Vitória de Guimarães vence lanterna Aves e ganha novo fôlego no Português

- Fora de casa, mesmo com bom início dos mandantes, Conquistadores chegaram aos gols e se reabilitaram na competição
Vitória de Guimarães

Nessa sexta-feira (21), Aves e Vitória de Guimarães entraram em campo em jogo válido pela 22ª rodada da Liga NOS. Assim, em Vila das Aves, Apesar de um bom início do time da casa, aos poucos, os Conquistadores foram tomando as rédeas da partida. Dessa forma, os gols foram surgindo na etapa final através dos arremates de Davidson e André. Antes, os donos da casa chegaram a perder uma penalidade máxima. No fim, o resultado de 2 x 0 manteve os mandantes na lanterna e deu novo fôlego para os Vitorianos voltarem a brigar por uma vaga na Europa League.

1º TEMPO

Assim, a etapa inicial foi equilibrada, mas com mais predomínio do Aves no campo de ataque. Logo, aos 5′, após escanteio, Rúben Macedo pegou a sobra de fora da área e arrematou para o gol, mas a bola foi para fora. Em seguida, o time da casa chegou novamente e com o mesmo Macedo, após passe de Zidane Banjaqui, mandou de longe, todavia sem encontrar a direção do gol. Na sequência, foi Welinton Júnior que criou nova chance para os mandantes. Dessa forma, somente aos 9′ que o Vitória de Guimarães chegou a meta adversária na cabeçada de Léo Bonatini em escanteio cobrado por Sacko.

Após, o duelo caiu em intensidade e só voltou a crescer em emoção no último terço do primeiro tempo. Assim, após passe de Marcus Edwards, Pepe mandou da intermediária, criando uma boa oportunidade para o Vitória de Guimarães. Em seguida, Aves respondeu com Welinton Júnior também de fora da área. Na sequência, os Conquistadores deram o troco por intermédio de Léo Bonatini experimentando de longa distância, após contra-ataque puxado por Marcus Edwards. Ainda houve tempo para Yamga chegar com perigo pelos donos da casa e Bonatini finalizar para os Vitorianos.

https://www.instagram.com/p/B83dRuQJl1Q/?utm_source=ig_web_copy_link

2º TEMPO

Na volta do intervalo, logo de cara, Pepe fez falta dentro da área em Zidane Banjaqui, pênalti para Aves. Assim, Welinton Júnior foi para a cobrança, mas Jesus defendeu. Após, o jogo caiu de intensidade, novamente, e somente veio a ganhar ritmo na metade da etapa final. Logo aos 19′, Marcus Edwards encontrou Davidson que arrematou de longe para abrir o placar para o Vitória de Guimarães. Em seguida, os Conquistadores buscaram o segundo gol por intermédio de João Pedro, aproveitando o cruzamento do autor do tento.

Com isso, o Aves só veio a assustar de novo na reta final da partida. Assim, aos 29′, Rúben Macedo cruzou e Ricardo Mangas finalizou do meio da área. Em seguida, o Vitória de Guimarães promoveu uma blitz na defesa mandante até chegar ao segundo gol. Dessa forma, Léo Bonatini deu passe para Marcus Edwards que arrematou para o gol, mas o goleiro defendeu. Na sobra, André arrematou, de fora da área, para ampliar para os Conquistadores. Ainda houve tempo para os donos da casa tentarem diminuir com Kevin Yamga e Abdoulaye, mas sem sucesso.

E AGORA?

Dessa forma, com o triunfo, Vitória de Guimarães sobe dois postos e chega à 7ª posição com 31 pontos. Enquanto que Aves segue na lanterna com 13 pontos e mantém a busca ingrata para escapar do rebaixamento. Agora, na próxima rodada, os donos da casa recebem Paços de Ferreira, no domingo (1/3), às 12h (horário de Brasília). Já os Conquistadores também jogam em casa diante do Tondela, no mesmo dia, às 17h (horário de Brasília).

MELHORES MOMENTOS

Foto Destaque: Reprodução / Domínio de Bola

BetWarrior


Poliesportiva


Ricardo do Amaral
Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 27 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

    Artigos Relacionados

    Topo