Uma Partida Cinematográfica

Um roteiro digno dos grandes filmes de Hollywood, mais uma partida daquelas, que entram sem dúvidas para história desse esporte chamado Futebol.

O Liverpool conseguiu uma virada épica em cima do Borussia Dortmund, em uma noite que os torcedores agradeceram aos deuses do futebol, após está perdendo por 2 x 0, em seu estádio, uma filme de drama desde o começo. No segundo tempo, foram buscar uma reação improvável com apenas 45 minutos, para delírio de sua torcida no Anfield.

Um espetáculo que iniciou-se bem antes do jogo, no sorteio dos confrontos das quartas de finais da Liga Europa, uma partida que já era especial pelo reencontro de Jürgen Klopp com seu ex-time, o Borussia. Clube pelo qual dirigiu 7 anos, com muitas vitórias, títulos e uma linda história. O encontro que para muitos era considerado uma final antecipada, realmente mostrou ao público que tinha tudo para ser uma partida emocionante. Na primeira partida o empate por 1 x 1 com o Liverpool saindo em vantagem por ter feito um gol fora de casa e um show da torcida do Borussia e Liverpool, juntas mais de 80 mil pessoas cantaram “You’ll Never Walk Alone” (Você Nunca Estará Sozinho), música tema dos dois clubes, realmente um show à parte.

Mais ninguém tinha noção que o melhor tinha sido guardado para o jogo de volta no Anfield, com estádio completamente lotado as duas torcidas voltaram a dar um show à parte repetindo o que fizeram na Alemanha e a partida começou eletrizante.

Com menos de 10 minutos de jogo o Borussia fez 2 x 0 e deixou a vida dos donos da casa complicada, Mkhitaryan e Aubameyang abriram o placar para os Aurinegros. Os Reds pressionaram ainda no primeiro tempo, porém terminou assim a primeira etapa.
Logo na volta do intervalo, Origi diminuiu para equipe de Klopp, mais o Borussia voltou a ficar em vantagem, depois de bela jogada do zagueiro Hummels dando uma de camisa 10, deu excelente assistência para Marco Reus fazer 3 x 1 para os alemães. À partir daí, a partida parecia liquidada, mas a história pesa, com um treinador que acreditava a todo momento em sua equipe, o Liverpool diminuiu num bonito gol do brasileiro Philippe Coutinho e ainda chegou ao empate com o zagueiro francês Sakho, ai os torcedores inglês enlouqueceram e os alemães ainda acreditavam, pois o empate era do time de Dortmund. Klopp vibrava muito com seus auxiliares e jogadores no banco e pedia calma ao mesmo tempo, quando aos 47 da segunda etapa, no apagar das luzes, uma jogada pela direta. Falta cobrada rápida de Milner para Sturridge que devolveu para o mesmo, que cruzou na área, para a cabeça do zagueiro Lovren e o milagre estava feito, o inacreditável havia acontecido, Klopp foi a loucura, junto com os jogadores e a torcida inglesa principalmente. Drama para os alemães que ainda tiveram tempo para uma falta, que passou com perigo mas não deu. A história já tinha sido escrita, a noite era dos Reds, a noite era do Liverpool.

Curiosidades: Não é a primeira vez que o Liverpool consegue um milagre histórico em um torneio continental, em 2005, o time conseguiu um título épico que entrou para a galeria de melhores finais já vista no mundo. Após está perdendo de 3 x 0 para um Milan de Dida, Cafú, Maldini, Seedorf, Kaká e Shevchenko, conseguiram uma reação inacreditável no segundo tempo empatando a partida em 3 x 3 em apenas 15 minutos com uma atuação de galã do seu capitão e ídolo Steven Gerrard, segurando o resultado na prorrogação sagrando-se assim campeão das Liga dos Campeões 2004-2005, a partida foi apelidada de O Milagre de Istambul.

Também não é a primeira vez que Jürgen Klopp conseguiu uma virada espetacular na carreira, o treinador,  já tinha vivido isso nas quartas de finais da Champions, há 3 anos com o Borussia que virou um jogo parecido. O Málaga estava vencendo por 1 x 2 na Alemanha, após a primeira partida na Espanha, terminar 0x0, quando nos acréscimos a equipe de Klopp virou o jogo para 3 x 2, ficando assim com a vaga nas semi finais. Em seguida o Borussia eliminaria o Real Madrid, na semi, com direito a 4 gols de Lewandowski no jogo de ida e na final seria derrotado para o rival Bayern de Munique, que havia comprado o meia e craque do time do Borussia, Mario Götze, antes da final. O jogador sentiu uma “impressionante” lesão, justo na final.

Avatar

Sobre Thiago Cortes

Thiago Cortes já escreveu 6 posts nesse site..

Sou Thiago Cortes Rangel, Carioca da Gema nascido e criado no Rio de Janeiro e simplesmente um apaixonado por Futebol. Por um tempo fui “quase” jogador, atuei nas categorias de base de alguns times no Rio, um deles o C.R Vasco da Gama. Não realizei meu sonho, poderia desistir de tudo, apenas poderia. Acabei descobrindo outra paixão o Jornalismo. Em 2015 iniciei minha trajetória na faculdade e emendei vários cursos principalmente esportivos e foi em um deles onde tive o prazer de conhecer e aprender muito com meu ídolo PVC(Paulo Vinícius Coelho) eleito por muitos um dos melhores jornalistas esportivos. Hoje eu tenho orgulho de fazer parte de colunistas desse site, Eu sou Futebol na Veia até morrer!!!

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Thiago Cortes
Sou Thiago Cortes Rangel, Carioca da Gema nascido e criado no Rio de Janeiro e simplesmente um apaixonado por Futebol. Por um tempo fui “quase” jogador, atuei nas categorias de base de alguns times no Rio, um deles o C.R Vasco da Gama. Não realizei meu sonho, poderia desistir de tudo, apenas poderia. Acabei descobrindo outra paixão o Jornalismo. Em 2015 iniciei minha trajetória na faculdade e emendei vários cursos principalmente esportivos e foi em um deles onde tive o prazer de conhecer e aprender muito com meu ídolo PVC(Paulo Vinícius Coelho) eleito por muitos um dos melhores jornalistas esportivos. Hoje eu tenho orgulho de fazer parte de colunistas desse site, Eu sou Futebol na Veia até morrer!!!

    Artigos Relacionados

    Topo