Você conhece o jogador brasileiro Uriel da Veiga? Em suma, foi um defensor, nascido em 1940, em Niterói. Não teve grande passagem por times brasileiros, mas deixou sua marca em um país incomum do futebol, os Estados Unidos. Assim, durante o final dos anos 60 e o começo dos 70, Uriel esteve presente no início do futebol no país que até hoje não o vê como esporte principal. Mas, naquela época, era o maior dos pioneiros.

URIEL DA VEIGA: QUEM É?

Nascido no dia 28 de agosto de 1940, começou tarde no futebol. Apenas em 1961 foi contratado por um time, o Canto do Rio, de sua cidade natal. Passou dois anos lá. Depois, em 64, foi para o America, seguindo para o Olaria, em 66, e finalmente para o Santa Cruz, em 1967, onde chamou a atenção do mundo do futebol. Porém, toda essa atenção aconteceu sem nem entrar em campo. Assim, em todos os clubes brasileiros que esteve, não pisou em campo por nenhum minuto.

UM BRASILEIRO NOS ESTADOS UNIDOS

uriel da veiga no Baltimore Bays
Uriel da Veiga no Baltimore Bays – Créditos: NASL

Entretanto, em 1967, pioneiro, foi para um país que pouco valorizava o futebol na época. Assim, foi contratado pelo Baltimore Bays, onde ficou por dois anos, usando a camisa 3. Dessa forma, esteve em campo em 31 jogos pelo clube, marcando quatro gols e dando duas assistências. Entretanto, voltou para o Santa Cruz em 1969. Mas, novamente, não entrou em campo.

Em 1969, o NPSL se fundiu com a AFE, criando assim a NASL (Norht American League Soccer). Dessa forma, em 1968, da Veiga e seus companheiros de equipe passaram a temporada em uma liga nova.

Enquanto isso, em 1970, foi para o Atlanta Chiefs, onde atuou por três anos, com a camisa 11. Na equipe, esteve em campo por 61 jogos. Marcou apenas um gol e deu apenas uma assistência. Após isso, jogou apenas um ano pelo Atlanta Apollos, em 1973. Esteve em campo por apenas 15 jogos, com um gol marcado, usando a camisa 6. Nesta última temporada de Uriel, um novo proprietário assumiu controle pelo Atlanta, por isso a nomeação do clube mudou.

Uriel era um zagueiro classicão. Tinha mais a função de impedir que as bolas passassem do que qualquer outra coisa. Isso se representa em seus números. Em 114 jogos, marcou apenas sete gols.

Em seu primeiro ano nos EUA, Uriel e seus companheiros ganharam o campeonato da NASL, em cima do San Diego Toros. Porém, ficou em 2º lugar, perdendo a final, em dois anos, em 1969 e 1971. Assim, o Atlanta Chiefs hoje sossega na 3ª colocação dos melhores clubes que já disputaram a NASL.

URIEL ABRIU CAMINHOS PARA O FUTEBOL DO BRASIL NOS ESTADOS UNIDOS

Logo após que Uriel da Veiga se aposentou, mais exatamente dois anos depois, um grande brasileiro foi desbravar o futebol dos Estados Unidos: Pelé. Em 1975, o Rei chegou ao New York Cosmos, criando uma sensação midiática em torno do futebol norte-americano e chamando muita atenção para o lugar.

Em 1982, um técnico brasileiro, Julio Mazzei, comandou o New York Cosmos, cinco anos depois que Pelé saiu do clube. O mesmo tinha ficado em 2º lugar no ano anterior, perdendo para o Chicago Sting.

Foto destaque: Reprodução/NASL

Avatar
Henrique Cesar
Escolhi o jornalismo pois sempre fui apaixonado por escrever, escrevo desde pequeno, sempre tive o sonho de contra as histórias das pessoas, e o jornalismo me trouxe essa oportunidade. Já trabalhei na área três vezes. Fui redator em um site da minha faculdade, fui produtor, roteirista e editor de um canal de Youtube sobre basquete e já fui redator de redes sociais em uma agência publicitária. Meus objetivos são poder estudar mais, trabalhar mais com jornalismo, contar mais histórias, sonho em um dia fazer documentários jornalísticos. Minha personalidade... sou muito curioso com tudo, sempre quero saber das coisas, se eu gosto então, eu procuro ao máximo saber tudo, gosto demais de escrever, sou meio introvertido mas me solto com o tempo.

Artigos Relacionados