Vélez Sarsfield e Aucas, do Ecuador, estarão frente a frente nesta terça-feira, 4, às 21h30 (horário de Brasília), no estádio José Amalfitani, em partida de ida da primeira fase da Copa Sul-Americana. A arbitragem ficará a cargo do boliviano Gery Vargas. Aliás, a volta, vale lembrar, ocorrerá no mesmo dia e horário da próxima semana.

A última participação do Vélez em uma competição internacional foi na Copa Libertadores da América de 2014. Naquela ocasião, caiu ainda nas oitavas de final pelo Nacional, do Paraguai. Por sua vez, o Aucas não transcende as fronteiras de seu país desde a Sula de 2016, quando foi eliminado pelo Real Garcilaso, do Peru, nesta mesma fase.

VÉLEZ SARSFIELD

A equipe comandada por Gabriel Heinze possui um plantel recheado de jovens. Não à toa, dentre todas as 24 equipes que disputam a Superliga Argentina, o Fortín é quem possui a menor idade média, com 24,7 anos de idade. Dentre eles, destaques para o zagueiro peruano Luis Abram, 23, o lateral esquerdo Brian Cufré, 23, os meias Lucas Robertone e Tiago Almada, 22 e 18, respectivamente, e o centroavante Maximiliano Romero, 21.

Sob a batuta do ex-zagueiro, os meninos, há cinco cinco partidas do final da competição, estão na 5ª colocação, com 30 pontos, seis atrás do líder River Plate. Distância essa fruto dos empates com Gimnasia y Esgrima e Aldosivi nas duas últimas rodadas.

No entanto, a segunda melhor defesa da competição, com apenas 12 gols sofridos, atrás somente da do Boca Juniors, que levou oito, não é fruto de um time retranqueiro. Apesar dos 18 gols feitos não refletirem com exatidão a ofensividade da equipe, é esse o ideal da equipe. Por isso, o Veléz, sim, é um dos favoritos para o título. Desde 1997, quando vendeu a Recopa Sul-Americana, o clube não conquista nenhuma competição continental.

A experiência, centrada sobretudo na figura de Fernando Gago, não estará presente. Isso porque o meio-campista sofreu uma nova grave lesão. Dessa maneira, o substituto do atleta de 33 anos é a principal dúvida de Heinze. Assim, duas são as opções: a primeira é a entrada do também volante Pablo Galdames, 23, que não modificaria o desenho tático do time; a segunda, promover o ingresso do atacante Ricardo Centurión, 27, contratado nesta janela de transferência.

Um possível Vélez teria (4-2-3-1): Lucas Hoyos; Tomás Guidara, Lautaro Gianetti, Luis Abram e Brian Cufré; Gastón Giménez e Pablo Galdames; Augustín Bouzart, Lucas Robertone e Tiago Almada; Maximiliano Romero.

AUCAS

O conjunto equatoriano, que é comandado pelo argentino Maximiliano Villafañe, ainda não estreou no campeonato local. Desse modo, a última partida oficial da equipe foi em 7 de dezembro, quando, pela semifinal do Equatorianão, empatou em 0 a 0 com a LDU e, assim, foi eliminada.

Na temporada passada, o experiente meia de 34 anos, Víctor Figueroa, com 7 gols, e o centroavante Edson Montaño, com 9, foram os principais artilheiros da equipe. Para a estreia, o volante Jhonny Quiñónez será desfalque. Isso porque sofreu uma lesão no joelho.

Um provável Aucas teria (4-4-2): Fernando Fernández; Jhon Espinoza, Edison Carcelén, Alejandro Manchot e Carlos Cuero; Edson Rodríguez, Alejandro Frezzotti, José Cazares e Víctor Figueroa; Carlos Arboleda e Edson Montaño.

https://twitter.com/Aucas45/status/1224526757287559168

HISTÓRICO

Essa será a primeira partida entre ambas as equipes.

APOSTA INDICADA

Favorito ao título, o Veléz Sarsfield deve fazer valer o mando de campo.

ODDS: Casa (1,30) Empate (5,00) Fora (8,75)

Avatar
Pedro Ferri
Pedro Rodrigues Nigro Ferri, 19, nascido em Assis-SP. Jornalista em formação pela Faculdade da Cásper Líbero e um fiel devoto. Católico? Protestante? Não, corinthiano. Sou mais um integrante do bando de loucos e nunca me conheci sem essa doença. Frequentador de arquibancada, sou apaixonado por torcidas. Sabe aquela música do seu time? É, eu canto ela no chuveiro. Supersticioso ao extremo e disseminador da política "NÃO GRITA GOL ANTES DA BOLA ENTRAR!".

Artigos Relacionados