Vitória e Corinthians buscam primeira vitória no Brasileirão

A segunda rodada do Campeonato Brasileiro 2017 começa cheia de expectativas, tendo em vista o alto número de gols marcados nos dez jogos anteriores. Foram 33 tentos pelos gramados do país, com uma média de 3,3 gols por partida, o principal motivador dessa quantidade expressiva de gols foi o Bahia que no seu primeiro jogo contra o Atlético Paranaense aplicou uma sonora goleada de 6 a 2 dentro de casa.

Falando em Bahia, a cidade, a parte rubro negra nesse fim de semana receberá o seu primeiro adversário em seus domínios. O escolhido da vez é a equipe do Corinthians de Rodriguinho, Jadson e cia LTDA. O Vitória vem de um empate sofrível sem gols diante do Avaí em Florianópolis, no estádio da Ressacada. Para o jogo das 16:00 horas de domingo, o rubro negro não contará com André Lima, Bruno Ramires, Gabriel Xavier, José Welison, Kieza e Patric, todos eles ocupando uma vaga no time do departamento médico do Leão da Barra. Com isso o técnico Petkovic provavelmente irá a campo com o seguinte time: Fernando Miguel; Leandro Salino, Alan Costa, Fred e Geferson; Willian Farias (Renê Santos) e Uílian Correia; Cleiton David e Paulinho; Rafaelson.

Pelos lados do Alvinegro Paulista, Fabio Carille trabalhou a semana toda visando a segunda rodada do maior torneio de clubes do país. Assim como o rival do domingo, o Corinthians também vem de um empate diante da Chapecoense, mas como mandante, pelo placar de 1 a 1, com gol do seu artilheiro, e antes contestado, Jô. O Timão contará com dois jogadores especialmente motivados para o duelo. Fágner e Rodriguinho foram convocados na sexta-feira pelo técnico Tite para a disputa de dois amistosos contra Argentina e Austrália nos próximos dias 9 e 13 de junho. As ausências de Danilo, Giovanni Augusto, Léo Principe e Vilson continuam sendo sentidas pelo comandante do time paulista e possivelmente irá a campo com: Cássio; Fágner, Balbuena, Pedro Henrique e Guilherme Arana; Gabriel e Maycon; Jadson, Rodriguinho e Romero; Jô.

A partida está marcada para o Estádio da Arena Fonte Nova, e terá no comando da arbitragem Péricles Bassols. A promessa é de que o povo baiano fará mais um espetáculo nas arquibancadas empurrando o seu time em busca da primeira vitória no torneio.

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 948 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

BetWarrior


Poliesportiva


Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

    Artigos Relacionados

    Topo