Um leão dentro de campo! Parabéns, Sebastián Coates!

Poucos são os jogadores que guardam enorme identificação com um clube de futebol nos tempos atuais. Assim, estes atletas reúne características como entrega dentro de campo, tempo de clube, títulos e gols. No Sporting, esses são indicadores do zagueiro Sebastián Coates. Logo, como um verdadeiro leão nas quatro linhas, o xerife dos Sportinguistas esbanja qualidade técnica e raça. Dessa forma, a coluna Parabéns ao Craque comemora os 30 anos de vida de um dos pilares da equipe de Rúben Amorim.

Leia mais:

Natural de Montevideú, no Uruguai, Sebastián Coates nasceria em um dia como este, em 1990. Assim, teria os primeiros contatos com a bola desde muito cedo. Pois, com 11 anos, já chegaria a um dos maiores clubes do país, o Nacional, para superar todas as categorias de base. Assim, em 2009, o zagueiro teria as primeiras oportunidades no elenco profissional pelas mãos do então técnico Gerardo Pelusso.

Com vigor físico, Sebastián Coates já se destacaria com gols na primeira temporada, inclusive, em partidas pela Copa Libertadores da América. Assim, contribuiu para a campanha de semifinalista do Nacional. Ainda seria campeão uruguaio por duas vezes, nos anos 2008/09 e 2010/11. Dessa forma, o desempenho, como titular, rendeu uma negociação frustrada com o São Paulo, palco de ídolos conterrâneos do nosso aniversariante, como Lugano, pelo qual foi recomendado.

A CHEGADA NA EUROPA

Logo, com quase 100 jogos e oito gols marcados, não demoraria para Sebastián Coates ser pretendido por clubes europeus. Assim, a porta de entrada no velho continente se deu pelo Liverpool, da Inglaterra. Apesar disso, dificuldades de adaptação renderam ao zagueiro uma ausência de sequência e pouco jogos nas duas primeiras temporadas.

Desse modo, retornou para a velha casa, por empréstimo, para resgatar o bom futebol. No entanto, pouco tempo depois, Sebastián Coates acabou sendo emprestado ao Sunderland, da Inglaterra, para uma nova oportunidade na Europa. Agora, já mais maduro, com 24 anos, o zagueiro deixou boa impressão e teve seu contrato renovado em definitivo pelo clube inglês. Ainda assim, a passagem pelo futebol da terra da rainha renderia o título da Copa da Liga Inglesa, em 2011/12.

ENFIM, O SEBASTIÁN COATES DO SPORTING

No entanto, apenas quando desembarcou em Lisboa foi que Sebastián Coates teve terreno para desfilar o melhor futebol de sua carreira. Inicialmente por empréstimo por Sunderland, o zagueiro iniciou sua trajetória gloriosa pelo Sporting, de Portugal, em janeiro de 2016. Após um ano de contrato, os bons números já garantiram a compra em definitivo por parte dos Leões de Alvalade.

Dessa forma, com mais de 200 jogos, sua postura aguerrida, aliada a uma boa recuperação de bola e desarmes certeiros, deram a Sebastián Coates a braçadeira de capitão. Assim, como dito, se tornou um representante do torcedor dentro das quatro linhas. Além disso, seguiu marcando gols, já tendo anotado 17 tentos em seis anos de leão ao peito. Logo, pelo Sporting, conquistou o maior número de títulos com duas Taças da Liga, em 2017/18 e 2018/19, e uma Taça de Portugal, em 2018/19.

COATES DA SELEÇÃO URUGUAIA

Apesar disso, Sebastián Coates talvez tenha se tornado mundialmente conhecido pelas convocação à Seleção do Uruguai. Pois, desde muito cedo já era lembrado pelo técnico para integrar o elenco juvenil. Dessa forma, disputou o Sul-Americano Sub-20, em 2009, quando classificou a equipe para o Mundial da categoria. Já na equipe principal, estreou em 2011 em uma amistoso contra a Estônia. Além disso, foi campeão da Copa América no mesmo ano. No entanto, estaria na edição de 2016, mas teve seu corte por lesão anunciado dias antes.

Por fim, Sebastián Coates pode ser considerado um dos poucos jogadores que tenham títulos por quase todos os clubes por onde passou, a exceção é o Sunderland. Além disso, faturou um campeonato pela seleção de seu país. Mesmo com dificuldades iniciais para se firmar nos clubes, construiu uma grande história na Europa, que vem adicionando novos capítulos a cada temporada no Sporting, clube pelo qual é ídolo recente e capitão incontestável.

Parabéns, Coates!

Foto Destaque: Reprodução / LUSA

Ricardo do Amaral
"Alvíssaras! Sou Ricardo Accioly Filho, pernambucano de 29 anos, advogado e estudante de jornalismo pela Uninassau. Tenho como mote que “no futebol, nunca serão apenas 11 contra 11”; é arte, é espetáculo, humanismo, tem poder de mover multidões e permitir ascensões sociais. Como paixão nacional do brasileiro, o futebol me acompanha desde cedo, entretanto como nunca tive habilidade para praticá-lo, busquei associar duas vertentes de minha vida: o prazer pela leitura e o esporte bretão. Foi nesse diapasão que encontrei no jornalismo esportivo o elo de ligação que me leva a difundir e informar o que, nas palavras de Steven Spielberg, é o “mais belo espetáculo de imagens que já vi”."

Artigos Relacionados