Tite no topo, Scaloni em baixa

Após ser divulgado o salário de Messi no Barcelona (100 milhões de euros no ano), foi a vez dos técnicos sul-americanos. Dessa forma, foi anunciado de acordo com alguns sites futebolísticos, o que cada treinador das dez seleções na América do Sul recebem. Tite está no topo, entretanto, nesta tabela há algo que chama a atenção, confira.

A princípio, não há certeza em relação ao salário de José Peseiro, novo técnico da Venezuela. Mas, certamente, não é um dos maiores da América do Sul, até por todas as circunstâncias que o país venezuelano se encontra. Entretanto, o site ‘Primicias' do Equador fez um ranking dos técnicos que mais ganham estando à frente de seus respectivas seleções, que em breve irão disputar as Eliminatórias da Copa de 2022.

TITE NO TOPO E SCALONI EM ÚLTIMO

Sendo assim, de acordo com a lista, o brasileiro Tite lidera a folha de pagamento com 3,9 milhões de dólares, cerca de quase 19 milhões por ano. Em seguida vem o comandante da seleção peruana, Ricardo Gareca com US$ 3,7 milhões. Fechando o top-3, Reinaldo Rueda, ex-Flamengo, ganha 3,5 US$ à frente do Chile.

Em contrapartida, o professor Óscar Tabárez ocupa o quarto lugar, com renda de 3,2 milhões de dólares por ano. Ele que é o treinador mais antigo no cargo de uma seleção, já que está no Uruguai desde 2006. Carlos Queiroz da Colômbia estaria na casa dos 3 milhões, seguido por Eduardo Berizzo do Paraguai, com US$ 2,6. Jordi Cruyff, treinador do Equador, site local que divulgou os valores: US$ 1,8. E César Farías da Bolívia, 900 mil doláres, quase 4 milhões de reais por ano.

Enfim, já foram citados oito seleções, já que não há detalhes dos valores do técnico da seleção venezuelana. Está sentindo falta de alguma seleção? Pois é, certamente, a segunda maior seleção sul-americana, atrás, claro, do Brasil, a Argentina é quem paga, até então, o menor salário ao seu treinador. Isso porque, Lionel Scaloni – confirmado no cargo pela AFA – recebe ‘apenas' US$ 500 mil dólares, pouco mais de dois milhões de reais por ano. Algo que chama muito a atenção, pelo fato de estar à frente de uma das equipes mais fortes do mundo, apesar dos fracassos nas últimas décadas.

ELIMINATÓRIAS E COPA AMÉRICA EM 2020

Já em 26 de Março, começa as Eliminatórias para a Copa de 2022. Certamente, o melhor jogo da ‘primeira rodada' será o confronto entre Uruguai e Chile, em Montevidéo. A Argentina, Colômbia e o Paraguai estream em casa, contra Equador, Venezuela e Peru, respectivamente. Por outro lado, o Brasil recebe a Bolívia, no Nordeste – a última partida entre as seleções foi 3 x 0, no Morumbi, pela Copa América de 2019.

Por falar em Copa América, em junho teremos mais uma edição, desta vez, para igualar com o calendário europeu sendo realizado em números pares. Sendo assim, com grupo definidos, são doze seleções dividas em seis para cada lado. No Grupo A, a Argentina terá de enfrentar o Uruguai e Chile, como os adversários mais fortes. Enquanto o Brasil vai encarar a Colômbia e o Peru, último finalista da competição. O Catar segue como convidado, a novidade é a seleção da Austrália.

Avatar
Thiago Lopes
Thiago Lopes, 20 anos. Estudante de jornalismo - 6º semestre.

Artigos Relacionados