América-MG x Paraná – Mineiros tentam evitar o mesmo fim dos paranaenses no Brasileirão

Equipe paranaense já está rebaixada da Série A do Campeonato Brasileiro, e mineira luta para evitar o mesmo fim

Em partida válida pela 33ª rodada da Série A do Brasileirão 2018, América-MG e Paraná se enfrentam hoje à tarde, às 17h (horário de Brasília), no Estádio da Independência, em Belo Horizonte. Na 18ª posição e com 34 pontos, equipe mandante está na zona de rebaixamento, porém empatada com Chapecoense e Vitória que também estão na berlinda. Neste confronto, o Coelho ainda tem chances de evitar o mesmo destino de seu atual adversário, rebaixado da primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

AMÉRICA-MG

Para evitar o rebaixamento, a equipe mineira buscou alternativas atrativas para contar com o apoio dos torcedores neste momento ameaçador. Fora ter abaixado o valor dos ingressos para o duelo, oferecerá bebidas de graça e fará sorteio de carros.

O técnico Adilson Batista tem dúvidas quanto a Ruy, que está lesionado. Para possível substituição, pode colocar Robinho. Paulão, Aylon e Gerson Magrão são os três jogadores que retornam após suspensão por terem tomado o terceiro amarelo. Já Zé Ricardo e Ademir estão pendurados.

Vencer este jogo em casa, significa poder continuar a lutar pela primeira divisão. Confiante na vitória, o meia Wesley diz que o momento é não cometer falhas:

“Vamos procurar fazer uma partida segura, sem erros, para que possamos evitar surpresas neste confronto. Enfrentaremos uma equipe que vem para o tudo ou nada. Precisamos ter atenção para sairmos com o triunfo. Temos que vencer para continuarmos firmes nesta briga para fugir da zona de rebaixamento.”

https://twitter.com/AmericaMG/status/1061227750428688384

Provável Escalação: João Ricardo; Norberto, Matheus Ferraz, Messias e Carlinhos; Donizete (Zé Ricardo), Juninho, Ruy (Gerson Magrão) e Matheusinho; Luan e Rafael Moura. Técnico: Adilson Batista.

PARANÁ

Equipe de Dado Cavalcanti, já rebaixado para a Série B do Campeonato Brasileiro do ano que vem fará seus próximo jogos para cumprir tabela. Com apenas 18 pontos em 31 jogos, o Paraná aproveita para começar a reformular sua cúpula, já com alguns atletas treinando separadamente ou rescindindo o contrato.

A base do Sub-19 tem chances de aparecer tanto na escalação quanto no banco para a temporada de 2019, porém o técnico quer manter os jogadores que são pratas da casa, como o volante Jhonny Lucas. Para o confronto de hoje, quer manter os mesmo atletas dos últimos jogos para que eles ganhem confiança.

Robson Bambu volta após suspensão do terceiro amarelo, mas time não conta com Nadson, Gabriel Pires, Torito González, Rayan, Júnior, Igor e Raphael Alemão, suspensos. Já os pendurados são: Alex Santana, Torito González, Richard, Jesiel, Silvinho e Caio Henrique. Para cobrir o Igor, quem entra é o lateral Mansur.

Provável Escalação: Richard; Wesley Dias, Jesiel, René Santos e Mansur; Leandro Vilela, Jhonny Lucas e Alex Santana, Juninho, Andrey e Rafael Grampola. Técnico: Dado Cavalcanti.

RETROSPECTO

Este é o segundo confronto que América-MG e Paraná se enfrentam pela Série A do Brasileirão, sendo o primeiro vencido pela paranaense por 1 x 0. As quatro vezes anteriores foram pela Série B e as equipes mantêm um equilíbrio no placar geral com uma vitória para cada lado e dois empates.

Beatriz do Vale

Sobre Beatriz do Vale

Beatriz do Vale já escreveu 313 posts nesse site..

Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...


 

365 Scores

 

Beatriz do Vale
Beatriz do Vale
Comunicativa desde pequena, graduada em Rádio e TV e também em Jornalismo pela FIAM, e pós-graduada pela Cásper Líbero.Tudo o que envolva pesquisa, escrita, locução, entrevista e criação, busco me aprimorar e fazer o melhor. Futebol na Veia surgiu sem qualquer pretensão e, hoje, me proporciona uma verdadeira imersão neste mundo esportivo, com ensinamentos pessoais e profissionais a cada dia. Sou paulistana, 30 anos, não sou parente do Luciano, mas vou experimentando...

Artigos Relacionados

Topo