Georginio Wijnaldum pode estar vivendo os últimos momentos de Liverpool. Afinal, o atleta está próximo de virar jogador do Barcelona. O holandês termina o contrato com o clube inglês em junho de 2021. Dessa forma, já pode assinar um pré-contrato com qualquer equipe. Com isso, o time mais interessado é o Barça, que o técnico Ronald Koeman já trabalhou com o meio-campista na Seleção Holandesa.

Os planos do Barcelona para Georginio

Segundo o jornal espanhol, Sport, Georginio e Depay estão esperando o clube da Catalunha fazer o contato final para assinar o pré-contrato. Assim, os dois holandeses devem chegar na Espanha na próxima temporada, e com isso, se tornarem novos jogadores do Barcelona.

Primeiro, o comandante Koeman é o principal apoiador destas transferências. Sem dúvidas, o técnico já elogiou o futebol apresentado por Memphis e Wijnaldum. Contudo, o clube precisa vender alguns nomes para poder contratar. Atletas como Coutinho, Neto e Firpo, provavelmente, serão negociados na próxima janela de vendas e compras.

Como pode ficar o Barcelona com Wijnaldum e Depay

Primeiramente, com a chegada de Wijnaldum e Depay, o Barcelona passa ter um elenco mais completo. Afinal, o meio-campista pode jogar como segundo volante, ou como um meia-armador. Dessa forma, poderia fazer a função de Pedri ou De Jong, assim, dando mais liberdade a Messi e Griezmann. Entretanto, Pjanic disse que não quer sair nesta próxima época. Então, uma boa briga no meio de campo deve acontecer.

Por outro lado, Depay poderia jogar ao lado de Lionel e de Antoine, atuando como um falso 9, ou como ponta-esquerda. Assim, podendo trocar de posição durante o jogo com qualquer um dos dois. Jogando pelo lado do campo, Memphis não foi bem no Manchester United, contudo, naquela época, o clube inglês estava uma bagunça. Por fim, ambos podem encaixar muito bem no Barcelona, resta saber se isso vai mesmo acontecer.

Foto Destaque: Reprodução/ Gini Wijnaldum

Avatar
Caio Henrique de Oliveira
Eu escolhi jornalismo simplesmente por amar futebol. Desde 2016 eu tenho essa vontade de ser jornalista e trabalhar com esse esporte. Eu já trabalhei durante três anos em uma rádio aqui da minha cidade, lá eu fazia um programa de música e também um programa esportivo. Meu objetivo é trabalhar fora, possivelmente na Europa falando sobre o futebol europeu. Minha personalidade é de estar de bom humor na maioria do tempo.

Deixe uma resposta