Top-10: promessas do futebol que não vingaram (parte 2)

- Confira a segunda parte de jogadores que poderiam ser craques, mas não atenderam as expectativas

No futebol, constantemente surgem jovens atletas sendo comparados a jogadores consagrados. Afinal, vai dizer que você nunca escutou “esse é o novo Pelé“? E, de fato, o futebol é repleto de craques e volta e meia aparecem novos nomes com grandes expectativas mas que acabam sendo frustradas. Confira a segunda parte da lista Top 10 esportistas que podiam se tornar grandes estrelas, mas desapontaram no futebol.

10º Federico Macheda

Foto: Reprodução/Laurence Griffiths – Getty Images

Com apenas 16 anos, Federico Macheda foi contratado pelo Manchester United e chegou como um craque incomparável. Em 2009, centroavante italiano se tornou um jogador importante para os torcedores de Old Trafford, quando marcou dois gols decisivos que deram o título aos Red Devills

Se esperava que ele brilhasse ao longo dos anos, mas parou por aí. Macheda foi emprestado seis vezes e em nenhuma delas conseguiu aproveitar. Com a caída, acabou liberado pelo United em 2014. Hoje, disputa o pouco expressivo Campeonato Grego.

Tiago Luís

Tiago Luís tem sido decisivo para o Goiás no mata-mata do Goianão — Foto: Zuhair Mohamad/O Popular
Foto: Reprodução/Zuhair Mohamad – O Popular

Outro jogador do time da Vila Belmiro que fracassou foi o Tiago Luís. Como muitos da categoria de base do Santos, ele chegou a ser cotado para ser o próximo Neymar e, indo mais longe, até falaram que ele seria o “novo Messi”. Campeão do Torneio Cidade de Turim e do Campeonato Paulista Sub-20 pelos juniores em 2007 e artilheiro da Copa SP de 2008.

O atacante chegou a ser cotado pelo Real Madrid, mas renovou com o Santos. Em 2009, foi emprestado para o União Leiria, de Portugal. Já em 2012 voltou ao Brasil e passou por vários clubes, até que em 2017 assinou contrato com o Goiás

Chicharito Hernández

Javier 'Chicharito' Hernández vuelve con México.
Foto: Reprodução/Marius Becker

A trajetória do jogador ganhou visibilidade entre 2005 e 2008, quando disputou a InterLiga, Campeonato Mexicano, Campeonato Mundial Sub-17 e a Copa do Mundo FIFA Sub-20, e participou da Seleção Principal no final de 2009. Em 2010, o jogador mexicano estreou pelo Manchester United, depois passou pelo Real Madrid, Bayer Leverkusen, West Ham e no ano passado concluiu sua passagem pelo Sevilla

Atualmente, Chicharito Hernández está no Los Angeles Galaxy. Apesar de não ser um jogador de baixa qualidade ao longo da sua carreira, não chegou perto do que se esperava. A expectativa criada em cima dele, esperava que ele fosse um jogador além do que apresenta atualmente.

Renan 

O goleiro Renan durante sua passagem pelo Corinthians, em 2011 - Jorge Araujo/Folhapress
Foto: Reprodução/Jorge Araujo – Folhapress

Destaque entre os goleiros brasileiros, Renan surgiu no Avaí e sua primeira e última oportunidade na Seleção Brasileira foi bem cedo, no mesmo momento do Neymar. Em 2011, Renan foi cobiçado pelo Benfica, de Portugal, mas acabou indo ao Corinthians.

Sem espaço, rodou por várias equipes, mas não conseguiu alcançar nenhuma sequência positiva. Em 2016, decidiu dar uma pausa na sua carreira de forma precoce e nunca mais usou suas luvas profissionalmente. Aos 26 anos, Renan está longe de ser o brilhante goleiro que muitos apostaram e está se dedicando a projetos fora do futebol

6º Henrique Almeida

Com cinco gols marcados, Henrique foi o artilheiro do Mundial sub-20
Foto: ReproduçãoVanderlei Almeida

Henrique Almeida foi revelado pelo São Paulo e viveu o auge da sua carreira em 2011, quando foi campeão mundial sub-20. Nessa competição ele se destacou e conquistou a artilharia e o troféu de melhor jogador. Sem chances no tricolor paulista, ele foi emprestado Vitória, onde foi rebaixado com o  clube.  Depois disso, ele voltou para o São Paulo e, sem espaço, transferiu-se para o Granada. Logo após, ele rodou por muitos times brasileiros, como Sport, Botafogo, Coritiba, Grêmio e recentemente foi para o Goiás, mas nunca se tornou o grande astro que demonstrava ser.

