Torcida do Napoli comemora nas ruas o título da Copa da Itália. (Foto Destaque: Reprodução/Ciro de Luca/REUTERS)

A conquista do título da Copa da Itália, ontem, seis anos após o último triunfo na decisão do torneio, da Napoli causou euforia nos seus torcedores. Deixando o novo vírus global em segundo plano, fanáticos pela Gil Azzurri promoveram um “caldeirão” nas ruas de Nápoles, no Sul da Itália, para comemorar o feito. O acontecimento ocorreu depois da vitória nos pênaltis por 4 x 2 sobre a Juventus, no Estádio Olímpico de Roma.

Com menos de uma semana do retorno do futebol no país europeu, a demonstração de descumprimento referentes às ordens das autoridades já foram tomadas. Vale ressaltar que o futebol italiano retomou as atividades, no dia 13, mediante medidas restritivas. Por consequência, a partida final entre a Napoli e a Velha Senhora aconteceu no Olímpico, com portões fechados, modelo adotado até o final da temporada.

HEXA DA NAPOLI PELA COPA DA ITÁLIA

Apesar do jejum de títulos da Copa da Itália há pouco menos de uma década, a conquista em cima da Juventus representou o sexto troféu da Napoli. Em 1962, o time venceu o campeonato pela primeira vez, posteriormente, em 1976, conquistou novamente o torneio. Já em 1987, o plantel comandado pelo ídolo argentino Diego Maradona voltou a ser campeão. Em suma, neste século, essa é a vitória de número 3 da competição. Anteriormente, o Gil Azzurri faturou o título da Copa da Itália em 2012 e, no ano do Mundial no Brasil, 2014.

REGIÃO DE RISCO

Acima de tudo, desde o surgimento do coronavírus no continente europeu, a Itália foi a primeira região mais afetada pela doença. Atualmente, com o achatamento da curva de contato, tornou-se o sétimo país com números de casos registrados em escala mundial. Ao todo, são 237 mil, conforme dados da Organização Mundial de Saúde. Por outro lado, os de óbitos, já são 34,4 mil, e a Itália assume o quarto lugar no quadro de países com maior número de casos.

(Foto Destaque: Reprodução/Ciro de Luca/REUTERS)

Pedro Moraes
Esporte é vida! Olá, prazer. Eu sou Pedro Moraes, baiano, de 23 anos, formado em Jornalismo pela Universidade Salvador - Unifacs. Guiado pela missão de informar aos amantes do esporte mais popular do mundo sobre diversas notícias do futebol nacional e internacional, sou uma pessoa comunicativa e que está sempre em busca de novos desafios. Onde você pode acompanhar meu trabalho? Através das minhas redes sociais. Instagram: @pedrohsmoraes. Twitter: @pedrohsmoraess.

Artigos Relacionados