Um dia Inesquecível: quando a França ganhou o mundo

- Documentário relembra a final da Copa de 1998, quando os franceses foram campões vencendo o Brasil
Um dia Inesquecível: quando a França ganhou o mundo

Brasil x França é um duelo histórico e cheio do que há de melhor no futebol mundial, especialmente quando falamos em Copas do Mundo. Por isso, o documentário “Um dia Inesquecível” (12 juillet 1998, Le jour parfait), relembra o jogo decisivo de 1998, que deu aos franceses seu primeiro título mundial. A produção está disponível pela Netflix e é a dica da semana da coluna Futflix.

ATENÇÃO: O TEXTO POSSUI ALGUNS SPOILERS. CASO NÃO QUEIRA PERDER SUA EXPERIÊNCIA, ASSISTA O DOCUMENTÁRIO E VOLTE DEPOIS PARA LER

12 de julho de 1998: surge uma nova potência nos gramados

Quando Brasil e França se classificaram para a final do mundial de 1998, ninguém esperava uma vitória dos europeus. Isso porque a Seleção Brasileira tinha vencido a última Copa do Mundo, além de ter um elenco com craques de peso como Dunga, Ronaldo, Rivaldo, Taffarel, Cafu, entre muitos outros ídolos inesquecíveis. Assim, o mundo esperava uma vitória brasileira. Porém, o que se viu naquela noite foi uma reviravolta inesperada, inclusive pelos próprios franceses, e a consagração do país como uma potência no futebol. Além de Zinédine Zidane gravar seu nome na história como craque.

Por isso, em 2018, para comemorar os 20 anos do título francês, o documentário “Um dia Inesquecível” foi lançado. O longa de 93 minutos, com direção de Jean-Pierre Devillers, traz o depoimento de torcedores franceses, celebridades e atletas que revivem o dia da conquista. Além disso, traz também imagens da época, seja da torcida como da cobertura jornalística. Ou seja, um prato cheiro para quem gosta de futebol e quer relembrar esse jogo histórico. Além de poder conhecer um pouco mais sobre os franceses e sua paixão pelo esporte.

Um dia Inesquecível, quando a França ganhou o mundo

Durante o documentário podemos ver a emoção que praticamente parou o país europeu naquele de 12 de julho de 1998. Foi uma vitória histórica, por 3 x 0, e que marcou a vida dos franceses por ser o seu primeiro título mundial.  De quebra, a Seleção levou a melhor sobre o Brasil, time favorito, com verdadeiro show de Zinedine Zidane em campo. E o mais interessante da produção é que aborda essa vitória por um viés totalmente diferente, com depoimentos de franceses que relembram aquele dia. Ou seja, o documentário traz histórias curiosas, emocionantes, engraçadas e envolventes sobre personagens da torcida.

Já imaginou ser pedida em casamento na final da Copa do Mundo? Ser o motorista que dirige o ônibus da Seleção Francesa? Ver a sua filha nascer na hora do jogo? Ser gandula numa final de mundial? Perder um jogo histórico porque precisa trabalhar? Essas e outras histórias pra lá de interessantes mostram como essa final foi importante e mexeu com o coração dos franceses. Além disso, o longa também traz imagens da torcida na época, da festa de abertura do jogo e seu desfile da Yves Saint Lohan, da comemoração, e da festa que tomou as ruas de Paris no pós-jogo.

Título francês vence o preconceito

Um dos detalhes mais curiosos e emocionantes é ver como a vitória mexe com o patriotismo e o coração dos franceses, que se unem sobre a mesma bandeira da vitória. Isso mostra como o esporte tem uma força sobre uma comunidade e pode causar uma comoção nacional, mesmo em um país de cultura tão diferente da brasileira. Outro ponto alto é trazer o momento social, cultural e o contexto da época. Podemos ver a questão do preconceito e do racismo que estava presente no país no momento, principalmente contra imigrantes de ex-colônias francesas e negros. Porém, com o título e, principalmente, o protagonismo de Zinedine Zidane, que tem origem argelina, acaba unindo as pessoas sobre uma bandeira só, pelo menos naquele momento.

Por fim, é claro, rever os craques franceses da época e os lances do jogo, por si só já vale a pena. Podemos ver também a cobertura jornalística da época e aparecem, inclusive, brasileiros que, no dia do jogo, deram entrevistas e participaram da cobertura do evento. Ou seja, o documentário “Um dia Inesquecível” foi um verdadeiro gol de placa que os franceses marcaram 20 anos depois de sua primeira conquista. Por isso, separe já a pipoca e assista mais essa dica da Futflix.

Foto destaque: reprodução/ Daniel Garcia

Carla Taíssa

Sobre Carla Taíssa

Carla Taíssa já escreveu 74 posts nesse site..

Estudante de jornalismo, escritora e fotógrafa freelancer. Futebol, esportes de velocidade, futebol americano e basquete são suas paixões quando não está escrevendo ou viajando. Conheça suas fotos no Instagram @25springs.

BetWarrior


Poliesportiva


Carla Taíssa
Carla Taíssa
Estudante de jornalismo, escritora e fotógrafa freelancer. Futebol, esportes de velocidade, futebol americano e basquete são suas paixões quando não está escrevendo ou viajando. Conheça suas fotos no Instagram @25springs.

    Artigos Relacionados

    Topo