Victor Souza brilha e coloca CRB na final do Campeonato Alagoano

- O goleiro regatiano foi o grande nome do jogo, pegando dois pênaltis
Victor Souza brilha e coloca o CRB na grande final contra o CSA

CRB e ASA se enfrentaram nessa noite de segunda-feira (3), em partida válida pela semifinal do Campeonato Alagoano 2020. O jogo terminou em empate sem gols, o que levou a decisão para as penalidades máximas. Dessa forma, na disputa alternada, o goleiro do Galo se destacou e pegou dois pênaltis, dando a classificação para o Alvi-rubro.

1° TEMPO

A primeira etapa do jogo começou em ritmo acelerado para o Galo. Com a posse de bola, o time comandado por Marcelo Cabo, não demorou muito para chegar ao ataque. Foi então aos 12′ que após lançamento de Lucas Mendes, Magno Cruz vai até a linha de fundo e cruza para o início da área onde Diego Torres chega chutando, mas para em Deola.

10 minutos mais tarde, Erik parte pela esquerda, passa pela defesa do ASA e efetua o passe para Diego Torres, que finaliza e o goleiro alvi-negro realiza mais uma grande defesa na partida. Contudo, o time visitante conseguiu igualar as ações no jogo e conseguiu chegar ao gol, mas que foi bem anulado pelo assistente. No entanto, nos acréscimos do primeiro tempo, Magno Cruz responde e acerta um “sem pulo” no canto esquerdo do guarda-redes que defende novamente.

https://twitter.com/ASA_Arapiraca/status/1290455568906321921?s=20

2° TEMPO

A segunda etapa continuou com a mesma tônica do primeiro tempo. O CRB já aos 1′ conseguiu uma finalização de cabeça com Léo Gamalho. Contudo, quatro minutos depois, o estádio Rei Pelé tem uma queda de energia elétrica que apaga os refletores, fazendo a partida ficar paralisada, mas logo foi retomada.

O retorno da segunda etapa marcou o domínio do jogo pelo CRB. Em pouco tempo, o Galo chegou com duas grandes chances, uma com Diego Torres que recebeu sozinho e chutou pelo lado de fora da rede e Magno Cruz, que teve o gol aberto mas finalizou por cima da meta alvi-negra. Além disso, Erik ainda acertou o travessão de Deola, que só olhou. No mais, o ASA ainda teve um jogador expulso, mas conseguiu segurar o ímpeto dos donos da casa e levaram a decisão para os pênaltis.

Já nos pênaltis, Léo Gamalho, João Carlos e Felipe Menezes fizeram para o Galo. E no lado do ASA, Leandro Cearense fez o gol, mas Allyson, Martony e Eberson não colocaram a bola para dentro, sendo duas dessas cobranças defendidas por Victor Souza. Além disso, o CRB ainda perdeu duas chances com Gum, para fora, e Erik que parou em Deola. Dessa forma, o Alvi-rubro saiu vencedor da disputa pelo placar de 3 x 1.

https://twitter.com/CRBoficial/status/1290479544919404544?s=20

E AGORA?

O Clube de Regatas Brasil vai enfrentar, na final do Campeonato Alagoano, o seu maior rival, CSA. O clássico das multidões será realizado nessa quarta-feira (05), as 21:30, no estádio Rei Pelé. Além disso, o CRB estreia na Série B do Campeonato Brasileiro já no dia 8 de agosto, contra o Juventude, fora de casa. Enquanto pelo ASA, o clube alvi-negro espera a data de início da quarta divisão do futebol brasileiro.

MELHORES MOMENTOS

Foto destaque: Divulgação / CRB

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Luiz Felipe Santos

Sobre Luiz Felipe Santos

Luiz Felipe Pimentel já escreveu 71 posts nesse site..

Olá, meu nome é Luiz Felipe, tenho 19 anos de idade, que foram de total amor a tudo que era relacionado a esportes, principalmente o futebol. Atualmente sou estudante de jornalismo pela UFAL. Como todo (ou quase todo) brasileiro, sonhava em ser jogador de futebol, ao ver que isso não seria mais possível, escolhi algo que me colocasse o mais perto possível desse esporte. Hoje meu dever é tratar com ética e responsabilidade as informações que permeiam o mundo dos esportes.

BetWarrior


Poliesportiva


Luiz Felipe Santos
Luiz Felipe Santos
Olá, meu nome é Luiz Felipe, tenho 19 anos de idade, que foram de total amor a tudo que era relacionado a esportes, principalmente o futebol. Atualmente sou estudante de jornalismo pela UFAL. Como todo (ou quase todo) brasileiro, sonhava em ser jogador de futebol, ao ver que isso não seria mais possível, escolhi algo que me colocasse o mais perto possível desse esporte. Hoje meu dever é tratar com ética e responsabilidade as informações que permeiam o mundo dos esportes.

    Artigos Relacionados

    Topo