Nesta quarta-feira (29), Vitória e Juazeirense entram em campo pela 3ª rodada do Campeonato Baiano. Assim, a partida acontece às 19h30 (horário de Brasília) e terá como palco o Estádio Manoel Barradas, o Barradão, em Salvador. Dessa forma, as equipes vem de empates pelo Estadual, apesar do Rubro-Negro ter usado um time reserva com jogadores da base por conta do Nordestão. Logo, a situação é mais difícil para os visitantes que ainda não venceram na única competição prevista para 2020 e vão á campo sem o técnico Vladimir de Jesus, demitido a dois dias.

VITÓRIA

Em início de temporada, o Vitória largou bem no Baiano com vitória por 1 x 0 frente o Jacobina, mas vem de empate para o Fluminense-BA por 2 x 2. Isso porque, a equipe divide as atenções com a Copa do Nordeste e neste final de semana teve jogo pelas duas competições. Prestigiando o Nordestão, a equipe mandou à campo um time majoritariamente da base no Estadual. Com isso, caiu para a 4ª posição com quatro pontos. Para se recuperar, tem que voltar a vencer. Logo, a estratégia de usar um elenco de aspirantes vai seguir e o time é praticamente o mesmo que jogou no último domingo.

JUAZEIRENSE

Enquanto que o Juazeirense só tem o Baiano na temporada e luta por uma classificação à semifinal da competição. No entanto, a equipe iniciou a campanha de forma tímida com dois empates pelo mesmo placar de 1 x 1 frente o Bahia e o Jacobina. Agora, o desafio é enfrentar outra grande equipe do futebol nacional, o Vitória. Além disso, há um tabu em campo já que o Canconero nunca derrotou o Rubro-Negro no Barradão. Se já não bastasse essas dificuldades, com apenas dois jogos, a diretoria demitiu, em comum acordo, o técnico Vladimir de Jesus. Dessa forma, o Cancão de Fogo tem teste difícil nessa rodada.

View this post on Instagram

Luiz Carlos Mendes, será o comandante do time da Juazeirense na partida da próxima quarta-feira 29, contra o Vitória, no Barradão. Galgado à condição de treinador interino depois do afastamento de Vladimir de Jesus no último domingo. Pernambucano nascido em Recife em 03-06-1965, Luiz Carlos está no clube desde o início do ano, e conhece muito bem o atual elenco do Cancão. Embora sua carreira registre trabalhos em clubes da primeira e segunda divisão – Santa Cruz-PE e Vila Nova-GO, sempre como auxiliar –, no currículo tem passagens como treinador do Nacional de Patos e Treze-PB. ⠀ Na manhã desta segunda-feira, comandou no Fazendão a sua primeira atividade na nova função. Nesta terça (28) à tarde acontece o treino final no mesmo local. ⠀ >> Ping-pong com Luiz Carlos, treinador interino da Juazeirense: ⠀ 1. Você já viveu a experiência de ser técnico interino ou é a primeira vez? ⠀ Resposta: É a primeira vez, nunca fiquei no banco como interino. ⠀ 2. Se receber convite da diretoria, aceita ser efetivado como treinador? ⠀ Resposta: Sou funcionário do clube. O que o presidente definir eu estou aqui para cumprir. ⠀ 3. Pretende promover mudanças na equipe para o jogo de quarta-feira? ⠀ Resposta: Já fiz algumas mudanças no treino de hoje, porque achei que serão necessárias. ⠀ ⠀ #juazeirense #cancao #futebol #cancaodefogo #boracancao #bahia #baiano #nordeste #futebolnordestino

A post shared by Juazeirense (@juazeirenseoficial) on

RETROSPECTO

Historicamente, Vitória e Juazeirense já se enfrentaram em 12 ocasiões. Assim, o Leão da Barra leva vantagem com sete vitórias contra apenas dois triunfos do Canconero. Logo, houve outros três empates. Por consequência, também sai na frente no aspecto ofensivo com 26 gols marcados e apenas 15 tentos sofridos. Dessa forma, jogando em casa, o Rubro-Negro nunca perdeu para o time de Juazeiro. Foram disputadas cinco partidas com quatro conquistas dos Leoninos. Na série, as equipes já decidiram uma vaga para final do Baiano, em 2016, com classificação do Nêgo.

APOSTA INDICADA

Assim, a partida coloca frente a frente duas equipes díspares no cenário nordestino. Apesar de algumas boas campanhas que lhe levaram a Copa do Nordeste, em 2016, atualmente, a Juazeirense patina e não possui maiores recursos para fazer frente aos grandes da Bahia. Enquanto que o Vitória, focado no Nordestão, manda à campo um time de aspirantes e que inicia ainda tentando encontrar a melhor postura em campo. No entanto, sem seu técnico titular, demitido com dois jogos, o Cancão de Fogo deve ser presa fácil para o Leão da Barra, apesar da equipe de base.

Odds: Em breve.

Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 29 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados