A violência fez mais uma vítima

Sei que muitos ‘torcem o nariz' quando ouvem falar das organizadas. A presença alegre e muitas vezes violenta já foi alvo de vários debates. Ontem, porém ocorreu provavelmente o seu episódio mais assustador. Moacir Bianchi, um dos fundadores da torcida Mancha Verde, foi assassinado em uma emboscada. Bianchi é o segundo fundador da Mancha que morre assinado, lembrando que em 1988 Cléo Sóstenes também foi morto a tiros. Além da brutalidade, mais uma no futebol, ficou explicita uma realidade aterrorizante para os torcedores de futebol.

Uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), da Polícia Civil, ainda está investigando o caso, mas segundo relatos ele teria sido assassinato por tentar evitar o crescimento da organização criminosa Primeiro Comando da Capital (PCC) dentro da uniformizada do Palmeiras. O PCC inclusive já teria dominado as demais uniformizadas dos grandes times paulistas. E só restaria a Mancha para ficar “tudo dominado”!

Diante do crime hediondo a Mancha resolveu encerrar suas atividade por tempo indeterminado – a nota oficial está no fim do texto.

É notório que há muito tempo alguns personagens violentos estão inseridos nas torcidas organizadas. Eles usam os demais torcedores, na maioria jovens, para ficarem anônimos durante seus atos brutais. A polícia quase nunca inibe a atuação desses criminosos e a cada episódio de violência a restrição é direcionada a todos os torcedores, como se todos fossem iguais. Várias ações como torcida única, punição ao clube mandante, impedir a ban deiras, etc… só serviram de paliativos, que ainda tiraram um pouco do colorido nos estádios.

Caso se confirme que o PCC ‘dominou' as torcidas organizadas, não só a Mancha, mas a demais deverão fechar suas portas. Seria lamentável! Um triste fim a essas organizações que nasceram para melhorar o espetáculo e valorizar seus clubes. Me lembro, quando criança, de sempre assistir o jogo em pé só para ficar perto das torcidas uniformizadas. Lá era pedaço mais animado da arquibancada. Assim como eu, muitos outros jovens faziam o mesmo e apesar de morarm os em lugares diferentes tínhamos ali o nosso ponto de encontro. Uma paixão comum que unia pessoas de diferentes realidades.

Relato com tristeza o fechamento da Mancha Verde, infelizmente um pequeno grupo violento conseguiu estragar a bonita história da Mancha. Os próximos jogos do Verdão terão um pouco menos de brilho nas arquibancadas.

Abaixo a nota oficial publicada na página do Facebook da Mancha Alviverde:

“LUTO. Hoje recebemos a triste noticia que nosso fundador e ex-presidente Moacir Bianchi, foi encontrado morto. Não temos palavras para descrever o que sentimos nesse momento. Uma pessoa que tanto lutou para que a Mancha Verde pudesse se tornar uma grande torcida, e para que a torcida do Palmeiras fosse respeitada. Moacir fez da Mancha Verde a sua vida. Seu nome está escrito em nossa historia e jamais será apagado. Que Deus possa confortar toda sua familia e receba nosso fundador em um bom lugar. LUTO – MOACIR BIANCHI Informamos també ;m que em meio a diversos problemas que a torcida vem passando, e em cima dessa noticia de uma morte que deixou todos nós da torcida completamente abalados, comunicamos a todos os associados que a torcida Mancha Alviverde após 34 anos de fundação está encerrando suas atividades por tempo indeterminado. Obrigado a todos que até aqui ajudaram a construir o nome da Mancha Verde.”

(fonte: www.facebook.com/manchaalviverde83oficial)

BetWarrior


Poliesportiva


Renato Melhem
Renato Melhem
Renato Melhem é comentarista esportivo da TV Cidade e da rádio Nova Difusora AM de Osasco. Escreve também no Blog O NOSSO FUTEBOL - www.onossofutebol.com Formado em Arquitetura e Urbanismo é Conselheiro do CAU/SP.
http://www.onossofutebol.com

    Artigos Relacionados

    Topo