Vice-líder da Série A2 com a Penapolense, Graffite exalta a importância de cada jogo: “todos os jogos são uma final para nós”

- Destaque da Penapolense na Série A2 do Campeonato Paulista, Graffite conversou com o site Futebol na Veia sobre a boa fase dele e do time na competição.
Vice-líder da Série A2 com a Penapolense, Grafitte exalta a importância de cada jogo: “todos os jogos são uma final para nós”

Após o empate da Penapolense contra a Inter de Limeira por 2 a 2, o lateral direito Graffite concedeu uma entrevista ao Futebol na Veia. O time dele é o segundo colocado na competição com 14 pontos conquistados em sete jogos disputados. A vitória vinha sendo conquistada, até os 40 minutos do segundo tempo, quando ela escapou pelos dedos. O nosso entrevistado diz o que faltou para conseguir os três pontos.

Faltou um pouco de concentração no final do jogo. Ficamos com um jogador a menos faltando 15 minutos para o fim e isso é muito difícil. Nosso campo é grande tem muito espaço e fica difícil manter a mesma pegada até o fim da partida, você tem que correr dobrado.

A boa fase da Penapolense

Mesmo com esse tropeço nada bom para a Penapolense, Graffite comemora o bom início, e diz que o mérito do começo de temporada está no comprometimento e no foco do objetivo traçado.

Nosso time foi bem montado. Nosso treinador nos passa confiança e o nosso grupo não tem vaidade, todos estamos juntos em um só objetivo que é a classificação.

Boa fase do time reflete em Graffite

Se já não bastasse a boa campanha do time, Grafitte também tem motivos para comemorar, pois ele também está em grande fase. São três assistências e dois gols até agora, algo que para a posição são números excelente. Ele afirma qual a fórmula do sucesso do momento em sua carreira.

Muito trabalho e concentração nos jogos e graças a Deus tudo está dando certo.

A expectativa para o próximo duelo

Para a próxima rodada contra o XV de Piracicaba, no estádio Barão de Serra Negra, o time de Piracicaba ocupa o oitavo lugar na competição, Grafitte sabe que o jogo será difícil, mas deixa claro que a Penapolense tentará sair com os três pontos, mesmo fora de casa.

Vamos jogar de igual para igual, lá tem jogadores de qualidade como aqui também tem, todos os jogos são uma final para nós.

O jogo acontece às 16h do próximo sábado, 17. A vitória para a Penapolense valerá a liderança da competição, caso o São Bernardo seja derrotado em casa pela equipe do Batatais.

 

Ruan Silva

Sobre Ruan Silva

Ruan Silva já escreveu 958 posts nesse site..

Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

BetWarrior


Poliesportiva


Ruan Silva
Ruan Silva
Meu nome é Ruan Silva da Silva, tenho 24 anos, moro na cidade de Altamira no Pará. Sou graduado na área de Letras, com habilitação em Língua Portuguesa e no momento pós-graduando na área de Linguagem e Ensino, ambos pela Universidade Federal do Pará (UFPA). Sou deficiente físico, tenho dificuldades na questão da locomoção, que dificulta um pouquinho as coisas, mas nada que impeça de exercer diversas atividades. Sou apaixonado por todos os esportes, principalmente pelo futebol, corintiano e simpatizante de diversos clubes na Europa que não cabem todos aqui e apaixonado também pelo jornalismo esportivo tendo como ídolos, ícones como Galvão Bueno, Luciano do Valle, André Henning, Vitor Sérgio Rodrigues e outros mais. Uma curiosidade minha é que consegui na graduação em um ambiente voltado aos estudos de ensino e aprendizagem, incluir o futebol no principal trabalho dos quatro anos de curso, o TCC. Escrevi sobre Nelson Rodrigues e a Copa de 1950, temas raramente trabalhados numa graduação como essa. Enfim! Sonho em um dia trabalhar efetivamente na área que tanto amo e acredito que posso fazer um bom papel no meio.

    Artigos Relacionados

    Topo