TJD-PA julga confusão e agressões na final do Parazão

Na próxima quinta-feira (5), o Tribunal de Justiça Desportiva (TJD-PA), irá julgar os fatos lamentáveis que aconteceram na final do Campeonato Paraense. Ao passo que a confusão aconteceu no último 6 de abril, no estádio da Curuzu, em jogo de volta. Em suma, envolvendo jogadores e membros da comissão técnica tanto do Paysandu quanto do Remo. A princípio, seria a rivalidade do RePa entrando em cena, no entanto, foi além já que houve agressões físicas e verbais.

Contudo, a confusão se deu depois do apito final e da conquista do Leão. Dessa forma, um tumulto em campo se formou com participação de jogadores, membros da comissão técnica, dirigentes e funcionários de ambos os times. Sobretudo, segundo imagens e testemunhas, é possível ver o coordenador de segurança do Paysandu, Luciano Mendes, agredir com socos dois membros da comissão Azulina.

A saber que o julgamento só será instaurado por conta da denúncia na terceira comissão disciplinar. Assim sendo, no edital constam todos os incidentes que ocorreram no Clássico RexPa 765. Inclusive a agressão na diretora de operações e logísticas do rival, Valeny Silva, e no diretor de base azulino, Marcelo Bentes.

Por fim, entre os convocados pelo TJD-PA estão o zagueiro Marcão e o coordenador Luciano Mendes, do Paysandu. Assim como, treinador de goleiros Juninho e o assistente técnico Edson Gonzaga, do Remo.

Foto: Tarso Sarraf/O Liberal

 

 

 

 

 

 

 

Tata Marx
Na verdade, não fui eu que escolhi o jornalismo e sim ele que me escolheu. Sem dúvidas, a profissão é como um oceano que precisa ser desvendado na sua profundeza, só assim é possível conhecer e respeitar toda sua beleza.
Você está aqui
Futebol Na Veia > Setoristas > Remo > TJD-PA julga confusão e agressões na final do Parazão