Ainda sem vencer na competição venceram o Tupynambás na estreia, em Juiz de Fora.

TOMBENSE

Depois de uma vitória na estreia e uma partida adiada (contra o Cruzeiro, que agora acontece dia 22 de fevereiro, em razão das fortes chuvas que castigam a região), o Tombense quer manter os 100%. O time do técnico Eugênio Souza não deve ter modificações, já que a equipe fez boa estreia contra o Tupynambás, em Juiz de Fora.

BOA ESPORTE

Ainda sem marcar gols do campeonato, o Boa Esporte espera melhorar a pontaria para vencer. Assim, a equipe boveta pode repetir a escalação da última rodada, com Dênis e Nonoca entre os titulares e Gindre jogando aberto pela direita. Outra opção é recuar Gindre para a armação das jogadas e entrar com Cesinha no setor. Léo Goteira também pode ser uma surpresa na escalação.

“Fizemos dois bons jogos, mas precisamos melhorar nossa pontaria. Estamos criando bastante, mas falta caprichar mais na finalização. Nosso time ainda está encaixando e achando as peças ideias para a temporada”, disse o zagueiro Wesley.

https://www.instagram.com/p/B70rKxdBtWY/?utm_source=ig_web_copy_link

RETROSPECTO

Um retrospecto duro resume o duelo entre Boa Esporte e Tombense. Em 13 partidas disputadas entre as equipes, a de Varginha venceu 5, enquanto a de Tombos saiu vencedora em 4. Posteriormente, outras quatro partidas terminaram empatadas. Foram 13 gols marcados pelo Boa e 11 pelo Tombense.

APOSTA INDICADA

A seca de gols é negativa para o Boa Esporte que precisa vencer para se reabilitar. O Tombense vai com força máxima para tentar a primeira vitória em casa. Desse modo, o melhor resultado para este prognóstico é o empate. Esta aposta indicada esta valendo ? na Rivalo.

Odds:  1 (0,00)| X (0.00)| 2 (0.00)

FOTO DESTAQUE: Reprodução/FNV

Iago Almeida
Iago de Almeida Silva. Nasci em Seritinga, interior de Minas Gerais, e moro em Varginha, também em Minas. 26 anos. Formado em Jornalismo pelo Centro Universitário do Sul de Minas - UNIS. Quando pequeno, queria aparecer em câmeras; na faculdade, conheci as áreas que envolvem a profissão escolhida; formado, não recuso e não tenho medo de desafios; e, acima de tudo, amo as palavras e o amplo conhecimento por trás delas. Uma frase que me motiva: "O futuro não se encaixa nos contentores do passado" - Rishad Tobaccowala".

Artigos Relacionados