arnaldo González

A partida entre Atlanta e Nueva Chicago, válida pela 20ª rodada do Grupo A da Primeira Nacional, que terminou com a vitória por 2 a 0 dos donos da casa, foi marcada por uma atitude antissemita do jogador Arnaldo González, do Nueva Chicago.

Aos 21 minutos da etapa complementar, quando o placar ainda não havia sido movimentado, Luis López, centroavante do Atlanta, foi derrubado por uma cotovelada de Facundo Mater, que foi expulso pelo árbitro Ariel Suárez. Enquanto ocorria isso, Axel Ochoa, zagueiro do Atlanta, socou Gonzalo Vivas, meio-campista do Nueva Chicago. Porém, a atitude não foi enxergada pelo apitador.

Foi quando Arnaldo González agrediu um jogador do Atlanta. Dessa maneira, o juiz expulsou o camisa 10, que, além encarrar, tentou agarrar a máxima autoridade pelo pescoço, até que seu companheiro, Alan Minaglia, o afastou da confusão.

Depois, o pior: quando González saía rumo ao vestuário fez gestos antissemitas – uma kipá e a circuncisão – aos torcedor do Atlanta. Aliás, vale lembrar, o Atlanta é tradicionalmente conhecido por ser o clube da comunidade judaica na Argentina.

POSSÍVEIS PUNIÇÕES E PEDIDO DE DESCULPAS

Após o jogo, o Nueva Chicago repudiou o acontecido através de suas redes sociais. Sendo assim, afirmou que tomará medidas disciplinares contra González. Além disso, desculpou com os torcedores do Atlanta e com toda a comunidade judia.

Victoria Donda Pérez, diretoria do Instituto Nacional Contra Discriminação, Xenofobia e Racismo da Argentina e torcedora do Nueva Chicago, também antecipou que serão analisadas medidas contra o jogador.

“Como torcedora do Chicago tenho vergonha dos gestos antissemitas do jogador Arnaldo González ao ser expulso, e analisarmos na Inadi as medidas correspondentes”, escreveu em seu Twitter.

Horas mais tarde, o próprio Arnaldo González pediu “desculpas ao Atlanta e a comidade judia” por meio de uma publicação do Nueva Chicago.

“Acabo de ver o vídeo e me dá muita vergonha. Não sou assim, jamais reagi dessa maneira, foi um momento de cabeça quente”, disse.

Pedro Ferri

Sobre Pedro Ferri

Pedro Rodrigues Nigro Ferri já escreveu 354 posts nesse site..

Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

365 Scores

BetWarrior


Pedro Ferri
Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados

Topo