Vale a pena comprar o FIFA 21 para nova geração?

- Game agrada graficamente, mas peca mais uma vez com inúmeros bugs
fifa

Como dito no nosso outro post sobre o assunto (na antiga geração), o novo recém lançado jogo da EA Sports, o FIFA 21, como os demais jogos da franquia, sempre vem recebendo novos modos, jogadores e melhorias gráficas.

Entretanto, as inovações incrementadas no 21º game da franquia da nova geração, sendo PS5 e Xbox series X, não são tão expressivas. Assim, a coluna Master League desta terça-feira (12), traz algumas novidades de um dos jogos mais jogados no mundo.

https://twitter.com/RevolutionArena/status/1320380546590121987?s=19

Entretanto, os bugs estragam qualquer experiência dentro do game. À princípio, nos modos online, onde além dos próprios bugs, os servidores continuam deixando a desejar.

Ainda assim, as novidades do modo carreira e as tão comentadas físicas dos cabelos conseguiram chamar mais atenção.

Apesar disso, a EA Sports adicionou as vozes do narrador Gustavo Villani, o que agradou muitos, após a narração de Thiago Leifert que estava no game desde o FIFA 13.

Além disso, uma nova física na bola que podemos ver quando os jogadores chutam ou cabeceiam, porém, foi motivo de piada para a comunidade por ter ficado semelhante as famosas “bolas de leite” que desafiam as leis da física, e que marcaram a infância de muitos brasileiros.

Enfim, a pergunta que não quer calar, “Vale a pena comprar o FIFA 21?” 

Caso tenha um console de nova geração e não quer esperar até Setembro o FIFA 22, compre. Por outro lado, se não é muito fã, e não faz questão de jogar, indico que espere a próxima versão do game.

Em síntese, se você curte os modos offline, alguns ex-Atletas como Kaká e Eric Cantona, estão presentes na história do Modo Volta. Logo, além de Kylian, o inglês Trent Alexander-Arnold, e o português João Félix também estão presentes.

Foto Destaque: Reprodução/EA SPORTS

Felipe Gomes
Felipe Gomes
Meu sonho sempre foi estar em jornais, fosse estampando-os ou sendo autor deles. Não tenho medo de explorar novos ramos e rumos e por isso decidi ousar, arriscar e não me arrepender.

Artigos Relacionados

Deixe uma resposta

Topo