El Shaarawy

El Shaarawy extends Milan contract until 2017 | UEFA Champions ...
Foto: Reprodução/Getty Images

Após atuar na série B brilhantemente, El Shaarawy despertou o interessante de inúmeros times grandes como Milan, Inter de Milão, Barcelona, Napoli, Real Madrid e PSG. A partir disso já dá para saber que a expectativa era imensa em cima do jogador. Nesse jogo de interesses o Milan levou a melhor.

Ele chegou a defender a seleção da Itália e, apesar de jogar bem, não conseguiu a titularidade. Depois passou pela Roma, onde teve bons momentos mas não conseguiu manter o mesmo nível do início. Na Itália, chegaram a falar que ele era muito melhor que Neymar, pois tinha mais habilidades. Porém, agora, com 27 anos, ele está defendendo o Shanghai Shenshua, do futebol chinês.

Bojan Krkic

Foto: Reprodução/Manuel Queimadelos Alonso

Aos nove anos, Borjan Krkic marcou 850 gols com a camisa do Barcelona e muitos chegaram a falar que ele era no mesmo nível de Lionel Messi ou até melhor. Após sua passagem pelo Barcelona, parecia que nada apagaria a estrela do novo craque. Mas não foi bem assim, depois de diversas passagens por clubes da Europa, Borjan está no Impact de Montréal, um time canadense. 

Uma das maiores revelações das Canteras Blaugranas, Bojan até chegou a jogar na seleção principal, mas sequer concluiu 45 minutos de jogo. O atacante teve várias oportunidades em times grandes como, Barcelona, Roma, Milan, mas as chances não foram proveitosas.

3º Lenny 

Foto: Reprodução/NetFlu

Lenny era um dos principais jogadores do Fluminense em 2006, quando o time alcançou a semifinal da Copa do Brasil. Ao lado de nomes como Petkovic e Marcelo, que hoje está no Real Madrid, o atacante chamou atenção de muitos torcedores após deixar sua marca no jogo contra o Cruzeiro. A fase no Tricolor foi tão impressionante que chegaram a cotar o nome dele para ir à Copa do Mundo.

Depois disso, rodou por Palmeiras, Figueirense, Madureira, Boavista e Portuguesa, não obteve os mesmos resultados e enfrentou muitas lesões. Até que com apenas 29 anos, Lenny desistiu de sua carreira para se dedicar a outros negócios.

Jean Chera

Douglas Teixeira/Portuguesa Santista
Foto: Reprodução/Douglas Teixeira – Portuguesa Santista

Ex-joia do Santos, Jean Chera era tratado como um fenômeno do futebol desde os nove anos de idade e fez sucesso na base santista, inclusive ao lado de Neymar. Com inúmeras habilidades, ele era comparado ao Messi. Quando Jean completou 16 anos, idade em que iria se profissionalizar, o pai do atleta pediu um valor muito alto que não foi aceito pelo então presidente alvinegro. Com isso, Chera foi para a base do Genoa, da Itália e ficou por lá durante 8 meses.

Em janeiro de 2012, ele acertou com o Flamengo e permaneceu até novembro do mesmo ano. Depois, Jean passou por times do Brasil, Grécia, Espanha e chegou até voltar para o Santos mas não se firmou. Após diversas oportunidades decidiu encerrar a carreira precocemente aos 23 anos, hoje se dedica ao futebol virtual. 

Kerlon

Foto: Reprodução/Divulgação

Com certeza muita gente já ouviu falar do famoso “Kerlon Foquinha”, maneira em que ficou conhecido no Brasil, em sua passagem pelo Cruzeiro. Com 1,66m, impactava todos quando jogava a bola para a cabeça e saía fazendo embaixadinhas com a testa, deixando os adversários enfurecidos. 

Foquinha saiu do Brasil para o futebol europeu com a promessa de que brilharia. Foi para a Inter de Milão, mas acabou não sendo aproveitado e foi emprestado ao Chievo, onde jogou por apenas quatro partidas. Kerlon rodou por vários clubes, mas sofreu muitas lesões, tendo que passar seis cirurgias no joelho e duas no tornozelo. O último time que passou foi o Spartak Trnava, da Eslováquia, mas aos 29 anos, encerrou a carreira.

Foto Destaque: Reprodução/Twitter

BetWarrior


Poliesportiva


Larissa Azevedo
Larissa Azevedo
A escolha pelo jornalismo aconteceu devido ao amor que tenho por esporte. Apesar do interesse pelo jornalismo esportivo, já trabalhei em editoria de entretenimento e celebridades no Portal R7, em produção de textos para médicos e assessoria de imprensa. Mas, como uma pessoa persistente e certa do que desejo seguir, aproveitei as oportunidades para aprimorar algumas técnicas e me desenvolver na área, mas sem deixar de lado o esporte.

    Artigos Relacionados

    Topo