América-MG surpreende, bate Internacional e respira aliviado

Mesmo sem Serginho, o estreante Adilson Batista comanda a vitória do "Coelho" sobre os Colorados.

Em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, o América-MG não demonstrou dificuldades em bater o Internacional sem seu principal jogador: Serginho, vendido para o Japão. Com dois gols americanos, ainda no primeiro tempo, de Juninho e Giovanni, o Coelho pode respirar tranquilo fora da zona da degola. O estreante Jonatan Alvéz descontou para os visitantes.

1º TEMPO

O jogo mal havia começado e Juninho já estava comemorando. Não era pra menos, seu chute indefensável colocava os donos da casa à frente do placar, logo aos cinco minutos de jogo, placar que, mais tarde, seria ampliado. O Internacional pouco criou e, quando criava, não assustava o goleiro João Ricardo. As chances coloradas vinham de Leandro Damião, ora pelo ar (onde teve mais sucesso) ora por um chute que passava longe da meta, a única oportunidade de empate, veio nos pés de Nico López, mas foi afastada pelo goleiro mineiro. Antes do término do primeiro tempo, Giovanni recebeu um lindo passe de Rui e tocou na saída de Danilo Fernandes para ampliar o placar.

Jogadores do banco celebram segundo gol do América, junto com Giovanni (Reprodução/Mourão Panda/América-MG)
Jogadores do banco celebram segundo gol do América, junto com Giovanni (Reprodução/Mourão Panda/América-MG)

2º TEMPO

Perdendo por dois gols, era de se imaginar que o Internacional utilizaria força total para reverter o placar, mas, após um erro de Victor Cuesta, Juninho quase faz seu segundo na partida, senão fosse a boa defesa (a queima roupa) de Danilo Fernandes. Com os nervos à flor da pele, D’Alessandro, nove minutos depois de entrar em campo, se envolveu em uma briga com Wesley, o que resultou na expulsão dois dois jogadores. Com um a menos, Camilo entrou no lugar de Nico López e Jonatan Alvéz, ex-Barcelona de Guayaquil e um dos estreantes da noite, substituiu Leandro Damião.

A blitz colorada uma hora faria efeito, foi então que, após confusão na área do América, o uruguaio Jonatan Alvéz anotou um tento para o Internacional, aos 43 minutos. Com quatro minutos de acréscimo dados pelo árbitro Flávio Rodrigues, o que restou aos gaúchos foi uma busca implacável pelo empate, que quase saiu, mas Flávio optou por não marcar pênalti em lance envolvendo Victor Cuesta e Aderlan. Cuesta, que estava jogando como atacante, tentou um cruzamento, a bola explodiu no braço do lateral mineiro e foi pra fora, resultando numa revolta colorada. Com a revolta, o autor do gol colorado foi amarelado.

Após confusão, Jonatan Alvéz desconta para o Inter (Reprodução/Ricardo Duarte)
Após confusão, Jonatan Alvéz desconta para o Inter (Reprodução/Ricardo Duarte)

E AGORA?

Com a vitória, o América MG se distancia da zona de rebaixamento, dorme na 13ª colocação somando 17 pontos. Já o Internacional, com a derrota, perde seu posto no G-4 e dorme atrás de seu arqui-rival Grêmio, na 5ª colocação.

O próximo confronto do Coelho é no próximo domingo (29), fora de casa, contra o Santos, às 19h, enquanto o Colorado recebe o Botafogo, também no domingo, às 16h.

Melhores momentos

Avatar

Sobre Igor Tonetti

Igor Tonetti já escreveu 87 posts nesse site..

Amante do maior espetáculo da Terra, da maravilha, que não é considerada umas das sete mundias, mas, se nela estivesse, seria a principal. Como todo brasileiro, a paixão pelo futebol vem de berço. Sem muito sucesso com os pés, decidi trilhar meu caminho através das mãos, só que, ao invés de luvas, uso apenas papel e caneta. Busco sempre informar, sem medo de mostrar minha opinião e, também sem medo, de mudar quando assim for necessário.

BetWarrior

Avatar
Igor Tonetti
Amante do maior espetáculo da Terra, da maravilha, que não é considerada umas das sete mundias, mas, se nela estivesse, seria a principal. Como todo brasileiro, a paixão pelo futebol vem de berço. Sem muito sucesso com os pés, decidi trilhar meu caminho através das mãos, só que, ao invés de luvas, uso apenas papel e caneta. Busco sempre informar, sem medo de mostrar minha opinião e, também sem medo, de mudar quando assim for necessário.

Artigos Relacionados

Topo