Vitória do Vilhenense e empates marcam rodada do Grupo A1 da Série D

- Fica embolada a disputa dos times pela ponta da tabela
Fallback Image

Neste sábado (26), três jogos ocorreram pelo Grupo A1 do Campeonato Brasileiro Série D 2020. Em Vilhena (RO), o Vilhenense derrotou o Ulbra Ji-Paraná por 1 x 0, no Estádio Arnaldo Lopes Martins, e assumiu a 4ª colocação. Por outro lado, Fast e Rio Branco AC se enfrentaram no Estádio da ULBRA, mas ficaram no 0 x 0. Enquanto, o Atlético Acreano e Bragantino, em Rio Branco (AC), no Estádio Antonio Aquino Lopes, o jogo foi de 2 x 2.

BRASILEIRÃO SÉRIE D – GRUPO A – 2ª RODADA

Vilhenense 1 x 0 Ulbra Ji-Paraná

O 1º tempo foi de muito equilíbrio no duelo dos dois times, mas a equipe do Ji-Paraná teve as melhores chances. O lateral, Charlino, fez ótimo cruzamento para Renan Charles que fez o goleiro Gil fazer uma defesa maravilhosa. Logo depois, a equipe do Galo atacou novamente em chute de fora da área de Lucas. Em sequência, para a infelicidade dos donos da casa Tiago Ribeiro foi expulso, dando números finais na primeira etapa.

Já no 2º tempo, após tomar o segundo cartão amarelo, Fagner foi expulso pela equipe visitante. Assim, em questão minutos depois, o gol aconteceu aos 20′ da segunda etapa, quando Lucas Bahia foi oportunista e mandou para o fundo das redes. Após abrir o placar, o jogo ficou pragmático até que Wederson, jogador do time do Paraná, tomasse o segundo amarelo e também fosse para o chuveiro. Desse modo, com um a mais em campo aos 82′, o Vilhenense segurou o resultado e saiu com a vitória.

Fast 0 x 0 Rio Branco

O time da casa teve sua primeira chance de perigo aos oito minutos, porque, após cruzamento de Bernardo, Deyverson subiu sozinho no meio da área e cabeceou, porém a bola saiu pra fora, salvando o Rio Branco. A equipe do Fast ainda teve oportunidade no fim do 1º tempo com Ítalo que fez uma linda jogada, mas foi derrubado na área e o juiz seguiu o jogo.

Os donos da casa dominaram também na segunda etapa, conseguindo boas oportunidades. Uma delas foi o cruzamento de Souza que gerou uma cabeçada perigosa de Deyverson. Enquanto isso, Negueba tentou após driblar na entrada da área e bater no gol. Contudo, os jogadores viram novamente o arqueiro rival brilhar com duas excelentes defesas e, como resultado, garantir o empate da partida.

Atlético-AC 2 x 2 Bragantino-PA

Jogando em casa, o Atlético precisava vencer para se manter no topo da tabela. Assim, quem pressionava desde o início eram os donos da casa. Claudio Gonçalves, aos 11’, chutou contra o próprio patrimônio e abriu o placar para os mandantes. Logo em seguida, a força do gol estimulou para abrir uma maior vantagem. Aos 33’, William Carlos recebeu um cruzamento primoroso da cobrança de escanteio e escorou para o fundo do gol. Assim, dando números finais ao 1º tempo.

Na etapa final, o Bragantino se reencontrou na partida. Aos sete minutos, Mauro fez boa jogada e cruzou para Adilson recolocar a equipe na briga. Pouco depois, aos 18′, o torcedor do Gigante de Caeté voltou a comemorar. Em cobrança de falta ensaiada, Tulio encheu o pé direito e empatou para os visitantes. Dessa forma, com o empate, o Atlético aparece em 5º no grupo, com dois pontos. O Bragantino é o vice-líder, com quatro somados.

Foto destaque: Reprodução/Maelly Nunes/TR Portal Vilhenense

André Almeida

Sobre André Almeida

André Almeida já escreveu 12 posts nesse site..

Um paulistano que quer conquistar o mundo, o sonho de ser correspondente internacional com esporte está tão longe, mas ao mesmo tempo perto também. Por isso, optei pelo jornalismo onde faço na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Além disso, sou fã da parte tática do jogo, por esse motivo participo de páginas que valorizam esse jeito de ver o futebol. Por outro lado, quero sair da zona de conforto e ousar trabalhar em um dos mais valorizados sites do Brasil que é o Futebol na Veia, onde quero e vou crescer profissionalmente.

BetWarrior


Poliesportiva


André Almeida
André Almeida
Um paulistano que quer conquistar o mundo, o sonho de ser correspondente internacional com esporte está tão longe, mas ao mesmo tempo perto também. Por isso, optei pelo jornalismo onde faço na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Além disso, sou fã da parte tática do jogo, por esse motivo participo de páginas que valorizam esse jeito de ver o futebol. Por outro lado, quero sair da zona de conforto e ousar trabalhar em um dos mais valorizados sites do Brasil que é o Futebol na Veia, onde quero e vou crescer profissionalmente.

    Artigos Relacionados

    Topo