Vitória bate o Vasco no Rio e acende o alerta carioca

- Alvinegro baiano garante sua primeira vitória no Brasileiro, enquanto o cruz-maltino perde sua invencibilidade em casa

Vasco e Vitória chegaram em momentos diferentes nessa partida. O Vasco estava invicto, enquanto o Vitória não tinha vencido nenhuma partida. Depois do jogo de hoje mudou a história, os baianos garantiram os primeiros três pontos com vitória por 3 x 2, e os cariocas amargam uma derrota em casa. O Vitória aproveitou um erro bizarro de Desábato e um gol contra de Werley para sair vitorioso. André Lima e Lucas Fernandes marcaram para os visitantes, enquanto Pikachu e Andrés Ríos descontaram para o Vasco.

1º TEMPO

O Vasco teve mais volume de jogo, porém, não criou chances claras de gol na etapa inicial. Logo aos quatro minutos de jogo, o Vitória chegou com perigo, Lucas levanta a bola para André Lima que chuta direto para o gol, mas o chute saiu fraco. Aos 15′, veio a resposta vascaína, Pikachu finalizou com o pé esquerdo. A bola passou muito perto da trave direita de Caíque. Já aos 17′, saiu o primeiro gol do time visitante, após uma falha bizarra de Desábato, que errou na hora de dar um passe para Martín Silva. A bola sobrou no pé de André Lima, que não perdoou.

Pikachu na hora de bater o pênalti a favor do Vasco (Reprodução/Internet)

Aos 37′, Rhayner chega na marcação derrubando Wagner, do Vasco. O árbitro assinalou pênalti. Ríos cobrou no canto direito de Caíque, que fez a defesa. Até aí normal. Porém, o goleiro do Vitória na hora do rebote, quando Caio Monteiro chegou para finalizar, o goleiro derrubou o meia vascaíno com os pés. Mais um pênalti. Dessa vez Pikachu pegou a bola para bater. Caíque chegou a pular no canto certo de novo, esquerdo, mas dessa vez a bola entrou. Aos 50′, quase a virada dos cariocas, Henrique toca curto com Caio Monteiro que, de calcanhar, passa para Wagner. O meia chuta no canto direito de Caíque e a bola belisca a rede pelo lado de fora.

2º TEMPO

O Vasco continuou com mais posse de bola. O time de Zé Ricardo atacou muito, mas acabou abrindo espaços. O Vitória aproveitou os contra-ataques e foi fatal. Com 13 minutos, Ríos toca com Rafael Galhardo entrando em velocidade na área finaliza e obrigou Caíque a fazer excelente defesa. O nome do time carioca era Pikachu , que chegou novamente aos 19 minutos, com um belo chute obrigando o goleiro Caíque a fazer outra boa defesa. Porém quem marcou o segundo gol foi o Vitória, com Lucas Fernandes, que tinha acabado de entrar, carregou a bola e finalizou com tranquilidade por cima de Martín Silva.

Andrés Rios tentando sair da marcação (Reprodução/Internet)

Aos 30 minutos o Vitória fez mais um, após cobrança de escanteio, o zagueiro do Vasco desvia para o próprio gol fazendo assim o terceiro gol do Vitória. Após bate e rebate no escanteio a favor do Vasco, Kelvin joga para a área e encontra Ríos para finalizar para o gol, ou seja, aos 37 minutos, o Vasco diminuía a vantagem do time visitante. No fim, Riascos quase garantiu o empate, mas o Vitória conseguiu conquistar os três pontos no Brasileirão.

SOBRE O LANCE DOS PÊNALTIS:

“Tinha pegado um pênalti e não sei se toquei nele. Mas pude ajudar minha equipe. Fizemos um bom jogo. Aproveito para desejar feliz deia das mães a todas as mães. Quem entra tem que responder. Vida que segue. Descansar que já temos jogo no meio da semana pela Copa do Nordeste” – afirmou o goleiro Caíque.

E AGORA?

Com a derrota, o Vasco mantém os sete pontos e ocupa a sexta posição na tabela do Brasileirão, podendo ser ultrapassado por Botafogo, Fluminense e América-MG, que jogam na segunda. O Cruz-Maltino tem um jogo a menos, contra o Santos, adiado para depois da Copa do Mundo. O vitória somou os primeiros três pontos e agora tem quatro, em 18º lugar, pode ser ultrapassado pelo Ceará que joga na segunda. Na próxima rodada, o Cruz-Maltino enfrenta o Flamengo, sábado, no Maracanã, e o Vitória joga contra o Ceará, domingo, no Barradão.

MELHORES MOMENTOS

Matheus Carvalho

Sobre Matheus Carvalho

Matheus Carvalho já escreveu 262 posts nesse site..

Sou Matheus Carvalho, carioca, tenho 20 anos e curso Jornalismo. O esporte sempre esteve na minha vida e provavelmente sempre estará. E como todo brasileiro sou apaixonado por futebol

BetWarrior


Poliesportiva


Matheus Carvalho
Matheus Carvalho
Sou Matheus Carvalho, carioca, tenho 20 anos e curso Jornalismo. O esporte sempre esteve na minha vida e provavelmente sempre estará. E como todo brasileiro sou apaixonado por futebol

    Artigos Relacionados

    Topo