Vexame na Ilha ao som de “Ooooooolééé”

Diante de sua torcida, na Ilha do Urubu, o Flamengo emplacou sua terceira derrota consecutiva. Após perder duas vezes para o Santos (uma pela Copa do Brasil e outra pelo Brasileirão) o rubro-negro perdeu para o Vitória. O difícil jogo construído pelo time baiano foi o suficiente para deixar os donos da casa afobados e partir para o ataque à qualquer preço. No final, eficiência do Leão e insistência em vão do Urubu resultaram no placar: 2×0 para o Vitória, na Ilha.

1º Tempo

O primeiro tempo foi de soberania flamenguista, pois o 4-1-4-1 armado por Zé Ricardo fez com que o Flamengo chegasse ao gol inúmeras vezes, porém a confiança abaixo do time impedia a marcação do gol. Felipe Vizeu perdeu duas chances, que, normalmente, faria.

Yago comemorando o gol após falha de Arão

Após essa “pressão” o Fla permaneceu com a maior posse de bola, entretanto o jogo esfriou e o Vitória cresceu. Até que, aos 45′, William Arão – que começou no lugar do criticado Márcio Araújo – errou dentro de sua grande área e Yago não perdoou: chutou forte e cruzado no ângulo direito de Diego Alves para abrir o placar. Flamengo 0, Vitória 1.

2º Tempo

A segunda etapa foi um “show de erros”, tanto por parte dos donos da casa quanto pela dos visitantes. Com isso, a técnica da partida caiu bastante.

Diego Alves vs Neilton – melhor para o atacante

Aos 15′, a torcida pediu e Zé Ricardo atendeu: botou Berrío na vaga de Geuvânio. Logo após, 4 minutos depois… Pênalti cometido, indiscutivelmente, por Réver em Tréllez. Neilton foi para a batida contra o pegador de pênalti Diego Alves, mas o arqueiro foi facilmente batido pelo atacante: bola de um lado e goleiro do outro. Flamengo 0, Vitória 2.

As peças chaves flamenguistas – Diego, Everton Ribeiro e Everton – não rendiam e o técnico carioca colocou Vinícius Jr no lugar do meia Everton. Mesmo com a alteração o Flamengo não pressionou o Vitória de forma efetiva e quase tomou o terceiro em uma finalização de Tréllez – que parou na trave. No finalzinho, aos 48′, Vizeu, enfim, empurrou para o fundo do gol, porém havia cometido falta anteriormente, portanto, gol anulado. E foi só: Flamengo 0, Vitória 2.

Rolou protestos na arquibancada da Ilha

Após tomar o segundo gol a torcida flamenguista perdeu a paciência com o time. Diego foi vaiado pela primeira vez com a camisa do rubro-negro. Além de pegar no pé do meia, o treinador também foi alvo e ouviu “Fora, Zé Ricardo” durante o final da partida e depois do apito final.

Ao ver o Vitória tocando a bola nos momentos derradeiros os gritos de “Olé” ecuaram pelas arquibancadas da Ilha do Urubu.

Zé falou na coletiva pós-jogo:

“Eu respeito a torcida do Flamengo, que está no seu direito de cobrar. Estamos chateados por não dar retorno à nossa torcida. Hoje não aliamos performance e resultado”

Na tabela…

O Flamengo permaneceu com os mesmos 29 pontos, em 6º, correndo o risco de ser ultrapassado pelo Cruzeiro ainda hoje. Já o Vitória foi para 19, subindo uma posição dentro do Z-4 (de 19º para 18º), porém pode perder essa mesma posição para o Avaí, que entra em campo hoje à noite.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0 X 2 VITÓRIA

Local: Ilha do Urubu, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 6 de agosto de 2017 (Domingo)

Horário: 11h(de Brasília)

Renda: R$ 1.099.895,00

Público: 18.133 presentes (16.521 pagantes)

Árbitro: Raphael Claus (Fifa-SP)

Assistentes: Alex Ang Ribeiro (SP) e Tatiane Sacilotti dos Santos Camargo (Fifa-SP)

Cartões amarelos: Réver, Everton, Diego, Berrío (Fla); Yago, Wallace (Vitória)

GOLS:

Vitória: Yago, 40 aos min do 1º tempo; Neilton, aos 20min do 2º tempo.

Flamengo: Diego Alves, Pará, Réver, Rhodolfo e Miguel Trauco; Willian Arão, Diego (Lucas Paquetá), Éverton Ribeiro e Everton (Vinicius Junior); Geuvânio (Berrío) e Felipe Vizeu. Técnico: Zé Ricardo.

Vitória: Fernando Miguel, Caíque Sá, Kanu, Wallace e Geferson; Ramon, Fillipe Souto e Yago (Patric); David (René), Santiago Tréllez e Neilton (Júnior). Técnico: Vágner Mancini.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS:

https://youtu.be/xMBmdNOTYu4

Leonardo José

Sobre Leonardo José

Leonardo José já escreveu 382 posts nesse site..

Sou o Leonardo José, jovem alagoano, estudante de jornalismo e esquerdista, sim. O esporte, a filosofia e a sociologia correm em minhas veias simultaneamente. Louco pelo futebol latino. Prefiro Libertadores à Champions League. No Brasil, clássicos como CSA x CRB, Sampaio Corrêa x Moto Club e ABC x América-RN são bem mais emocionantes que Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético-MG e Corinthians x Palmeiras. Para você, leitor, não se cansar lendo minha biografia, finalizo dizendo que "todos os detalhes e os bastidores da vida precisam ser olhados com atenção".Twitter: @leo_silva997

BetWarrior


Poliesportiva


Leonardo José
Leonardo José
Sou o Leonardo José, jovem alagoano, estudante de jornalismo e esquerdista, sim. O esporte, a filosofia e a sociologia correm em minhas veias simultaneamente. Louco pelo futebol latino. Prefiro Libertadores à Champions League. No Brasil, clássicos como CSA x CRB, Sampaio Corrêa x Moto Club e ABC x América-RN são bem mais emocionantes que Flamengo x Vasco, Cruzeiro x Atlético-MG e Corinthians x Palmeiras. Para você, leitor, não se cansar lendo minha biografia, finalizo dizendo que "todos os detalhes e os bastidores da vida precisam ser olhados com atenção".Twitter: @leo_silva997

Artigos Relacionados

Comments are closed.

Topo