Um gigante em declínio

 Sem sombra de dúvidas, um dos maiores fantasmas que assombram os grandes times de futebol em todo o mundo é a falta de títulos por muitos anos ou temporadas. Períodos dominados pela seca e pelo jejum de novos troféus são alvos de críticas da imprensa, dúvidas e insatisfações da torcida, além da boa e velha gozação por parte dos rivais, sobretudo, quando os seus maiores rivais começam a ganhar títulos importantes.
Um gigante do futebol mundial que está sofrendo nos últimos anos com esse problema é o Manchester United. Desde a saída do técnico mais vencedor da história do clube em 2013, Sir Alex Ferguson, o United vem perdendo espaço no cenário das taças. Campanhas fracas, eliminações precoces e uma dificuldade em gerir um elenco recheado de estrelas são os principais fatores para o declínio do time vermelho de Manchester.
Nas últimas temporadas podemos citar também alguns problemas de relacionamentos entre jogadores e entre atletas e comissão técnica como fatores que geraram o insucesso dos Red Devils. Retrato da péssima relação jogador/técnico foi a conturbada saída de Robin Van Persie, uma vez que o centroavante holandês não possuía boa relação com o técnico Louis Van Gaal, aspecto que gerou estranheza, já que Van Persie era um dos homens de confiança do técnico na Copa do Mundo em 2014.
Os diabos vermelhos também observam o crescente sucesso de dois dos seus grandes rivais. É claramente perceptível a subida de patamar do Manchester City e do Chelsea nas últimas temporadas, tornando-os favoritos nas últimas edições da Premier League e deixando o United em papel de coadjuvante, no cenário europeu e até mesmo inglês. Grandes contratações foram realizadas, como Falcão Garcia, Angel Di Maria, Bastian Schweinsteiger, mas elas não vingaram e os atletas não renderam como em seus antigos clubes. A grande fortaleza do clube, o seu estádio Old Trafford, que antes era sinônimo de derrota para os adversários perdeu a sua força e o time começou a acumular derrotas vexatórias em casa, como o 6×1 no dérbi de Manchester no clássico contra o Manchester City na temporada 2011/2012.
Na atual temporada, o Red Devils foram eliminados precocemente na fase de grupos da Uefa Champions League e estão em um frustrante 5º lugar no Campeonato Inglês, e tendo em vista o futuro do time, a única esperança de título na temporada é a Uefa Europa League, a competição retorna em fevereiro com os mata-matas e o United enfrentará o Midtjylland da Dinamarca.
As esperanças do time ainda continuam sobre o capitão e ídolo da torcida Wayne Rooney, que vem demonstrando um desempenho abaixo do esperado, e também nas contratações de Schweinsteiger, Memphis Depay e Martial. A torcida ainda sonha com dias de glórias vividos com Alex Ferguson, que passou 26 anos no comando técnico do United, e com a retomada do protagonismo do maior campeão inglês, não só no âmbito doméstico mas também mundial.
Avatar

Sobre Lucas Leal

Lucas Leal já escreveu 2 posts nesse site..

Sou o Lucas Leal, tenho 21 anos e sou estudante do melhor curso que existe para mim, o tal do jornalismo, na FMU. Nas minhas veias corre uma verdadeira paixão por esportes, sobretudo, pelo esporte mais popular do mundo, o tal do futebol. Amo informar, adoro ler, me apaixono todos os dias pela escrita e pelo templo sagrado chamado jornalismo esportivo.

BetWarrior


Poliesportiva


Avatar
Lucas Leal
Sou o Lucas Leal, tenho 21 anos e sou estudante do melhor curso que existe para mim, o tal do jornalismo, na FMU. Nas minhas veias corre uma verdadeira paixão por esportes, sobretudo, pelo esporte mais popular do mundo, o tal do futebol. Amo informar, adoro ler, me apaixono todos os dias pela escrita e pelo templo sagrado chamado jornalismo esportivo.

    Artigos Relacionados

    Topo