Voando baixo

Luis Suárez não esteve entre os finalistas do prêmio de melhor jogador do mundo, mas sua atual temporada é de encher os olhos de qualquer amante do futebol.

Talvez por ser o menos midiático e o menos habilidoso entre Messi, Neymar e Cristiano Ronaldo, Suárez não tenha tanta repercussão extracampo. Mas com a bola rolando, o uruguaio não fica atrás nos quesitos decisão e faro de gol.

Dentro da grande área, ‘El Pistolero’ Suárez não deixa a desejar. É um exímio finalizador, com precisão nas duas pernas e uma tranquilidade na frente do goleiro fora do normal.

Os números falam por si só. Pelo campeonato espanhol são 25 jogos, 25 gols e 11 assistências. Pela Liga dos Campeões, 7 partidas disputadas, 6 gols marcados e três assistências. Na Copa do Rei, 5 jogos, 5 gols e cinco assistências. Por fim, no Mundial de Clubes, disputou dois jogos e marcou cinco gols. Em número finais, são 39 partidas, 41 gols e 18 assistências.

Não há o que questionar, Suárez é brilhante, atacante matador e decisivo.

Vive o auge de sua carreira desde os tempos de Liverpool.

Na manhã desta segunda-feira, recebeu o prêmio de melhor jogador íberoamericano da temporada passada. Após o evento, concedeu entrevistas e citou que gostaria de ter a canhota de Messi, por considerá-la única e admirável e a arrancada e alegria de Neymar. Disse ainda que não é de seu perfil partir em velocidade, passar por inúmeros marcadores como fazem Messi e Neymar, mas sabe como contribuir para o time.

Suárez briga gol a gol com Cristiano Ronaldo para ver quem será o artilheiro do campeonato espanhol. Desbancar o astro português pode significar o primeiro passo para ofuscar a hegemonia de Cristiano Ronaldo na artilharia da Liga. Mais do que isso, a possível conquista de Suárez poderá colocar o trio MSN no posto mais alto do futebol mundial.

André Siqueira Cardoso

Sobre André Siqueira Cardoso

André Siqueira Cardoso já escreveu 313 posts nesse site..

Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

BetWarrior


Poliesportiva


André Siqueira Cardoso
André Siqueira Cardoso
Sou André Siqueira Cardoso, tenho 21 anos. Aluno de jornalismo da Escola de Comunicação e Artes da Universidade de São Paulo (ECA-USP), atualmente trabalho em VEJA, com a cobertura do noticiário político. Apaixonado por esportes, jogador de futebol até hoje, tenho o sonho de cobrir uma Copa do Mundo.

    Artigos Relacionados

    Topo