Tombense anuncia a contratação de meia

A janela de transferências oficialmente está aberta. Com isso, o Valente de Tombos já está a procura de reforços para seu plantel. Inclusive, o primeiro reforço para a equipe já chegou e se trata de um jogador para o meio de campo.

Quem é o novo contratado do Tombense?

O meia em questão é Bruno Mota. O jogador chega emprestado até o fim da Série B, pelo CSA. Nessa temporada, ele disputou onze jogos no total e não marcou gols e nem deu assistências. O atleta chega para reforçar o setor, que atualmente possui alguns atletas lesionados.

Ele se junta a Jean Lucas, o único meia ofensivo do Tombense a disposição do técnico Bruno Pivetti. Entretanto, Mota também pode atuar um pouco mais recuado, como os meias centrais Ítalo Henrique, Matheus Paquetá, Igor Henrique e Gustavo Cazonatti.

Além de CSA, o atleta também teve passagens no Brasil, pelo Athletico Paranaense, Náutico, Portuguesa e Treze. No exterior ele passou por Gaziantepspor, da Turquia, Neuchâtel Xamax, da Suíça e AOK Kerkyra, da Grécia.

Quem mais pode chegar ao clube?

Renan Mota

Também é jogador de meio-campo e apesar de mesmo nome, não é parente de Bruno. Renan tem 30 anos de idade e atualmente está atuando no Floresta, do Ceará. Ele disputou 12 jogos e marcou 1 gol nessa temporada. Além disso, o menino da vila (revelado no Santos) também já teve passagens por São Bento, Oeste, Guarani, Figueirense, Ponte Preta, Vila Nova, Villa Nova-MG, Coimbra e Kyoto Sanga, do Japão.

E agora?

O Gavião Carcará nesse momento está jogando a partida contra o Criciúma, pela 19ª rodada da Série B. Por enquanto, a equipe mineira está vencendo a partida por 1 x 0, com gol do atacante Ciel. Com o resultado, até então, está saltando para o 5º lugar na competição, com 28 pontos. Já o time catarinense permanece na 9ª posição, com 24 pontos.

Foto Destaque: Tombense/Instagram Oficial

Guilherme Dias
Paulistano de 19 (com cara de 16) anos, estudante de jornalismo desde 2021 e também apaixonado pelos esportes. Principalmente pelo futebol, como (quase) todo brasileiro é.