Após o empate contra o Moreirense, pela 29ª rodada da Primeira Liga, o treinador do Porto, Sérgio Conceição, entrou em campo e proferiu duras ofensas ao árbitro da partida Hugo Miguel.

Motivo da suspensão do treinador do Porto

A princípio, tudo ocorreu devido a anulação de um gol aos 94′. Logo depois, o árbitro apitou o fim de jogo. Na sequência, o treinador do Porto, Sérgio Conceição, ficou descontrolado. Todavia, as ofensas a Hugo Miguel lhe causaram uma punição de 21 dias de suspensão. Assim, o técnico não vai poder comandar a equipe nessa reta final de campeonato.

“És fraco e má pessoa, roubaste-nos dois campeonatos, escreve tudo, és uma vergonha do cara***, és um ladrão, estás sempre a f****-nos.”

Tais declarações, violam o artigo 136° do Regulamento disciplinar do Campeonato Português. Além disso, em novembro de 2020, Sérgio Conceição também foi punido dessa forma. Ou seja, a Federação Portuguesa deixou claro que essa tipo de atitude não é tolerada. Além disso, o comandante também foi multado em mais de 10 mil euros.

Como fica o Porto para o restante da temporada

Portanto, o treinador fará muita falta no restante do campeonato. Afinal, o Porto ainda briga pelo título. Portanto, o time terá que tentar levantar o troféu sem o comandante à beira do gramado.

Por fim, além do treinador, outros membros da comissão técnica e diretoria também sofreram punições. Além disso, até o prezado momento, não houve nenhuma tentativa de reduzir a punição. Entretanto, acredita-se que em breve o presidente do clube irá se manifestar a respeito.

Foto Destaque: Divulgação/Porto

Isaac Rufino
Isaac Rufino
Tenho 19 anos e sou estudante de Jornalismo pela FMU, em São Paulo. Sou apaixonado por Jornalismo e todas as suas áreas, porém a minha preferência sempre foi na área esportiva. Meu primeiro objetivo é ganhar experiência na área, buscar conhecimento e aprender com os melhores, por isso estou aqui. Entretanto, ao falar sobre objetivos futuros, tenho certeza de que a minha maior meta é fazer a cobertura de uma Copa do Mundo. Me considero um cara exigente, obstinado e não me contento em ser apenas mais um. Estou aqui para mostrar a minha capacidade e galgar degraus dentro do Jornalismo.

Deixe uma resposta