TOP 10 – Craques que não vão à Copa

- Confira o 'TOP 10' dos jogadores que não se classificaram para o Mundial
TOP 10 – Craques que não vão a Copa

A Copa do Mundo está chegando e ótimos jogadores ficaram de fora do torneio por não conseguirem a classificação. Alguns não jogam em uma seleção tão representativa, outros por falta de sorte ou incompetência. Mas uma coisa é certa: farão muita falta no maior campeonato do planeta.

10º – Alaba – Áustria

A Áustria acabou caindo em um grupo relativamente fraco nas eliminatórias europeias, mas mesmo assim conseguiu somente o quarto lugar na classificação, ficando atrás de Sérvia, Irlanda e País de Gales. David Alaba, lateral esquerdo do Bayern Munique, é o principal jogador da seleção austríaca, atuando de meio campo. O fraco desempenho da equipe acabou influenciando nos resultados e deixando o atleta de fora. A melhor campanha em Copas do Mundo foi em 1954, ficando na terceira posição.

9º – Dzeko – Bósnia

O ótimo centroavante da Roma, Edin Dzeko, também está de fora do Mundial. A seleção da Bósnia caiu no grupo com Bélgica e Grécia. Em jogos equilibrados, os Bósnios ficaram na terceira posição com 17 pontos, dois a menos que a Grécia, classificada para a repescagem. O atacante disputou a Copa do Mundo no Brasil, mas não passou da primeira fase. Inclusive, essa foi a primeira da recente história da seleção, fundada em 1992.

8º – Aubameyang – Gabão

O fraco desempenho da seleção Gabonesa nas eliminatórias da Africa influenciaram muito a não participação do ótimo atacante Pierre-Emerick Aubameyang na Copa do Mundo da Rússia. No mesmo grupo de Marrocos e Costa do Marfim, os gaboneses acabaram ficando em terceiro lugar, classificando somente um. Aubameyang atualmente joga pelo Arsenal e é uma das principais contratações feitas nesta temporada. Gabão nunca participou de uma Copa do Mundo.

7º – Bale – País de Gales

O País de Gales acabou decepcionando seus torcedores após uma ótima e surpreendente campanha na Eurocopa 2016. A seleção se classificou em primeiro lugar, no grupo com a Inglaterra, e chegou as semi finais, perdendo para o campeão Portugal. Na última rodada das eliminatórias europeias, a equipe perdeu em casa para a Irlanda, concedendo aos adversários a ida para a repescagem. Consequentemente, o atacante do Real Madrid, Gareth Bale, principal nome do país, ficou de fora. A unica participação na história da seleção foi em 1958.

6º – Verratti – Itália

Todos temos consciência que a atual geração da Itália não é muito forte, mas ninguém imaginava que uma seleção tão tradicional no futebol, tetra campeã mundial, ficaria de fora da Copa do Mundo na Rússia. Com bons nomes, os italianos perderam a vaga para a Suécia na repescagem. Um deles é Marco Verratti, meio campo do PSG e um dos principais jogadores do seu país. Desde o título mundial em 2006, a seleção italiana decepcionou nas Copas: 2010, saiu na primeira fase; 2014, na primeira fase; 2018, não se classificou, fato que não ocorria desde 1958.

5º – Chiellini – Itália

O zagueiro Giorgio Chiellini, da Juventus, é mais um grande nome italiano fora da Copa. O xerife é o principal jogador da parte defensiva da equipe. Um dos melhores do mundo, o defensor foi marcado pelo lance da mordida de Suárez na Copa do Mundo no Brasil. Esse seria provavelmente o último mundial do camisa 3, que tem atualmente 33 anos.

4º – Vidal – Chile

Arturo Vidal é um dos principais nomes da histórica seleção do Chile bicampeã da Copa América. Cercado de polêmicas, os chilenos decepcionaram e ficaram na sexta posição nas eliminatórias da América do Sul, não conseguindo nem uma vaga para a repescagem. Sendo assim, o volante do Bayern de Munique ficou de fora da Copa do Mundo na Rússia. O melhor desempenho da seleção chilena foi em 1962, ficando em terceiro lugar.

3º -Sanchez – Chile

Mais um grande nome dessa fraca campanha do Chile é o atacante Alexis Sanchez, atualmente no Manchester United. Os chilenos vinham de dois títulos seguidos em cima da Argentina, de Lionel Messi. Mas, no fim das eliminatórias, decepcionaram perdendo dois jogos cruciais: 3×0 para o Paraguai e 1×0 para a Bolívia, duas seleções tecnicamente fracas.

2º – Robben – Holanda

Arjen Robben é o principal nome da seleção holandesa que, em 2018, decepcionou o futebol mundial. Com uma geração abaixo da média dos últimos anos, os holandeses também foram desbancadas pela Suécia e ficaram na terceira posição do seu grupo. A equipe vinha de grandes campanhas nas outras copas, sendo vice campeão em 2010 e terceiro lugar em 2014. A Holanda foi vice campeã três vezes, em 1974, 1978 e 2010, mas nunca ergueram a taça. Essa seria a última Copa do Mundo do atacante do Bayern de Munique.

1º Buffon – Itália

Em 2018, Gianluigi Buffon seria o jogador que mais disputaria Copas do Mundo na história. O arqueiro da Juventus jogou de 1998 a 2014, sendo campeão mundial em 2006. Com 40 anos, um dos melhores goleiros da história do futebol provavelmente vai se despedir dos gramados nesta temporada. E o fim de sua carreira ia ser no maior torneio do mundo. Mas, infelizmente, a Itália não garantiu sua vaga.

Renan Tomy

Sobre Renan Tomy

Renan Tomy já escreveu 19 posts nesse site..

Renan Tomy, 22 anos, jornalista e apaixonado por futebol! Comecei no ramo da bola com sete anos, jogando no meu primeiro time. Desde então, minha vida se tornou este esporte. Fui redator de um blog no período da faculdade e já fiz diversos trabalhos envolvendo o time da minha cidade.

BetWarrior


Poliesportiva


Renan Tomy
Renan Tomy
Renan Tomy, 22 anos, jornalista e apaixonado por futebol! Comecei no ramo da bola com sete anos, jogando no meu primeiro time. Desde então, minha vida se tornou este esporte. Fui redator de um blog no período da faculdade e já fiz diversos trabalhos envolvendo o time da minha cidade.

    Artigos Relacionados

    Topo