Trezeguet na briga política de eleições do River Plate

Em suma, o histórico atacante Trezeguet, campeão com a seleção da França e com a Juventus, agora entrará em outra disputa pesada. Decerto, o ex-jogador se candidatou, junto a uma chapa, para concorrer a presidência do River Plate, nas próximas eleições.

Portanto, o jogador argentino, com origens francesas, jogou nos Millonarios, já perto do fim de sua carreira, onde ganhou o carinho da torcida. Agora, tenta uma nova função: a de vice-presidente da equipe, cargo que Riquelme ocupa, por exemplo, no rival Boca Juniors. Trezeguet é oposição aos atuais dirigentes do time, e, por isso, as conversas não são as mais amigáveis.

Recentemente, o atacante teve de responder sobre Marcelo Gallardo, que está perto do fim de seu contrato e tem as maiores chances de sair da equipe. Decerto, quando chegou ao River Plate, o treinador tirou Trezeguet do time, liberando o atacante para sair dos Millonarios, assim não encerrando sua carreira por lá. Portanto, o argentino-francês tratou logo de esclarecer que não há nenhuma briga entre eles, caso venham a trabalhar juntos, no futuro:

“Na altura, o Gallardo decidiu que não devia continuar no clube, mas são decisões profissionais e eu percebi isso. Tive outras experiências depois disso. Com o Marcelo não houve tipo de discussão ou problema”.

Dentro de campo, o time segue na liderança do Campeonato Argentino, após empatar em 1 x 1, com o Estudiantes, no último domingo (31).

Foto destaque: Reprodução/River Plate

Robert Ferreira
Sou o Robert! Fiz jornalismo para vivenciar histórias, estar dentro dos fatos e o principal, ter acesso a verdade, sempre! O esporte sempre esteve na minha vida, e unir a escrita com o futebol seria é o ideal de vida. Escrevi para redação do jornal universitário além de atuar fortemente nas redes sociais com posicionamentos sobre cultura negra. Sujeito calmo com o objetivo de ganhar o mundo!