Liga Profissional de Futebol

Nesta semana, a Associação do Futebol Argentino definiu o regulamento da recém criada Liga Profissional de Futebol. Além disso, também estipularam a data de retorno. Se o governo federal aceitar, as equipes voltarão aos gramados no dia 25 de setembro. A última partida que aconteceu na Argentina foi há cinco meses, quando no dia 16 de março. Depois de tanta espera, finalmente os clubes argentinos possuem algum panorama sobre quando a bola voltará a rolar no país.

O novo regulamento é muito diferente do usado na antiga . Sendo assim, ao invés de um campeonato onde todos se enfrentam, dessa vez a disputa será por meio de grupos, evitando clássicos logo na primeira fase. Como é de praxe, o formato é um pouco confuso. Então, confira a explicação de todos os detalhes logo abaixo.

https://twitter.com/HablandoFutboll/status/1299344554232082434

O formato da Liga Profissional de Futebol

Os 24 clubes da primeira divisão do futebol argentino foram dividas em quatro potes. Assim, após o sorteio, serão formadas seis zonas, com quatro equipes cada uma. Mas, a divisão dos potes não foi aleatória. Visando evitar clássicos na primeira fase, times da mesma região não poderão ocupar o mesmo grupo. Confira quem estará em cada pote:

  • Primeiro pote: Boca Juniors, River Plate, Independiente, Racing, San Lorenzo e Vélez Sarsfield.
  • Segundo pote: Estudiantes, Gimnasia y La Plata, Rosário Central, Newell's Old Boys, Colón e Unión Santa Fé.
  • Terceiro pote: Aldosivi, Godoy Cruz, Patronato, Talleres, Atlético Tucumán e Central Córdoba.
  • Quarto pote: Argentinos Juniors, Huracán, Lanús, Banfield, Defensa y Justicia e Arsenal de Sarandí.

Então, feitos os grupos, haverão dois turnos de todos contra todos. No total, cada equipe disputará seis partidas. Os dois primeiros de cada zona avançarão para a fase “Campeão”, enquanto os clubes restantes irão para a fase “Complementação”. Posteriormente, uma nova divisão. Em ambas fases, os clubes se dividirão em duas zonas, com seis equipes cada uma. Assim, depois de um único turno, os dois melhores de cada zona se enfrentarão em estádio neutro e partida única. Finalmente, o vencedor da fase “Campeão” ganha uma vaga para a Libertadores 2021, enquanto o campeão da fase “Complementação” leva um lugar na Copa Sul-americana 2022.

Obs: os jogos não terão validade para a tabela do Promedio. Sendo assim, não haverão rebaixamentos em 2020.

Foto destaque: Divulgação/Twitter/Liga Profesional de Futbol

Odilon Santiago
Tenho 19 anos de sonho e de sangue e de América do Sul. Apaixonado pela escrita e pelo futebol, sobretudo naquele que é praticado em canchas latinas, com muito papel picado, catimba e cachorro invadindo o gramado. Um tango argentino me vai bem melhor que um Blues. Jornalista em formação pela Universidade São Judas Tadeu.

Artigos Relacionados