Argentinos Juniors e Deportivo Cali estreiam com pé direito na Sul-Americana

Mandantes fazem valer o fator casa e vencem Estudiantes de Mérida e Guaraní, respectivamente

Na última quinta-feira (4), quatro equipes entraram em campo estreando pela Copa Sul-Americana 2019, sendo os últimos times que faltavam jogar esta 1ª fase da competição. Os mandantes acabaram levando a melhor e saindo vencedores no duelo de ida. Assim, Argentinos Juniors Deportivo Cali venceram, respectivamente, Estudiantes de Mérida e Guaraní.

Copa Sul-Americana 2019 – 1ª fase

Argentinos Juniors 2 x 0 Estudiantes de Mérida

No estádio Diego Armando Maradona, o Bicho venceu por 2 x 0 os venezuelanos Acadêmicos com gols de Edson Rivas (contra), e Damián Batallini, um ótimo retorno dos argentinos após sete anos fora do torneio. Os visitantes não conseguiam atacar o gol durante o 1º tempo, enquanto os locais meteram bola na trave após cinco minutos com Claudio Spinelli. E esse domínio foi traduzido no primeiro gol da noite com um erro de Edson Rivas mandando contra o próprio patrimônio, anotando o primeiro gol do time de La Paternal. No entanto, após o tento dos mandantes não conseguiram mais criar indo para o intervalo com a vitória parcial.

Após uma possível bronca no vestiário, os anfitriões voltaram novamente a gerar perigo ao goleiro visitante Alejandro Araque, principalmente pelo experiente atacante Gabriel Hauche. Com cerca de 10 minutos de etapa complementar os venezuelanos ficam sem Jesús Meza, expulso. A pressão então aumentou e Damian Batallini chegou pela esquerda e bateu da entrada da área para fechar a conta.

Deportivo Cali 1 x 0 Guaraní

Ameaça Verde foi outra a vencer na noite de ontem. No 1º tempo, o Deportivo Cali foi mais perigoso do que seu rival. A equipe colombiana dominou a bola e assumiu o controle da partida, abusando dos contra-ataques. Embora a iniciativa fosse mandante, a primeira ação de ataque foi do Guarani. Aos 12 minutos, Guillermo Benítez chutou com o pé esquerdo que passou à esquerda de Vargas. Mas o Cali jogou com paciência e foi minando o rival pouco a pouco. Um cabeceio perigoso Danny Rosero, aos 28 minutos, e de Didier Delgado, quatro minutos depois, foram desperdiçados. Mas aos 44’ saiu o gol colombiano. O zagueiro Rosero cabeceou, o goleiro Victor Centurion não controlou a bola e, no rebote, Kevin Velasco enviou um poderoso arremate de pé esquerdo para o fundo do barbante.

No complemento, muito cedo, os visitantes ficaram com um homem a menos com a expulsão de Rodrigo Fernández. Com mais espaços, o time de Cali partiu para o ataque com mais rapidez e aos 63 minutos tinha duas opções, primeiro com um chute de Cristian Rivera e quase imediatamente com uma recuperação de bola e chute de Andrés Colorado, mas a bola não entrou. Os minutos finais foram de muito atrito porque a equipe paraguaia estava interessada em o jogo ser interrompido constantemente. O Cali caiu na armadilha e assim consumiu seus minutos, fechando o jogo com uma vantagem de 1 x 0. Nos acréscimos ainda teve a expulsão de Luís de la Cruz, aos 92’, e Claudio Aquino, aos 93’, ambos do lado do Guarani, que não poderá contar com eles na volta.

Eric Filardi

Sobre Eric Filardi

Eric Filardi já escreveu 1077 posts nesse site..

Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.


 

365 Scores

 

Eric Filardi
Eric Filardi
Quando pequeno quis ser jogador. O sonho de criança passou. Uma vida nova se anseia. Bem-vindo ao melhor site de futebol. Bem-vindo ao Futebol na Veia. Sou Eric Filardi, paulistano de 25 anos, jornalista de formação e apaixonado por futebol.Como todo jornalista amo escrever. Como todo brasileiro amo futebol. Tenho meu clube e minhas preferências, mas viso o profissionalismo e a imparcialidade, sem deixar de lado a criatividade. Sou Tricolor, sou Peixe, sou Palestra e sou Timão. Sou da Colina, Botafogo, sou Flu e sou do Mengão. Sou Brasil, sou Hermano, francês e italiano. Sou Ghiggia, Paolo Rossi, Caniggia e Zidane. Sou Alemanha dos 7 a 1, mas que o povo não se engane. Também sou Ronaldo, Romário, Zico, Garrincha e Pelé. Sou Bundesliga, MLS, Eredivisie e Premier. Sou das várzeas e dos terrões, sou Clássico das Multidões. Sou sul, sou nordeste, Amazônia e Pantanal. Sou Galo, sou Raposa, sou Bavi e sou Grenal. Sou Ásia, sou África, sou Barça e sou Real. Sou as Américas, a Europa, sou o mundo em geral. Sou a festa nas arquibancadas, que o estádio incendeia, sou Futebol na Veia.
http://www.ericfilardi.com.br

Artigos Relacionados

Topo